sábado, 7 de fevereiro de 2009

DÉCIO QUER O MANDATO DE JPK

fonte e fotos: Jornal Folha de Blumenau



Já não bastasse a pressão política que passa o segundo governo de João Paulo Kleinubing (DEM), em virtude da disputa por cargos entre os partidos da base aliada, o jornal Folha de Blumenau divulgou na edição deste sábado que o deputado federal, e candidato derrotado nas eleições de 2008, Décio Nery de Lima (PT), entrou com recurso na Justiça Eleitoral para tentar cassar o diploma do prefeito eleito.
Décio acusa João Paulo de abuso de poder econômico e político e uso indevido dos meios de comunicação durante o ano de 2008. Segundo o jornal, o recurso foi protocolado na 3ª Zona Eleitoral de Blumenau em janeiro e remetido ao TRE na última quarta-feira para ser julgado, ato que deverá ocorrer nos próximos dias.
Já o advogado Dênio Scotini, da coligação Faz Blumenau Mais Forte, diz estar tranqüilo e confiante que o processo será arquivado. Para ele, os petistas deveriam ter a dignidade de perdedor e aceitar o resultado das urnas, pois João Paulo venceu com mais de 30% dos votos válidos de diferença.

GRÊMIO DISPENSA PAULINHO QUE VOLTA PARA O METROPOLITANO



Embora já treinasse com o grupo principal do Grêmio, o volante Paulinho foi liberado pelo clube e voltou para o Metropolitano. O garoto foi o capitão e um dos principais destaques da equipe gremista na conquista do título do Campeonato Brasileiro Sub-20.
Paulinho participou da pré-temporada do time, em Bento Gonçalves, no mês de janeiro. No entanto, foi comunicado que não seria aproveitado no time principal.
Segundo informações da Rádio Gaúcha, havia uma cláusula no contrato do jogador para que, caso ele não fosse utilizado entre os profissionais, deveria ser dispensado para equipe catarinense novamente.
Na atual situação do Metropolitano, Paulinho vem em boa hora, apesar de para o jogador é dar um passo para trás, pois já atuava numa equipe que tem visibilidade nacional.

O BALANÇO

Os números abaixo fazem parte do balanço final do atendimento da Caixa Econômica Federal nos municípios atingidos pelas cheias em novembro do ano passado.

Números por município:

Blumenau e Luiz Alves: 280.010 contas - R$ 419.607.000,00
Itajaí: 93.251 contas - R$ 152.058.000,00
Brusque: 27.521 contas - R$ 57.623.000,00
Benedito Novo, Rio dos Cedros e Rodeio: 24.501 contas - R$ 30.323.000,00
Gaspar e Ilhota: 38.209 contas - R$ R$ 49.161.000,00
Navegantes: 3.044 contas - R$ 5.962.000,00

Os pagamentos prosseguem em Brusque, Navegantes e Camboriú, e em menor escala em Blumenau, Itajaí, Benedito Novo, Rio dos Cedros e Rodeio.

A FORMULA



O segundo governo de João Paulo Kleinubing (DEM), em Blumenau, começa mal. Depois da pressão do PP, cogitando sair do governo, o prefeito cedeu e acabou dando mais duas secretarias para a legenda.
Foram nomeados Aílton de Souza na URB e o ex-vereador Célio Dias na Faema. O PP já havia conseguido as secretarias de Articulação Política, de Serviços Urbanos e Fiscalização, o Samae e o deputado João Pizzolatti acabou informando, na coletiva da tarde de quinta, que o médico Marcelo Lanzarim também é indicação dos pepistas, pois ele está filiado no partido.
Ao todo, o PP acabou abocanhando 6 secretarias com apenas um vereador, mais que o PSDB que conseguiu eleger 4 vereadores e recebeu 4 secretarias.

PERIGO

As indicações do prefeito Kleinubing não seguiram o critério anunciado no fim das eleições do ano passado. Na época, o prefeito informou que o secretariado seria escolhido de forma técnica e que cada partido receberia a proporcionalidade da câmara. Na verdade, JPK não conseguiu agüentar as pressões, primeiro do PMDB, que acabou ficando com os mesmos espaços dos tucanos, e depois do PP, que acabou se tornando a segunda força da administração. Mas o problema é que nomes como o de Célio Dias (PP), Marlene Schlindwein (PMDB) e Cássio Quadros (DEM) não estão familiarizados com as pastas que assumiram.
Célio nunca esteve envolvido com a área de meio ambiente; Marlene não pertence a nenhum grupo de cultura e Cássio não tem experiência na área de comunicação.
Portanto, as pressões foram o quesito principal dessa fase do governo e o partido que mais perdeu foi o PSDB.
Alguém sabe como eles tentarão recuperar o espaço?

O NINHO TUCANO

Algumas informações dão conta que a perda de espaço dos tucanos em Blumenau está diretamente ligada ao governo do estado. Primeiro que a força do governador nas administrações municipais, principalmente nas maiores cidades do estado, é bastante pesada e ele sempre deixou bem claro que o PMDB tem que ser um partido forte nas cidades. Depois, que os tucanos só conseguirão manter seus cargos no estado se cederem as exigências do PMDB.
Daí o PSDB estar sempre a reboque dos peemedebistas. Mas há uma luz no fim desse túnel. É que Luiz Henrique vem afirmando que o vice-governador Leonel Pavan irá assumir o comando do estado no início de 2010 e a partir daí os tucanos podem, pelo menos, sentir o gostinho de estar à frente da carroça.
Mas até lá muitos peessedebistas, principalmente em Blumenau, terão que se conformar com o que conseguiram até aqui.
Mas já tem gente no partido, inclusive com mandato, que está organizando uma frente para mudar o rumo da história.

CAIADO E O PAC



O líder do DEM na Câmara, Deputado Ronaldo Caiado (GO), classificou como engodo e factóide, em entrevista coletiva na quinta-feira, o balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) apresentado pelo governo. De acordo com o Executivo, o PAC vem tendo uma execução adequada e, nos últimos dois anos, apenas em obras concluídas, foram investidos R$ 48,3 bilhões entre recursos de impostos, das estatais e do setor privado.
O governo também informou que os recursos totais do PAC para o período 2007-2010 aumentaram de R$ 503,9 bilhões para R$ 646 bilhões, por causa dos investimentos na exploração de petróleo na camada do pré-sal. Mas Caiado afirma, com base, segundo ele, em dados oficiais, que o governo gastou apenas R$ 18,7 bilhões do orçamento fiscal nos últimos dois anos. Em 2008, apenas 22% das obras programadas teriam sido realizadas.
Segundo o deputado, as empresas, em particular a Petrobrás, não terão condições de investir o total previsto em tempos de crise mundial.

CÂMARA INOVA 1

Na segunda sessão ordinária do ano realizada na noite desta quinta-feira, os Vereadores de Itajaí aprovaram, em primeira discussão e votação, o Substitutivo do Projeto de Lei Complementar que cria a Secretaria de Comunicação e Promoção Social da Câmara Municipal e concede benefícios aos servidores. O projeto recebeu votos contrários dos Vereadores Osvaldo Gern (PP), Clayton Batschauer (PR), Douglas Cristino (DEM) e Renato Ribas (PSDB).
Com a criação da Secretaria de Comunicação e Promoção Social, serão constituídas a Diretoria de TV, Rádio e Mídia; a Diretoria Institucional de Relacionamento e Cerimonial e a Diretoria de Atendimento à Cidadania.

CÂMARA INOVA 2

De acordo com o Presidente, Luiz Carlos Pissetti (DEM), a outra novidade fica por conta do Balcão da Cidadania, um serviço destinado a atender reclamações da comunidade e dar encaminhamento ao órgão público competente para solução da questão abordada. Para isto, os munícipes receberão orientação de Assistente Social, Assessor Jurídico de Atendimento à Cidadania e Assessor Comunitário de Atendimento à Cidadania.
Através do Balcão da Cidadania, os interessados também poderão sugerir moção, indicação ou qualquer outra proposição com o objetivo de auxiliar a Câmara nas suas funções legislativas, fiscalizadoras e controladoras do executivo.
O horário de funcionamento deste serviço será de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, sendo que em dias de sessão estará disponível até o término dos trabalhos legislativos.

CRIAÇÃO DE PARTIDOS 1



A Câmara analisa o projeto do deputado Silvio Costa (PMN-PE) que facilita a criação de novos partidos políticos e permite o ingresso de parlamentares nessas novas legendas sem incorrer em infidelidade partidária. O projeto cria o instrumento de registro provisório de novas legendas no TSE, garantindo a elas os mesmos direitos de um partido já consolidado.
Silvio Costa lembra que um das causas consideradas justas para mudanças de partido é a criação de um novo partido. É o que determina a Resolução 22.610/07, do TSE, que trata da perda de cargo eletivo em decorrência de infidelidade partidária. A proposta altera a Lei Orgânica dos Partidos Políticos, que menciona apenas o registro do partido político, não fazendo distinção entre registro provisório ou definitivo.

CRIAÇÃO DE PARTIDOS 2

A legislação atual exige que o requerimento de registro de um partido seja assinado por, no mínimo, 101 fundadores, com domicílio eleitoral em pelo menos nove estados brasileiros. Além disso, é preciso o apoio de 0,5% dos eleitores, considerado o total de votos válidos da última eleição para a Câmara, distribuídos por 1/3 ou mais dos estados.
O projeto de Sílvio Costa, no entanto, permite que pelo menos nove parlamentares federais de diferentes estados, com votação correspondente 0,5% dos votos válidos na última eleição para a Câmara, se reúnam e requeiram ao TSE o registro provisório de uma nova sigla.
O projeto será analisado pelas comissões técnicas da Câmara.

PEDÁGIO

O Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas de Santa Catarina (SETCESC) é contra o projeto de cobrança de pedágio na BR-470 antes da duplicação. A entidade defende o cumprimento do acordo feito pelo Governo Federal, prevendo a destinação de recursos do PAC para o início das obras.
A aplicação dos recursos oriundos do IPVA e da CIDE (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) é outro caminho apontado pelo presidente do sindicato, Osmar Ricardo Labes.
O SETCESC vai se unir às outras entidades empresariais do estado para fazer cumprir o acordado. Segundo Labes, a Senadora Ideli Salvatti tem um pensamento semelhante ao da entidade.
O SETCESC é favorável a uma futura cobrança de pedágio, desde que seja socialmente justa.
O setor de transportes convive com uma alta carga tributária, além de enfrentar uma defasagem no preço do frete, da ordem de 8,43%, acumulada em 2008.


Um bom fim de semana para todos. Voltaremos na próxima segunda-feira.


Sérgio Eduardo de Oliveira – 07/02/2009

8 comentários:

  1. Bravo Tio Dé!!
    Bom final de semana, até segunda...

    ResponderExcluir
  2. Olá

    se houve alguma irregularidade durante a campanha deve ser investigada... se houve abuso, que os responsaveis sejam punidos.

    ResponderExcluir
  3. Político é igual dirigente de clube de futebol quando o time perde dizem que é culpa do juiz e o político diz que teve irregularidade. Isto não dá em nada. O deputado deveria é estar liderando uma oposição ao prefeito que só faz besteira e ninguém diz nada. Cria cargos, aumenta a passagem de ônibus abusivamente e até agora não fez nada para recuperar a cidade. É tudo farinha do mesmo saco.
    abraços

    ResponderExcluir
  4. O Governo do joão Paulo, nesta segunda etapa, virou evai ser um EXÉRCITO BRANCALEONE, fica perfeito, porque iguala ao nosso querido Presidente da República. Ninguém sabe nada e não faz nada!

    ResponderExcluir
  5. ESSA É A MAIOR PIADA DO ANO. O DÉCIO QUER CASSAR O JPK POR CAUSA DA TROCA DO LEITE POR CONVITE DA INAUGURAÇÃO DO GALEGÃO? HAHAHAHAHA. QUE TAL O POVO DE BLUMENAU CASSAR O DÉCIO POR TER ABANDONADO O GALEGÃO. PELO QUE SEI TODOS OS CONVITES FORAM TROCADOS DE FORAM LEGAL E TRANSPARENTE POR LEITE, LÁ NO ANGELONI E NO PARQUE RAMIRO. DEPOIS DOADO TOTALMENTE PARA CASA DE APOIO DE CRIANÇAS COM NEOPLASIA. NINGUÉM LÁ DA FMD PENSOU EM FAZER PROMOÇÃO PESSOAL. AGORA, TUDO O QUE FOI ROUBADO NO GALEGÃO E NA FMD, NA GESTÃO DO DÉCIO, FOI PARA NAS MÃOS DE UMA ENTIDADE ASSISTENCIAL? POVO DE BLUMENAU, MINHA GENTE QUERIDA, VAMOS CASSAR O DÉCIO.

    ResponderExcluir
  6. O DÉCIO E SUA ASSESSORIA SÃO UNS RICULOS E NÃO SE OLHAM NO ESPELHO. ABANDONARAM O GALEGÃO. E O POVO SABE DISSO. NÃO MENOSPREZEM A INTELIGÊNCIA DO POVO DE BLUMENAU. EIS A MAIOR EXPLICAÇÃO PARA AS VAIAS PRA A CARA DE PAU DA SENADORA IDELI, NA INAUGURAÇÃO DO NOVO GALEGÃO. O POVO NÃO PERDOA. O DÉCIO SABIA A MERDA QUE FEZ E NEM DEU AS CARAS POR LÁ. IA APANHAR DO POVO. SERÁ QUE AS ESQUADRIAS E O TELHADO QUE ROUBARAM DO ANTIGO GALEGÃO REVERTERAM EM DINHEIRO PARA A CAMPANHA DO DÉCIO? UMA BOA PERGUNTA PRA SE FAZER.

    ResponderExcluir
  7. boa noite
    p q algumas pessoas fazem isso? em x de querer crescer TAMBEM querem tirar o q outro conseguiu?
    decio lima tem o poder na mao, p q o DEPUTADO FEDERAL nao esta em brasilia fazendo de TUDO para ajudar jpk nessa enorme luta para reconstruir nossa amada cidade?
    e qto abuso de poder...TODOS os politicos devem ntender!
    FALA SERIO
    boa esmana para vc sergio

    ResponderExcluir
  8. Sérgio: dá uma conferida, mas pelo que sei, o Lanzarim é da cogta pessoal do prefeito, indicação técnica, cargo de carreira. Nem tá filiado a partido nenhum.

    ResponderExcluir