domingo, 15 de março de 2009

CEIs



No dia 3 de março a menina Kelly Kristyn Kruger, de 5 anos de idade, faleceu depois que uma barra de um balanço do CEI Espinheiros, em Joinville, caiu sobre sua cabeça, causando traumatismo craniano.
A prefeitura de Joinville já vinha realizando vistorias nos parques em todos os CEIs da cidade, mas se obrigou a fechar temporariamente todos aqueles que ainda não tinham sido vistoriados, por causa do ocorrido.
Relembro essa história para poder comentar que em Blumenau a situação não é muito diferente. O CEI da rua Franz Muller, na Velha Grande, tem falta de iluminação, o mato cresce a cada dia e os brinquedos usados pelas crianças podem causar acidentes tão graves quanto o que ocorreu com a menina de Joinville.
Está mais do que na hora de a prefeitura de Blumenau, através da Secretaria de Educação, vistoriar todos os educandários municipais para evitar problemas no futuro.
Melhor prevenir do que remediar!

MALWEE E METROPOLITANO



Acabei indo a dois eventos esportivos neste fim de semana em Blumenau. No sábado, foi até o Galegão assistir o time da ADHering perder para a Malwee. No domingo a tarde foi até o Sesi ver o Metropolitano empatar com o time do Joinville. Antes de assistir os dois jogos, pensei que iria ter mais prazer em ver o futebol de salão do que o campeonato catarinense. Me enganei, pois a Malwee sem Falcão, o que acabou sendo uma decepção para o público, controlou o jogo e poupou o time, que jogou para o gasto para vencer o esforçado time da ADHering.
No jogo do Metropolitano, com estádio cheio, vi um jogo razoável, mas emocionante. As duas torcidas deram um show e o time do Joinville mostrou ser uma equipe melhor, mas o Metro jogou com vontade e com sorte, pois no fim do primeiro tempo o time do norte teve um pênalti defendido pelo goleiro João Paulo, do Metropolitano.
Me diverti muito mais no Sesi, até porque tinha a expectativa de assistir um jogo aberto e com muitas chances de gol, o que realmente aconteceu.
No Galegão, esperava ver o melhor do mundo, mas comprei gato por lebre.

A CÂMARA

Na reportagem publicada no Santa de fim de semana, a Câmara de Vereadores de Blumenau está querendo comprar equipamentos de informática com 52% acima do preço praticado no mercado. Além disso, colocou no edital uma configuração além do que ela realmente necessita para o uso diário.
Segundo o próprio responsável pela área de informática do legislativo blumenauense, Davi Coelho, os vereadores usam apenas os programas para edição de textos e imagens e um programa específico da casa, mas querem que os computadores dos vereadores sejam capazes de editar áudio e vídeos.
O vereador Fábio Fiedler (DEM) disse, na reportagem, que ninguém faz um investimento desse porte para comprar algo que vai ser obsoleto em pouco tempo.
Mas lembro o vereador que ninguém compra nada pelo preço mais alto.
Já o presidente Jens Mantau (PSDB) disse que quer comprar máquinas para ter por 5 ou 6 anos.
Mas será que, para ter boas máquinas, é necessário pagar com ágio?
Na verdade, sempre que o poder público compra alguma coisa, é necessário ficar de olho, pois sempre vai ter o espertinho querendo levar vantagem.
E para que os vereadores precisam de notebooks no plenário se não sabem nem usar a maquininha do voto?

PAPAGAIO DE PIRATA

Na última semana parece que os vereadores combinaram para serem o centro das atenções nos veículos de comunicação de Blumenau.
Começou com a derrapada do vereador Zeca Bombeiro (PDT), que tentou fugir de uma blitz da guarda municipal de trânsito, colocando a palavra de uma autoridade e do órgão de trânsito da cidade em xeque.
Agora foi a compra dos computadores, que tudo indica ter sido por um valor mais alto do que o de mercado.
Vamos ver o que eles farão nesta semana.

RATIFICAÇÃO

Na nota COMISSIONADOS, que escrevi sábado no Blog, quero fazer uma ratificação. Quando disse que os salários dos comissionados seriam retroativos a janeiro, informei errado. Eles serão retroativos a fevereiro.
Abaixo segue a nota na íntegra, com a correção.

