terça-feira, 13 de janeiro de 2009

O VÔO DO PIRIQUITO



O prefeito de Balneário Camboriú, Edson Renato Piriquito Dias (PMDB), mal assumiu e já tem que dar explicações. A promotora eleitoral Claudia Mara Nolli ingressou com mais uma ação para impugnar a candidatura do prefeito eleito. Esta já é a terceira ação movida pelo Ministério Público com a alegação de fraude nas contas da campanha do peemedebista.
O MP já conseguiu que o TRE rejeitasse suas contas, mas não conseguiu impedir a posse do prefeito. Comenta-se na cidade que uma grande soma de dinheiro teria sido doada por uma pessoa que já faleceu há anos.
Piriquito ainda não foi ouvido pelo Tribunal eleitoral em virtude do recesso de fim de ano, mas ele terá que se explicar perante a juíza eleitoral Marisa Cardoso de Medeiros no próximo mês.
Poderá ser um mandato menor do que se esperava.

NOVO SECRETARIADO

Em Blumenau as coisas vão entrando nos eixos com o passar do tempo e o prefeito João Paulo Kleinubing já começa a pensar um pouco mais nos novos comandados. Sabe-se que não se mudará muito os nomes, mas vai haver substituições, como na secretaria de saúde e também no Seterb. Mas o homem forte do prefeito, Nelson Santiago, está de férias até o próximo dia 19 e é a partir daí que as coisas começarão a andar.
Até lá continuam as especulações, principalmente vindo daqueles que estão de olho numa secretaria.
CATARINÃO 2009


Como em 2009 o blog também se propôs a falar de tudo, como o futebol, tenho que elogiar a diretoria do Brusque, que mesmo sem dinheiro venceu duas competições em 2008. Nesta segunda o time do Brusque mostrou as novas camisas que serão usadas no Campeonato Catarinense, que será novamente transmitido pela RBS TV.
Os modelos foram desenhados pelo filho do presidente do clube, André Rezini. A primeira foi inspirada na camisa do Corinthias e a terceira teve como inspiração o time do NEC Nijmegen, da Holanda.
Não querendo diminuir o trabalho dos demais times do Vale, mas tenho que parabenizar a diretoria do time brusquense, pois conseguem com pouco fazer mais e melhor do que muitos que estão por aí dizendo que vão fazer e acontecer.
Já o JEC conseguiu um patrocínio de R$ 250 mil (R$ 62,5 mil por mês nos próximos 4 meses), da empresa Santa Rita, para todo o campeonato.

COMEÇO DIFÍCIL

Se os prefeitos do Vale do Itajaí passam por dificuldades, o de Criciúma não fica atrás. Clésio Salvaro (PSDB) assumiu a prefeitura com os empresários do sul do estado passando por dificuldades pela falta do gás da Bolívia, causando um prejuízo enorme na economia do município. Agora no início de 2009 foram as chuvas que também causaram estragos na cidade.
Salvaro deve anunciar mais alguns nomes do novo secretariado na tarde de hoje, mas na última sexta-feira, por contenção de gastos, exonerou 160 comissionados que ainda trabalhavam na administração municipal.
Segundo o prefeito essa é uma das medidas para tentar colocar a casa em ordem.
João Paulo Kleinubing, de Blumenau, que o diga. Quando assumiu em 2004 teve que diminuir drasticamente a folha de pagamento e passou quase dois cortando despesas desnecessárias.
É, nem sempre a voz do povo é a voz de Deus. Tem muito político que se acha mais importante que o próprio e acaba gastando mais do que deve.
Por isso que a maioria dos políticos ta preferindo o legislativo do que o executivo. A teta é mais generosa e o incômodo é absurdamente menor.

