segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

FUTEBOL 2009



No próximo fim de semana começa a temporada 2009 do futebol pelo Brasil e por aqui não será diferente. O Campeonato Catarinense inicia com dois times do Vale jogando entre si. Metropolitano vai receber o Marcílio Dias, provavelmente em Jaraguá do Sul, no primeiro clássico local. Mas penso que o time de Blumenau, de novo, vem só para cumprir tabela, sem almejar uma posição melhor do que o quarto lugar.
Já não é de hoje que os homens que comandam o futebol blumenauense pensam na contra mão de tudo que está sendo feito mundo afora.
Se as empresas da região não querem investir no futebol local, porque não procurar empresas de outros estados que almejam vender seus produtos em SC, como fez o São Caetano, que veio até Joinville e levou a marca Cônsul para o interior paulista.
Um time com um bom projeto consegue, pelo menos, contagiar o próprio torcedor. Na minha opinião o Metropolitano ainda não caiu nas graças do blumenauense. Não leva as cores da cidade, não leva o nome da cidade e continua levando menos de 1% da população total nos jogos dentro de casa.
O estádio do Sesi até é um bom estádio, mas tem que fazer um bom time. O BEC sem estrutura nenhuma, quando fez bons times, conseguiu público, renda e visibilidade.
Talvez seja por aí o caminho das pedras, mas quem sou eu para contrariar as cabeças pensantes do futebol em Blumenau. Até que as coisas mudem, o Flamengo continuará sendo a maior torcida em Blumenau.

PRESIDENTES

Em Blumenau o vereador tucano Jens Jurgen Mantau (PSDB) foi eleito presidente da Câmara de Vereadores com 13 votos favoráveis e duas abstenções. Ele irá ocupar o cargo no biênio 2009/2010. O próximo presidente (que ficará no cargo em 2011 e 2012), se tudo correr como planejado, deverá vir do PP. Com isso, nos próximos dois anos, os vereadores Deusdith de Souza e José João Marçal terão que trabalhar muito junto à cúpula pepista em Blumenau para ver quem será agraciado com o cargo.
A decisão estará nas mãos de deputado João Pizzolatti e do ex-vice-prefeito Edson Brunsfeld.
Vale lembrar que Deusdith de Souza, durante a campanha para a prefeitura municipal, acabou tendo alguns contra tempos com os Democratas e, na época, cogitou-se que Deusdith estaria apoiando Décio Lima (PT) para prefeito.

NOVAMENTE VICE

Mas com essa definição realmente acertada entre os partidos da base aliada, o PP poderá ser novamente o vice de João Paulo Kleinubing. É que já se comenta, principalmente dentro do PMDB, que o vice-prefeito de Blumenau, Rufinus Seibt, deverá sair candidato a deputado estadual, compondo chapa com Renato Vianna que deverá sair à câmara federal.
Se ele se eleger, o presidente da Câmara de Vereadores, que em 2011 deverá ser do PP, assumirá o status de vice-prefeito nas eventuais saídas do prefeito.

ELE VOLTARÁ

Desde 2002, quando Renato Vianna colocou na marra Paulo França na presidência da Eletrosul sem um entendimento com os demais deputados federais do PMDB da época, ele nunca mais conseguiu voltar para Brasília em cargo nenhum. Primeiro que não conseguiu a reeleição naquele ano e depois que nenhum dos deputados do partido se interessou em assumir uma secretaria no primeiro governo de Luiz Henrique, só para dar o troco na rasteira que levaram de Vianna.
Todos sabem que o grande sonho de Renato Vianna é voltar para Brasília, mas mesmo assim há alguns empecilhos para que ele realmente tenha chances de uma vitória em mais uma empreitada.
A mais clara é que ele, mesmo tendo sido prefeito de Blumenau por duas vezes, não é mais tão conhecido na região. Segundo que hoje ele tem hoje que bater políticos de peso, como Décio Lima e João Pizzolatti e por fim o próprio PMDB, que já não o vê mais como a figura mais importante do partido e implora pela renovação.

ESCADA

E é por esse motivo que Vianna, que ainda comanda o PMDB em Blumenau, quer que Rufinus saia a deputado estadual, pois o homem da gaita poderia puxar alguns votinhos para o velho cacique. Mas Rufinus, hoje, prefere ficar na prefeitura, até porque terá que bater de frente com Jean Kuhlmann (DEM), Ana aula Lima (PT) e Giancarlo Tomelin (PSDB), que tentarão a reeleição.
Mas como dentro do PMDB tudo é possível, ninguém descarta tal engenharia, até porque o PSDB não tem muito interesse em reeleger Tomelin que é considerado um deputado independente e o Napoleão Bernardes, que é considerado a renovação tucana, precisa de um pouco mais de bagagem para ser lançado numa eleição estadual.
Com isso os peemedebistas, que já tem uma relação forte com o PSDB desde o segundo mandato de prefeito de Renato Vianna em 1993, podem se beneficiar e até, quem sabe, conseguir colocar Rufinus como uma zebra na Assembléia Legislativa em 2011.

EM BLUMENAU

O governador Luiz Henrique da Silveira estará hoje em Blumenau para assinar, às 16h, na Secretaria de Desenvolvimento Regional, a ordem de serviço para construção da sede da Delegacia Regional da Polícia Civil, no valor de 2,5 milhões de reais. A obra deve ser concluída em um ano. O deputado estadual Jean Kuhlmann, que se empenhou pessoalmente junto ao Secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa do Cidadão, Ronaldo José Benedet, e ao governador Luiz Henrique, para que a obra fosse autorizada, lembra que estes recursos são provenientes do Fundo da Polícia Civil destinados exclusivamente à segurança e que, felizmente, foram direcionados para Blumenau, beneficiando não somente à cidade, como também toda a região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário