quinta-feira, 7 de maio de 2009

GRUPO RBS MUDA



O atual vice-presidente do grupo RBS, Pedro Parente, pediu, durante a reunião do Conselho de Administração da tarde de ontem, que seu contrato com a RBS sofresse algumas alterações a partir de janeiro de 2010.
Ele quer manter o vínculo com a RBS, somente através da participação no conselho e não mais como vice-presidente, mas também quer prestar consultoria nas áreas em que é especialista.
Com isso, quem assumirá o cargo que hoje é de Pedro Parente, será o atual vice-presidente de Mercado e Desenvolvimento de Negócios, Eduardo Sirotsky Melzer, que foi indicado pelo próprio conselho do Grupo RBS.
Melzer, que é neto do fundador Maurício Sirotsky Sobrinho, é formado em Administração de Empresas pela PUC/RS e coincidentemente entrou na empresa em 2003, o mesmo ano de Pedro Parente. Sua primeira função no grupo foi de Diretor-Geral para o Mercado Nacional do grupo, logo após ter feito um MBA na Universidade de Harvard.
Com Eduardo assumindo a vice-presidência em 2010, a RBS já deve sentir, ainda em 2009, algumas mudanças internas. Em Blumenau a unificação das mídias (Jornal, TV e Rádio) deve acontecer no segundo semestre e novas políticas comerciais serão implantadas nos próximos meses visando manter a boa saúde financeira implantada por Pedro Parente nos últimos anos.
Resumindo, as metas vão aumentar.

COMISSIONADOS

Ontem, na nota “A Casa da Mãe Joana”, escrevi que alguns jornalistas que preferiram não fazer campanha para o prefeito João Paulo Kleinubing, em 2008, foram mandados embora para darem seus lugares para outros ligados aos partidos da base aliada do novo governo. Depois disso, recebi o e-mail do assessor de comunicação do Seterb, Tarciso Sousa, que foi nomeado no lugar da jornalista Krisley Oechsler. Reproduzo um trecho desse texto, por ser muito longo, para que o leitor do Blog tire suas próprias conclusões.

"Exercendo um direito que a Constituição me assegura e que a convicção profissional determina, busquei uma filiação partidária. Mas, junto com ela (a assinatura da ficha de filiação), não se foram minhas certezas e opiniões. Permaneço acreditando que com pequenas ações do dia-a-dia podemos sim mudar o Brasil. Também não deixei de repudiar atitudes ilícitas, antiéticas ou imorais. Em nenhum momento questiono a competência da colega jornalista Krisley Oechsler. Eu não há conhecia até o dia que fui nomeado no cargo. Proponho inclusive um amplo debate de comunicação, com todos aqueles que saíram e os profissionais que entraram nos cargos questionados.
Lembro também que, quando falamos de cargos públicos de confiança, é preciso que se pense na interinidade. O colaborar de confiança pública é nomeado para servir a população em um período determinado por gestões.
O PMDB tem um projeto para a comunidade blumenauense. Neste momento esta idéia peemedebista está alinhada com o mesmo rumo que o PSDB e DEM defendem para o município. E este projeto foi vitorioso nas urnas. Por isso trabalhamos no governo municipal. Por sermos de confiança de nossos partidos e por ter a confiança do mandatário de Blumenau. Além de possuir a competência necessária para o exercício da função. Não sou, como vêem, nenhum paraquedista na área de comunicação. Também não sou leviano de acreditar que permanecerei no cargo de Gerente de Comunicação Social do Seterb para sempre".

TÂNIA RODRIGUES

Ainda repercutindo a nota sobre os comissionados, conversei ontem a tarde com Tânia Rodrigues, que hoje não é mais a assessora de comunicação da Vila Germânica e Secretaria de Turismo.
Segundo ela, até dezembro de 2008, ela estava lotada naquela secretaria, tendo sido nomeada pelo secretário Norberto Mette (PSDB), com a incumbência de cuidar da comunicação do órgão. Em 31 de dezembro todos foram exonerados e ficaram até fevereiro de 2009 trabalhando voluntariamente. O problema foi que, devido algumas mudanças no organograma no Turismo e na Vila Germânica, o cargo que Tânia ocupava na administração anterior sumiu repentinamente, impedindo que Norberto a nomeasse novamente. Com isso, Taninha preferiu não criar problemas para o secretário e resolveu ir embora.
Trocando em miúdos, alguém foi colocado no cargo que Tânia ocupava e ela acabou ficando na mão. Mas já tinha ouvido nos corredores da prefeitura que o DEM não cumpriu com o acordo feito antes das eleições, e abocanhou cerca de 30% dos cargos que eram designados aos tucanos. Com isso, Taninha, que era da cota do PSDB, ficou de fora para que alguém do DEM ou do PP pudesse ser nomeado.
Como já disse ontem, aqueles que estão nomeados hoje, não vacilem, pois tem uma fila lá fora esperando uma exoneração.

