sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

BOICOTE

Foi criada por Anderson Manoel, na página de relacionamento do Orkut, uma comunidade para boicotar o transporte público de Blumenau. Segundo o depoimento escrito na página, o boicote é contra o “oligopólio que se transformou o transporte público da cidade” e, segundo o texto, diz que todos devem aderir ao manifesto, “pois ônibus vazio é prejuízo na certa”, palavras escritas pelo dono da comunidade. Criativo mesmo foi o slogan do boicote: “SIGA esta idéia”.
Mas o que Anderson esqueceu de dizer é que geralmente, em tempos de prejuízo financeiro, quem sempre leva a pior são os motoristas e cobradores. Mas se todos aderirem ao boicote, com certeza teremos congestionamento enormes em vários pontos da cidade de Blumenau.
Mas para os que quiserem aderir, o endereço da página é
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=82590045&refresh=1

E O PROCON 1

Até hoje ninguém falou se haverá ou não mudanças no Procon de Blumenau, cargo que também é de competência do Prefeito nomear.
Para quem não lembra, havia no ano passado uma suspeita de que o Dr. Nilton seria substituído em virtude do órgão não estar conseguindo dar o suporte que a população precisava. Havia até a especulação que, depois da saída de César Cim (PDT), os funcionários já não estariam mais com uma boa vontade para que os casos que apareceriam por lá fossem resolvidos.
Não só César Cim, mas muitos advogados da cidade se aproveitaram da má vontade do Procon para tomarem a frente de causas até certo ponto fáceis de resolverem, segundo os próprios advogados.
Mas parece que o Prefeito João Paulo está satisfeito com o Dr. Nilton e resolveu não colocar o órgão na divisão de cargos.

E O PROCON 2

Mas no ano passado já se falava que o ex-deputado Adelor Vieira, hoje presidente estadual do PSC por causa de uma manobra política do Governador Luiz Henrique, mas muito íntimo do PMDB, que ele havia indicado um diretor técnico que não tinha conhecimento da área jurídica.
Esse diretor já havia sido seu assessor em Joinville e, na composição para as eleições de 2008, esse cargo teria entrado no acordo.
Mas nada se confirmou oficialmente e o Procon, e o Dr. Nilton, continuam no mesmo lugar.
Mas que tem partido da base aliada de Kleinubing de olho no Procon, isso tem.

MANIFESTO DOS PRAÇAS 1



No último dia 10 mulheres de praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de Blumenau foram até a Câmara Municipal pedir apoio para que o Governador cumpra a Lei Estadual 254, sancionada em 2003, que prevê aumento salarial de policiais e bombeiros dos postos mais baixos e equiparação aos salários de policiais civis. Mas na semana passada o STF declarou inconstitucional o trecho da lei 254 que determina a equiparação dos salários de policiais e bombeiros militares com policiais civis, que implicará na redução de 20% dos vencimentos de soldados, cabos, sargentos e subtenentes.

MANIFESTO DOS PRAÇAS 2

Mas o problema não é só a diminuição dos vencimentos dos praças, mas também é o risco que estamos correndo, mesmo pagando os impostos em dia, de ficarmos sem segurança pública por conta da intransigência do Governo do Estado em querer amedrontar os praças pela força da justiça. O que o governador Luiz Henrique e o Secretário de Segurança Pública, Ronaldo Benedet, não estão percebendo é que, com eles já é ruim, sem eles será pior ainda.
Ainda mais que policiais civis já não dão mais conta de colocarem gente para dentro das celas de delegacias e presídios e os manterem por lá; sem os militares a coisa vai se tornar impossível.
E o problema é que a manifestação se espalha pelo estado inteiro e a onda ta cada vez maior. Se eles entrarem em greve, teremos muitas fugas, muitos assaltos e muitas pessoas podem até morrer tentando se defender da bandidagem.
Aí será que o Governo de SC vai se responsabilizar pela tragédia anunciada?

NÃO SE ENTENDEM



O PP de Blumenau se tornou o partido de tantas idas e vindas, que a gente não sabe se realmente existem duas alas ou é cada um por si mesmo. Agora apareceram com uma tal de Comissão Provisória do PP de Blumenau, que voltou atrás e decidiu não mais desembarcar do governo de João Paulo Kleinübing (DEM).
Mas o mais chocante é que além dos Secretários Edson Brunsfeld, Éder Marchi, Marcelo Lanzarin e Luiz Ayr, também anunciaram Célio Dias, que estava cotado para a Faema, e Ailton de Souza, que iria para a URB.
Como o prefeito rejeitou os dois últimos nomes, essa Comissão decidiu reavaliar e não referendou o nome dos dois.
Vale lembrar que tanto Célio Dias quanto Aílton de Souza não entendem bulhufas das pastas que foram indicados. Mas sabe-se também que o governo não aceitou Dias por causa dos problemas que ele tem com a justiça eleitoral e que Aílton Souza não é o técnico que o prefeito estava esperando para comandar a URB.
As incógnitas estão em saber como o prefeito conseguiu unir as duas e como convenceu Edson Brunsfeld e João Pizzolatti a buscarem outros nomes para a Faema e para a URB.
Aí tem!

FALTA A COMUNICAÇÃO

E a Secretaria de Comunicação continua sem um secretário e os funcionários em comissão continuam com salário de contratados. Se o prefeito não assinar até a próxima quarta a nomeação dos não concursados, receberão por mais um mês o salário minguado, ou bem menos do que estavam acostumados a receber até 31 de dezembro de 2008. Mas, infelizmente para eles, isso não deve ocorrer porque o prefeito vai viajar e só deve tomar alguma decisão depois que encontrar alguém para assumir o cargo.
Enquanto isso, o barco segue a deriva e muita gente dentro da administração fala o que bem entende, sem que a Secretaria de Comunicação possa realmente fazer o seu trabalho.
Já tem profissional pensando em procurar outro emprego, pois esse, no momento, não ta valendo a pena.

EX-MINISTRO SE REÚNE COM SILVIO DREVECK NA ALESC



Presidente da Fundação Milton Campos, que realiza os estudos estratégicos do PP, o ex-ministro da Agricultura Francisco Turra (RS) esteve ontem no Gabinete do líder do partido na Assembléia Legislativa, Deputado Silvio Dreveck, para troca de informações sobre a situação atual da sigla progressista no Sul do Brasil.
Além de Turra e Dreveck, estavam presente o deputado Lício Mauro da Silveira e ex-prefeito de Vargeão (Oeste do Estado), Valdemar Lorenzetti.
Mesmo com alguns problemas locais, o PP nacional quer voltar a ter a força que perdeu nos últimos anos, principalmente no período que ficou a reboque de Paulo Maluf.
E ficou para os deputados estaduais a incumbência de levar a mensagem e as novas doutrinas do partido para os presidentes municipais da legenda no estado.
Outros que também cumprem agendas com filiados são os deputados João Pizzolatti e Ângela Amin, dois membros de alas distintas.



Sérgio Eduardo de Oliveira – 13/02/2009

3 comentários:

  1. Como assim, sem comunicação? a rainha da sucata ainda manda no pedaço.

    ResponderExcluir
  2. Quanto a idéia de boicotar o trasporte coletivo, o Anderson Manoel esqueceu de mais um detalhe... Parece-me que ele é alguém que não faz a mínima idéia de que a maioria dos usuários de ônibus são na verdade usuários por obrigação e não opção. Qual o trabalhador que não gostaria de poder ter o seu carrinho na garagem para ir ao trabalho, passear com a família, fazer compras, etc... sem ter que depender de ônibus? Boicote é algo que funciona sim, mas, em outros casos, como por exemplo: parar de comprar carne se o preço tá abusivo, comprar em lojas com preços melhores, deixar de abastecer naquele posto de combustível mais caro e assim por diante.. Boicote se faz quando se tem outras opções.

    ResponderExcluir
  3. O Procon será do PSDB , aguardem .....

    ResponderExcluir