Não é oficial, mas parece que os comissionados do 2º, 3º, e 4º escalão da Prefeitura de Blumenau terão suas nomeações retroativas a fevereiro. O ato deve acontecer até o início da próxima semana. Os funcionários de carreira, os concursados, que ganharam gratificação sobre os seus salários, terão suas vidas resolvidas posteriormente aos comissionados.
Além dos secretários municipais, alguns Diretores de Departamentos já firam nomeados para que eles possam responder em nome do governo municipal, possibilitando que eles assinem documentos que darão andamento aos projetos de suas secretarias.
Só temos que ver se todos esse que receberão retroativamente seus salários estavam mesmo trabalhando desde 1º de janeiro, como os chamados voluntários.


FORA DO AR



Lembram da página na Internet, feita em 2006 para o candidato Paulo Gouvêa (PFL) divulgar suas ações, e que o Blog do NEURôNIO acabou descobrindo que ela ainda estava no ar com o endereço http://www.lucianoduque.com.br/pg/?
Como prometeu Paulo Gouvêa, ela já não está mais ativa.
Seria uma temeridade para quem pretende concorrer a outros cargos, divulgar as ações num site antes do prazo permitido.
Estamos de olho.

REDUÇÃO DE PENA



A Câmara analisa o projeto do deputado Glauber Braga (PSB-RJ) que determina que seja contado em dobro ou em triplo cada dia de pena em que o presidiário for submetido a maus tratos, à falta de assistência médica ou psicológica ou a situações inadequadas, como celas insalubres ou com excesso de população carcerária.
O texto prevê ainda que, se for constatada a prática de tortura, cada dia em que houver ocorrido o abuso seja contado como 120 dias. Caberá aos juizes verificar a ocorrência e determinar a redução correspondente da pena. Antes de ser votado em plenário, o projeto será analisado pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Se essa lei entrar em vigor, bandido vai viver mais fora da cadeia do que dentro. Se já ta difícil para manter os caras na cadeia do jeito que ta, imagina com essa lei que vai dar mais uma brecha para os advogados tirarem seus clientes dos presídios.
Não seria melhor fazer uma lei que puna o governante que não dá condições adequadas aos presos? Em que mundo esse deputado vive?

ISSO VAI DAR PROBLEMA

No dia 12 a Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou a proposta que obriga a empresa que vende serviços por telefone a disponibilizar aos clientes a possibilidade de cancelamento automático do serviço também por telefone, sem intervenção pessoal. Agora o projeto segue para o Senado para ser aprovado e retornará para a Câmara para a segunda votação.
Além do cancelamento via telefone, a empresa é obrigada a fornecer ao consumidor o número de protocolo sob o qual estará registrada a demanda, a fim de permitir o acompanhamento do atendimento até o final.
Nessa de cancelamento por telefone, muita gente vai acabar no Serasa ou vai ter que procurar o Procon.

CALL CENTERS



Já a Comissão de Defesa do Consumidor, que é presidida pela Deputada Ana Arraes (PSB-PE), promete acompanhar o cumprimento do decreto presidencial 6523/08, que regulamenta os serviços de atendimento ao cliente por telefone (call centers).
O decreto entrou em vigor em dezembro do ano passado e mesmo assim os abusos por parte das empresas continuam.
Os serviços de proteção ao consumidor têm recebido queixas frequentes de empresas que não respeitam o limite máximo de um minuto para o atendimento nem fornecem a opção de reclamação já no início da ligação.
Quem quiser reclamar sobre os serviços dos call centers ou de telefonia pode mandar um e-mail diretamente para a Comissão através desse link.



Sérgio Eduardo de Oliveira – 16/03/2009

Um comentário:

  1. Prezado Sérgio,

    Estás de parabéns pelo trabalho de pesquisa e informação que vens demonstrando neste seu blog.

    Entretanto, como profissional da área de comunicação, deverias ficar mais atento aos erros de portugês:

    Escrevestes GALEÇÃO, ao invés de Galegão, ÁGIL, ao invés de ágio, e confundistes RETIFICAÇÃO com RATIFICAÇÃO...

    Isso tudo nos cinco primeiros itens de tua coluna.

    ResponderExcluir