COMISSÃO SE REUNIU

Ocorreu na tarde de ontem, na Câmara de Vereadores de Blumenau, a reunião da Comissão Especial de Apoio e Acompanhamento à População, onde estava presente o vereador Vanderlei de Oliveira (PT), presidente da Comissão, e os parlamentares Zeca Bombeiro (PDT) e Helenice Lucheta (PSDB).
A Comissão agendará uma visita aos depósitos de alimentos e donativos e pretende também conversar com os desabrigados que ocupam de forma irregular um terreno na rua Pastor Oswaldo Hesse. A intenção é fiscalizar os encaminhamentos tomados em relação à população atingida pela catástrofe do ano passado.
Os vereadores Marcelo Schrube (DEM) e João José Marçal (PP) também fazem parte dessa comissão.
Aliás, o vereador Vanderlei de Oliveira esteve comigo no programa Passando a Limpo, na Rádio Blumenau, e disse que ainda há muita coisa a ser apurada referente a catástrofe de 2008. Uma delas é a contratação de uma empresa de transporte que recebeu cerca de R$ 320 mil para fazer o carregamento de mantimentos logo após as cheias do ano passado. A matéria completa sobre esse assunto você pode ler no Jornal Folha de Blumenau de ontem.

REIVINDICAÇÕES DOS TEXTEIS PARA LULA

Na reunião da Frente Parlamentar Mista para o Desenvolvimento da Indústria Têxtil e de Confecção Brasileira, que aconteceu ontem de manhã na Câmara dos Deputados, a senadora Ideli Salvatti (PT) recebeu um documento da Associação Brasileira das Indústrias Têxteis (ABIT) para ser entregue ao presidente Lula antes da viagem dele a China.
A intenção dos representantes das indústrias é retomar a discussão para a organização de uma missão empresarial que vai percorrer todo o país visitando as indústrias têxteis, identificando e incentivando os investimentos no setor.
“O presidente estará comigo em uma agenda que faremos juntos em Joinville um dia antes de ele embarcar para a China, e intercederei para que ele atenda ao pedido do setor. Afinal, Santa Catarina é um dos maiores produtores de tecido deste país”, disse a senadora Ideli.
A intenção da senadora é incentivar o setor para a geração de empregos, principalmente para os mais jovens.

ITAJAÍ TERÁ TERCEIRA SESSÃO

Na última terça-feira os vereadores de Itajaí aprovaram o projeto que cria mais uma sessão, as quartas-feiras, que terá a duração de duas horas. A proposta foi apresentada pela mesa diretora e tem o objetivo de agilizar os trabalhos da Câmara Municipal.
Atualmente o legislativo itajaiense realiza suas sessões as terças e quintas-feiras, a partir das 17 horas. Porém, com o grande número de matérias apresentadas pelos parlamentares, os encontros ficaram extensos e com intervalos regimentais cansativos para o público presente.
“A idéia é continuar com o dinamismo que buscamos implantar nesta casa”, diz o Presidente da Câmara, vereador Luiz Carlos Pissetti. As novas reuniões serão ordinárias e esporádicas e poderão acontecer sempre que o presidente da casa optar pela convocação dos demais vereadores.
A resolução, que altera a redação do Regimento Interno da Câmara, não acrescenta nenhum tipo de aumento salarial à nenhum funcionário do Legislativo, incluindo os próprios vereadores.



Sérgio Eduardo de Oliveira – 07/05/2009

Um comentário:

  1. Caro Sérgio!!
    Fico perplexo quando leio o e-mail desse cidadão que se diz jornalista(Não basta ter diploma para ser), ele tem a petulancia de dizer que não conhecia a jornalista que antecedeu no seu atual cargo. Ora ele como jornalista no mínimo é desinformado, pq não conhecer uma profissinal como a Krislei com tantos anos de casa, é algo inimaginável no meio!
    E quando ele tenta explicar o pq do PMDB está no gorverno, a única coisa que posso sentir é nojo.
    Isso mesmo, nojo de uma pessoa que pensa que todos são idiotas e acreditam em Papai Noel.
    Ora caro blogueiro, o PMDB é o maior partido do Brasil, tanto que está ligado a todos os gorvernos. Afinal eles tem muitos filiados e precisam arrumar "boquinha" para todos os seus incopetende plantão.
    Abraços

    ResponderExcluir