NO NORTE

Em Joinville o novo presidente da Câmara de Vereadores, vereador Sandro Daumiro da Silva (PPS), é acusado pelos partidos que apóiam o prefeito Carlito Merss (PT) de traidor. Primeiro que no segundo turno das eleições municipais o vereador, já aleito, se dizia cabo eleitoral de Carlito. Depois de 1º de janeiro de 2009, o PPS se juntou com o DEM e com o PSDB, do candidato Darci de Matos e do prefeito Marco Tebaldi, e conseguiram a presidência da casa.
Mas o fato que mais irritou a cúpula situacionista foi quando o presidente do legislativo joinvillense manteve na assessoria de comunicação os radialistas Toninho Neves e Luis Veríssimo, fiéis escudeiros do ex-prefeito Tebaldi e do ex-secretário de saúde Norival Silva.
Durante as eleições os radialistas foram críticos ferrenhos dos petistas e peemedebistas e grandes defensores do prefeito marco Tebaldi.

DEPUTADOS COLUNISTAS



No jornal A Comarca, de Ituporanga, dois deputados estaduais mantém uma coluna para divulgar suas ações. O curioso é que as colunas levam o nome dos deputados estaduais Sargento Amauri Soares (PDT) e Rogério Peninha Mendonça (PMDB), mas quem escreve na verdade são seus assessores.
Não é uma falta de ética comprar um espaço no jornal para colocar o nome e deixar que outro escreva? Acho que sim, mas também é uma falta de respeito do jornal com os leitores que aceita essa situação em troca da verba mensal.

PRAÇAS

A associação dos praças de SC, a Aprasc, não desistiu do seu objetivo e divulgou na tarde de ontem inúmeras ações para chamar atenção da sociedade para sua principal reivindicação, a abertura de negociações com o Governo do Estado.
Uma dessas ações está programada para acontecer durante a realização do Planeta Atlântica, um dos eventos de verão promovidos pelo grupo RBS em Santa Catarina. Se concretizado, o comparecimento dos praças aos shows vai dar um toque mais realista aos espetáculos.
Abaixo segue na íntegra o ofício enviado pela Associação.

DELIBERAÇÕES DA DIRETORIA APRASC

A diretoria da Aprasc (Associação de Praças do Estado de Santa Catarina) reunida extraordinariamente no último domingo (11/01), no Centro da Capital do Estado de Santa Catarina, decidiu:

- Continuar com a vigília cívica montada em Florianópolis e São Miguel do Oeste e com a coleta de assinaturas, por tempo indeterminado, ampliando esse trabalho para outras cidades do Estado;

- Realizar atos públicos onde haja grande concentração de pessoas, a começar pelo Planeta Atlântida 2009;

- Utilização de carros de som para divulgar o movimento dos praças e o repúdio às atitudes ditatoriais do governador Luiz Henrique da Silveira;

- A articulação em nível nacional de um ato público em solidariedade a Aprasc e a luta dos praças e familiares, com a participação de entidades do movimento popular e personalidades públicas;

- Participação da Reunião Extraordinária da ANASPRA (Associação Nacional de Praças), que se realizará em Florianópolis nos dias 15 e 16 de janeiro, tendo como um dos temas centrais a situação dos praças em Santa Catarina;

- Ampliação da assessoria jurídica que está em regime de plantão 24h por dia;

- No caso de qualquer punição aos participantes do movimento realizado entre 22 e 27 de dezembro de 2008, será liberada uma desfiliação em massa da Abepom (Associação Beneficente dos Militares Estaduais de Santa Catarina), entidade dirigida por oficiais, mas sustentada pelo grande número de praças filiados;

- Não será tolerada a punição ou prisão de qualquer praça que participou das atividades reivindicatórias. Caso ocorra tal fato, em qualquer cidade do Estado, os praças se mobilizarão imediatamente em apoio contra qualquer arbitrariedade cometida, e se apresentarão para cumprir a pena junto com os companheiros de luta;

A Aprasc é uma entidade legalmente constituída, possuindo no seu quadro de associados quase 10 mil filados, e representa legitimamente os praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Estado de Santa Catarina, sendo reconhecida por estes como sua interlocutora em qualquer negociação. A APRASC não reconhece o Regulamento Disciplinar da Polícia Militar (RDPM) e o Código Penal Militar como leis legítimas, pois estão erigidos sobre princípios discriminatórios e anacrônicos. Essas leis ilegítimas ferem direitos constitucionais e não estão em conformidade com os anseios da população.



Sérgio Eduardo de Oliveira - 13/01/2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário