terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

INFORMAÇÃO



A Presidente do Projeto Aconchego (Grupo de apoio à Adoção e ao Apadrinhamento de Brasília), Soraya Rodrigues Pereira, está buscando informações no Brasil inteiro sobre um menino de aproximadamente 2 anos idade que foi encontrado perambulando nas ruas da capital federal.
Em novembro de 2008, Tiago foi encontrado na rua, sozinho e sem nenhuma identificação, mas muito bem cuidado e bem vestido.
Diligências foram feitas na região onde a criança foi achada, mas ninguém soube informar que são seus pais. Até agora não se conseguiu obter nenhum tipo de informação que possa levar aos pais ou responsáveis, e como o tempo está passando, ele logo será encaminhada para adoção. Soraya acredita que ele tenha uma família, pois quando encontrado chorava muito e apresentava bons costumes. Segundo ela, o menino foi encontrado em Brasília, mas pode ser de qualquer lugar do país.
Se alguém souber dar qualquer tipo de informação sobre Tiago, envie e-mail para roseli_tege@yahoo.com.br.

FATO NOVO

O governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) já cogita a possibilidade de não mais deixar o cargo em janeiro de 2010 para concorrer ao senado. O receio de LHS está em Pavan, depois de assumir o posto, fazer uma aliança com o PP, trazendo junto o DEM, que teria a indicação de Raimundo Colombo para vice, e Ângela Amin e o prefeito de Chapecó João Rodrigues como candidatos ao Senado, atrapalhando as pretensões de Luiz Henrique de voltar para Brasília.
Colombo ficaria como vice-governador porque em 2014 Pavan estaria impedido de concorrer novamente ao governo por estar num eventual segundo mandato e, com isso, Colombo seria o candidato natural em 2014 da nova tríplice aliança, com o PP no lugar do PMDB.

REUNIÃO

Na reunião que aconteceu ontem entre o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Leonel Pavan, o deputado estadual Giancarlo Tomelin e o prefeito de Blumenau, João Paulo Kleinubing, ficou claro a intenção do PSDB nacional em ter um candidato ao governo em Santa Catarina.
Tudo porque, segundo na avaliação dos peessedebistas, o partido já teria renunciado ao acordo com Amin, em 2002, para facilitar a vida do PMDB e de Luiz Henrique. Outro fato foi a renúncia de Pavan do Senado para assumir uma candidatura a vice-governador e também da criação de um fato novo, por parte dos advogados de Leonel Pavan, que emperraram o processo de cassação de Luiz Henrique no TSE.
Os tucanos agora querem ser agraciados com a candidatura majoritária ao governo do estado com o apoio dos demais partidos da tríplice aliança, caso contrário arrumam outro casamento.
Até porque, terão em José Serra um forte cabo eleitoral em 2010.
E quem pode vir para Blumenau no mês de abril para realizar uma palestra é o próprio Fernando Henrique Cardoso. O dinheiro arrecadado seria destinado para a reforma de uma escola da cidade que foi atingida pelas cheias do ano passado.

TRANSPARÊNCIA

Ontem a Prefeitura de Joinville passou a divulgar, no seu site oficial – http://www.joinville.sc.gov.br/ –, a planilha do transporte público com o Cálculo do Custo do Passageiro Transportado. O documento foi apresentado pelas empresas concessionárias do transporte coletivo urbano para justificar o pedido de reajuste da tarifa.
A decisão do prefeito Carlito Merss de dar publicidade e transparência aos números foi o desejo de ampliar a discussão sobre o tema. A população foi convidada a participar com sugestões e questionamentos. Junto com o documento no site da Prefeitura, será disponibilizado um e-mail para que os joinvillenses possam participar com sugestões.
As empresas querem aumento de 12,2%. O preço passaria de R$ 2,05 para R$ 2,30 na tarifa antecipada e de R$ 2,50 para R$ 2,70 na passagem comprada dentro do ônibus. Além da planilha do transporte coletivo, a Prefeitura já publicou em seu site a lista completa dos cargos de confiança e futuramente serão colocados números referentes a dívidas e empenhos
Para acessar a relação dos cargos de confiança no site da Prefeitura, o internauta deverá clicar no item "download" na faixa azul. No arquivo seguinte deverá observar o item "transparência", onde aparece a relação.

EX-JOGADOR DA SELEÇÃO ESTÁ FORAGIDO



O meia Arilson, que já defendeu Internacional, Grêmio e a Seleção Brasileira, é considerado foragido pela Justiça de Bento Gonçalves. O jogador é acusado de não pagar pensão alimentícia, que contando juros e correção chega a R$ 227 mil, para o filho de 12 anos há cinco anos.
Por mês, ele deveria ter pago cerca de R$ 800,00. Na quinta-feira da semana passada, o meia foi preso, passou a noite no Presídio Estadual de Bento Gonçalves, foi liberado, mas não retornou na noite de sexta-feira, já que deveria dormir na cadeia.
Segundo o advogado da ex-esposa, a prisão de Arilson foi pedida em novembro, quando um mandado de prisão, em regime aberto, foi enviado ao jogador.
Arílson, segundo fontes do interior gaúcho, estava acertando sua transferência para o Metropolitano, de Nova Veneza, no sul de Santa Catarina.

AGORA SÃO SÓ 16


Os vereadores de Joinville, por causa da pressão da imprensa e da comunidade, decidiram dar uma maquiada na licitação dos 22 veículos que será usado por eles mesmos, mas pagos pela população. Agora não serão mais 22, mas “somente” serão licitados 16 carros, ao custo mensal de R$ 1.375 cada. Considerando os nove meses de aluguel, sem janeiro, fevereiro e março, o gasto não deve ultrapassar os R$ 220 mil ao ano. O valor pode ser menor se o aluguel cair para 14 veículos, caso alguma bancada desista do automóvel.
Mas o que a licitação prevê, e é ao que ta a pegadinha, é que poderá ser aumentado ou diminuído em 25% o número de veículos que constar no processo licitatório. Neste caso, pode-se contratar até 20 veículos, o que ficaria próximo dos 22 da primeira proposta.
Político é um bicho bem esperto, pena que não está em extinção.

CAI ARRECADAÇÃO

A arrecadação do governo do estado em janeiro atingiu o valor de R$ 923,8 milhões, cerca de 6,5% abaixo do que previa a Secretaria da Fazenda, que estimava chegar no valor de R$ 988,7 milhões.
Com a perda dos R$ 65 milhões, o Secretário Antônio Gavazzoni, mandou apertar o cinto e cortar os gastos supérfulos. Segundo ele, essa perda de receita se deve as enchentes de 2008, o prejuízo no Porto de Itajaí, o problema com o gás natural nas indústrias cerâmicas do sul do estado e a crise financeira mundial.
O secretário também informou que está em fase de conclusão um estudo para a implantação de várias medidas que aumentem a receita estadual e também ações para a contenção nos gastos do governo.
A meta do governo de SC para 2009 é economizar R$ 200 milhões através da implantação do governo eletrônico, que prevê licitações somente através de um programa específico que começa a ser implantado nesta semana, e também um corte brutal no numero de diárias pagas a funcionários.
Vamos ver o que virá para a conta do catarinense.

IPTU EM BLUMENAU

Até a sexta-feira passada, quando encerrou o prazo para o pagamento da cota única do IPTU com desconto de 8% e também da primeira fração para pagamento parcelado, a Secretaria da Fazenda da Prefeitura de Blumenau já havia arrecadado um total de R$ 15.739.908 milhões, dos quais R$ 14.735.383 à vista e R$ 1.004.525 do primeiro parcelamento.
Dos 97.828 cadastros registrados, 65.232 efetuaram o pagamento, o que corresponde a 66,68% dos contribuintes. O valor arrecadado nessa primeira parcela atingiu 56,21% da expectativa da Prefeitura de arrecadação para este ano, que está projetada em R$ 28 milhões.
Mas até o próximo dia 13 de março os contribuintes ainda podem quitar à vista seus carnês, obtendo um desconto de 5%, mais os 2% de bônus para o bom pagador que já vem descontado no carnê.

VEREADOR QUER REVERTER MULTA

O vereador Erádio Gonçalves (DEM), de Florianópolis, está apresentando na Câmara da Capital o projeto de lei que estabelece a reversão de multa de trânsito no município, com base no artigo 267 do Código de Trânsito Brasileiro.
As multas de natureza leve ou média poderão ser convertidas em advertência por escrito, entretanto, essa conversão apenas será feita com os motoristas que não forem reincidentes na mesma infração nos últimos doze meses. Na análise da conversão, alguns aspectos importantes serão considerados, como: tempo de habilitação do infrator, data, local e condições da infração.
A conversão será aplicada de imediato, independente de requerimento do motorista. Essa medida tem por objetivo tornar-se mais educativa do que a pena de multa.
O projeto é bom e merece ser implantado, até porque Florianópolis mais parece um viveiro com tanto pardal, como são conhecidos os radares eletrônicos, a espera de um motorista desatento. E o pior é que cada rua tem uma velocidade diferente, justamente para que a empresa que tem a permissão de explorar o serviço, e também a prefeitura, possa ter bons lucros em cima daqueles que já pagam tanto.
É a chamada indústria da multa.




Sérgio Eduardo de Oliveira – 17/02/2009


Nenhum comentário:

Postar um comentário