segunda-feira, 17 de agosto de 2009

CAMINHOS DE LULA

A senadora Ideli Salvatti (PT) usará da mesma estratégia do presidente Lula para tentar vencer as eleições para o governo de Santa Catarina em 2010. Assim como o presidente, que buscou em Minas Gerais, quem tem um grande colégio eleitoral e é reduto tucano, um empresário, José Alencar, para ser seu vice. Ideli também tenta fazer com que seu vice seja Udo Dohler, empresário da cidade de Joinville, que é o reduto eleitoral do governador Luiz Henrique da Silveira e um dos maiores colégios eleitorais do estado.
Além de tudo isso, Dohler tem o apoio do empresariado catarinense e pode ser um bom captador de recursos para a campanha.
Inevitavelmente, hoje, a decisão das candidaturas terá que passar pela cidade de Joinville. Mas nesse caso, quem sairá na frente será aquele que conseguir o apoio de Luiz Henrique e do prefeito Carlito Merss.

TÉCNICOS AVALIAM PORTO DE ITAJAÍ

Técnicos do Instituto Militar de Engenharia estarão hoje no porto de Itajaí para verem de perto os prejuízos provocados pela enchente do ano passado. Essa avaliação será fundamental para o estudo que o Exército vai apresentar para a reconstrução dos dois berços porto. O estudo é esperado para terça ou quarta-feira. A Senadora Ideli Salvatti (PT) propôs que o Exército finalize as obras e lembrou que a escolha do Exército não dependerá de licitação, agilizando assim a reconstrução do porto de Itajaí, para que ele volte a operar com capacidade máxima.
As obras foram interrompidas porque o consórcio que executava os trabalhos solicitou um aditivo de 50% no contrato. O TCU analisa o pedido, mas ainda não se pronunciou. A Secretaria Especial de Portos também avalia a realização de uma nova licitação. Segundo a senadora, a economia da cidade depende em cerca de 70% do porto de Itajaí.
É uma falta de respeito e vergonha ba cara de um governador desleixado e de um presidente mal informado.
Agora é a cidade de Itajaí quem está pagando esse pato.

EM SANTA CATARINA



É bem provável que no mês de setembro a ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva (ainda no PT), venha para Santa Catarina fazer um reconhecimento do terreno com vistas para a eleição do ano que vem, onde ela pretende sair candidata a presidente pelo PV.
E neste caso quem deve representar o PV aqui no estado, já que o ex-presidente Gerson Basso fio afastado, e fazer as honras da casa para a pré-candidata é o suplente de deputado estadual Ivan Naatz, que vai se candidatar novamente a uma cadeira na Assembléia em 2010.
Aliás, não tem um movimento popular que Naatz não participe nesses últimos meses. Esteve em várias rádios falando sobre o processo de cassação do governador, da falta de segurança no Vale do Itajaí, da concessão do esgoto em Blumenau e já promete outras investidas daqui para frente.
De grão em grão a galinha enche o papo. Se vai ganhar ainda não sabemos, mas que tem usado bem essas situações para se aproximar do eleitor, isso ninguém duvida.

LICENÇA



Na tarde do último sábado, na reunião da executiva estadual, o deputado federal Fernando Coruja decidiu se licenciar da presidência do PPS Catarinense pelo período de noventa dias.
Em seu lugar, assume o cargo interinamente Claudir Maciel. Coruja informou que necessita desses três meses para tratar de assuntos particulares.
O PPS integra a base de apoio do governador Luiz Henrique aqui no estado, mas dependendo de como irão se configurar as candidaturas para 2010, pode ser oposição no ano que vem.

NÃO AO CASAL AMIN



Segundo o deputado federal Leodegar Tiscoski, o PP de Santa Catarina não quer mais o casal Esperidião e Ângela Amin como candidatos ao governo do estado em 2010. Segundo ele, Hugo Biehl será sim o representante do partido no ano que vem. Disse também que, se Ângela confirmar sua pré-candidatura ao governo de SC, terá que enfrentar uma disputa interna.
"As bases do partido querem renovação. Chega de Amin para governador. Poderemos ter Ângela ou Esperidião para disputa do Senado, mas não para o Governo", finalizou Tiscoski.

PINHO MOREIRA E O PT



O deputado federal Cláudio Vignatti (PT) está articulando dentro do seu partido para que, no próximo dia 24, aconteça a primeira reunião entre o presidente do PMDB, Eduardo Pinho Moreira, e a Senadora Ideli Salvatti em Brasília para a discussão de uma possível aliança para em 2010.
Vignatti disse que na sexta-feira passada aconteceu uma reunião entre ele, a senadora Ideli Salvatti e o prefeito de Joinville, Carlito Mers, para discutir possíveis alianças para as eleições do ano que vem.
Outro grande interessado nesse assunto é o presidente nacional do PMDB, Michel Temer, que deseja que essas alianças entre o PMDB e o PT ocorram no maior número de estados para que ele possa emplacar seu nome como o candidato a vice na chapa de Dilma Roussef (PT).

MST E O ESGOTO

Eu entendo e até apoio as manifestações contra a concessão do sistema de esgotamento sanitário para uma empresa privada, mas não consigo digerir o MST participando da passeata contra o Samae na última sexta-feira. O MST, que é um movimento que descumpre as leis e que invade terra produtiva, não deveria ter a permissão dos organizadores do movimento para participar de uma reivindicação onde se busca pelo menos um pouco mais de informação sobre como tudo está sendo feito pela prefeitura e Samae.
Com o MST a tira colo, todo essa discussão fica parecendo mais uma briga política do que uma briga social.
Na verdade, tudo isso não passa de mais um evento para que futuros candidatos apareçam, já visando às eleições de 2010, e de mais uma oportunidade para que os partidos de oposição ao governo municipal tentem ocupar mais espaço na mídia.
Mesmo essa reivindicação sendo justa e verdadeira, a população tem que tomar muito cuidado com os espertalhões de plantão.

GRIPE A NO LITORAL

Parece que pelas bandas de Balneário Camboriú a coisa ta realmente preocupante por causa da gripe A. O prefeito Edson Piriquito (PMDB) decretou estado de emergência na cidade e a Câmara de Vereadores e a Vara da Família estão fechadas temporariamente com medo da doença.
O secretário de saúde do município, José Roberto Spósito, já havia pedido para o prefeito para que todas as casas noturnas da cidade também fechassem as portas até que a coisa melhore, mas Piriquito preferiu ouvir os prefeitos das cidades vizinhas para tomar uma decisão.

DENÚNCIA



Segundo matéria do jornal Gazeta de Joinville deste fim de semana, a direção das escolas municipais, por ordem da secretaria de educação da cidade, teria enviado listas para os pais de alunos pedindo material de limpeza e mantimentos, que seria obrigação da administração municipal ceder aos estabelecimentos de ensino.
O secretário Marquinhos Fernandes nega a arrecadação dos produtos, mas um desses bilhetes foi mostrado na reportagem, onde a escola Paul Harris solicita desde água sanitária (2 litros) e lustra móveis (1 tubo) a esponja (pacote com 3) de louça e bombril (1 pacote).
Alguns alunos disseram que em troca, as escolas estariam oferecendo passeios ao zoológico e sessões de cinema com direito a pipoca.
O secretário reafirma que não são feitas gincanas e que os materiais de limpeza são fornecidos pela Secretaria de Educação.
Agora cabe ao ministério público investigar essas denúncias.




Sérgio Eduardo de Oliveira – 17/08/2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário