sexta-feira, 6 de março de 2009

POR FORA



A ex-secretária de comunicação da Prefeitura de Blumenau, Fabrícia Zucco Durieux, não responde mais pelo cargo, mas ainda dita as normas na comunicação pública municipal. Junto com ela, numa sala na Secretaria de Turismo, lá na Vila Germânica, está também Cristina M. Schmitt, ex-Diretora de Publicidade & Propaganda e Relações Públicas.
Tudo isso para que a ex-secretária possa continuar ditando as normas na secretaria e também fazer seu doutorado em São Paulo sem ter que ficar explicando como pode uma coisa dessas.
É que Fabrícia prestará serviço para o poder público, continuará como funcionária da Furb e poderá fazer seu curso sem que tenha que prestar contas para ninguém.
Ainda há mais coisas no meio dessa engenharia, mas como em todo arranjo não aparece ninguém para confirmar o que todo mundo sabe, as coisas parecem claras como água de enchente.
Assim até eu.

ENTRAVE

É por isso que até agora não há o interesse de se encontrar um secretário para a Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Blumenau. Chico Malfitano, que fez a campanha vitoriosa de João Paulo em 2008, já faz parte do grupo que dita a comunicação do segundo governo.
O grande problema é que todos os funcionários que estão à espera da nomeação, os chamados voluntários, estão sem saber o que fazer, pois não podem desistir para não serem descartados da lista de nomeados, mas também não tem a certeza se realmente serão nomeados para os cargos comissionados.
Desse jeito, a prefeitura economiza quase 1 milhão com o não pagamento de salários, mas muitos também fingem que trabalham, e é assim que a vida segue no paço municipal.
Chegaram a afirmar que esse segundo governo será para fazer caixa para as eleições de 2010.
Vamos esperar para ver se tudo isso é realmente verdade.

DESAGREGADOR

O que todos os funcionários já bateram o martelo é que o grande culpado por todo esse imbróglio é o PMDB, pois não tem força para eleger um prefeito, mas usa de meios maquiavélicos para pressionar e conseguir o que quer através dos seus caciques estaduais.
No caso de Blumenau, Renato Vianna e Luiz Henrique são os porta vozes do partido, através de Jorge Bornhausen, para que os Democratas blumenauenses abram espaços políticos para os peemedebistas dentro da prefeitura.
Caso contrário, o PMDB, que tem no PSDB um aliado e, juntos, tem 5 vereadores na Câmara, faz o conhecido terrorismo de deixar o governo e de não mais votar favorável nas matérias da administração e também de não mais liberar verbas estaduais para a o novo governo de João Paulo.
Mas a grande preocupação do PMDB é conseguir tudo o que puder antes da possível cassação do governador Luiz Henrique e do vice, Leonel Pavan, para que não tenha que ouvir um não depois.
Se Amin voltar, aí a coisa muda de figura.

E O SAMAE



Essa história, divulgada pela assessoria de imprensa do Samae, de que a autarquia vai implantar um plano de racionalização de água no bairro da Velha é um verdadeiro absurdo.
O plano começou a funcionar na última quarta-feira e vai acontecer das 21:00 até às 5:50 horas do dia seguinte.
Segundo o Samae, é para garantir o fornecimento daquela região, aumentando a reservação no sistema R-4, da rua Johann Ohf.
Estão lá há quatro anos e três meses e só agora decidiram que era preciso fazer alguma coisa. A desculpa de Luiz Ayr, Presidente do Samae, é que falta investimento.
Isso todo mundo sabe, mas Ayr não entrou lá ontem. Poderia ter visto isso há mais tempo.
Um funcionário da parte técnica da autarquia já avisou que no ano que vem outros pontos da cidade sofrerão com os mesmos problemas.
Mas a direção ainda não sabe disso?

CADA VEZ MELHOR

A escola Barão do Rio Branco completou, na última quarta-feira, 56 anos de existência com tradição e modernidade. A escola, que tem como diferencial pedagógico o idioma alemão na grade curricular, também está concluindo um moderno visual na fachada e demais instalações. Ampliações na estrutura física e atendimento personalizado de pais e alunos confirmam que a Barão chega à maturidade cada vez melhor.
Dessa posso falar sem errar. Desde os tempos da diretora Ilse Schmider, que o educandário vem criando novas formas de fazer com que o aluno aprenda sem perder o interesse pelos estudos.
É pela falta de visão dos governantes que as escolas públicas estão cada vez mais para trás, cerceando os alunos de terem uma educação de qualidade, como a do Barão.

INADIMPLÊNCIA



O Deputado Estadual Giancarlo Tomelin (PSDB), de Blumenau, fez um pronunciamento na Assembléia no dia de ontem sobre o projeto de lei, de sua autoria, que visa o combate dos altos índices de inadimplência nos condomínios.
Ele propõe alteração na lei que dispõe sobre lucros eventuais relativos aos atos praticados pelos serviços notariais e de registro. Com isso, a administração dos condomínios contará com mais um mecanismo de combate à inadimplência, como a inclusão dos devedores no cadastro negativo do SPC e do Serasa.
A proposta é baseada em lei semelhante adotada no estado de São Paulo e que fez com que o número de ações de cobrança na Justiça contra condôminos caísse 26% no segundo semestre do ano passado

EU VOLTEI



Tomou posse na Assembléia Legislativa de SC, mais uma vez, na tarde de ontem, o novamente deputado Ismael dos Santos, de Blumenau. Ele assume a vaga por 60 dias do deputado Julio Garcia, que estará de licença.
Mas Ismael espera ter uma estada mais longa no parlamento, pois está aguardando a confirmação da indicação do nome do deputado Herneus de Nadal (PMDB) para o TCE.
Ismael disse que sua principal missão na Assembléia é somar esforços na busca de soluções aos problemas enfrentados pelas vitimas das catástrofes de novembro.
Aliás, todo mundo diz a mesma coisa, mas de concreto, só promessas, muito calor e algumas goteiras nos abrigos.
Há muito tempo que a Assembléia já não tem só 40 deputados. Com as licenças e posse de suplentes, passam de 50.
E o povo pagando a conta.

RETALIAÇÃO

Na última terça feira a briga interna do PMDB foi parar no plenário do Senado. O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) voltou a fazer duras críticas a seu partido e novamente acusou o líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), de retaliação ao retirá-lo da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ)
Jarbas Vasconcelos acabou abrindo mão de participar de qualquer outra comissão nas vagas pertencentes ao partido. Segundo ele, nem na ditadura militar foi tão cerceado como agora pelo comando peemedebista e afirmou que não retira uma palavra das considerações que fez em entrevista à revista Veja a respeito de Renan Calheiros; do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP); e das políticas implementadas pelo governo federal.
Na verdade todos sabemos sabe que ele não falou nada mais que a verdade, mas todo mundo prefere fingir que nada acontece. Até o eleitor.

JOARES PONTICELLI COMEMORA



Ao mesmo tempo em que comemorou duas importantes vitórias no Sul do Estado, o presidente do PP estadual e vice-líder do partido, deputado estadual Joares Ponticelli, denunciou da tribuna a tentativa de ingerência do governador do Estado nas eleições de Braço do Norte. Segundo o deputado, em 20 dias de campanha, ele esteve nada menos do que quatro vezes no município, sendo que no último sábado, véspera da eleição, o governador chegou a hospedar-se no Gravatal Internacional para acompanhar tudo de perto.
Mas o governador não teve o que comemorar, pois a população da cidade acabou não elegendo o candidato do PMDB, mas sim os candidatos Evanísio Uliano (PP) e Valberto Wiggert Michels (PT) para prefeito e vice-prefeito respectivamente de Braço do Norte.
Ponticelli disse que Luiz Henrique é um criminoso eleitoral reincidente, e que corre grande risco de ser cassado.
O deputado condenou a postura do governador em tentar eleger o seu candidato favorito. Outra vitória, segundo Ponticelli, foi à reeleição do deputado Genésio Goulart (PMDB) para a presidência da Cooperativa de Eletrificação Anita Garibaldi, de Tubarão. Genésio, que teve o apoio de Ponticelli e de outras lideranças locais do PP, está há 14 anos na Cooperativa e obteve 85% dos votos, mesmo contra toda a pressão de seus opositores, curiosamente, até do PMDB.

ANTES TARDE DO QUE NUNCA

A Secretaria de Educação de Joinville suspendeu, na última quarta-feira, todas as atividades recreativas realizadas nos parquinhos dos 59 Centros de Educação Infantil (CEIs) e nas 85 escolas da rede. A decisão tomada pelo secretário Marquinhos Fernandes, é preventiva e temporária.
Conforme as unidades forem recebendo os serviços de avaliação, manutenção e possível substituição de equipamentos serão liberadas. Dez locais já foram vistoriados por uma empresa contratada em janeiro.
Em reunião com a empresa Cia. da Criança e a equipe da secretaria de educação de Joinville, ficou definido que um novo levantamento da situação será feito e as visitas ocorrerão através de uma organização geográfica que inicia pela região sul da cidade onde o número de locais de ensino é maior.
Tudo isso está sendo feito por causa da morte de Kelly Kristyn Krueger, de 5 anos, no CEI Espinheiros, onde parte de um balanço caiu em cima da menina, causando traumatismo craniano e conseqüentemente o seu falecimento.



Sérgio Eduardo de Oliveira – 06/03/2009

3 comentários:

  1. Parabéns pelo comentário relativo a secretária de comunicação da PMB. Trabalho no meu e seu o quanto foi fraca a administração do secom no último mandato, porem se alguém estava esperançoso de que as coisas iriam mudar, pode tirar o cavalinho da chuva. Fico somente na expectativa da nova licitação de agências de publicidade do novo governo, se for tendenciosa como a última(mandando todo o dinheiro da cidade para agências de Florianópolis), e ficando com uma ou outra daqui por situações claras como água de enchete, vou poder falar sem medo de errar, que essa administração é o que todo mundo pensa, um verdadeiro jogo de interesses sem nenhuma preocupação com o bem estar do povo.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Sergio.

    Só para corrigir, o nome correto da ex diretora do Barão é Ilse Schmider.

    abs
    Antonio

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente com o Marcelo, sei que ele trabalha nesse meio e tem conhecimento de causa. É isso aí Marcelo, trata-se somente dum jogo de interesses. E eu lhe pergunto: Quando essa gente vai criar vergonha na cara?

    ResponderExcluir