sexta-feira, 21 de agosto de 2009

IMPORTÂNCIA

Plagiando o meu amigo Amauri Pereira, da Rádio Blumenau AM, ouvi de uma raposa felpuda que o Blog do NEURôNIO está começando a causar furor na classe política de Blumenau, em especial na Câmara de Vereadores, a ponto de fazer com que o diretor do legislativo, César Botelho, convocasse uma reunião para discutir o que eu escrevi aqui tempos atrás.
Provavelmente por conta de uma nota onde critiquei a postura de alguns correligionários, mas mesmo assim me sinto muito envaidecido por estar sendo levado a sério no trabalho que faço como blogueiro e, quem sabe, como formador de opinião.
Mas quero esclarecer que, independente da empresa ou do político que venha a prestar assessoria como homem de comunicação que sou, o que eu escrevo no blog nada tem a ver com o que eles pensam ou dizem.
O Blog do NEURôNIO nunca vai entrar como ferramenta de trabalho para qualquer assessoria que eu faça ou venha a fazer no futuro.
Então, depois desse esclarecimento, quero agradecer a classe política pela importância que dão às minhas opiniões e também aos leitores que fazem do Blog do NEURôNIO um canal de informação diária.
Muito obrigado!

UM AMIN NA MAJORITÁRIA



Depois que o PP estadual anunciou que a escolha do candidato ao governo pode ser através de prévias, conversei com Esperidião Amin para saber se a sua esposa, Ângela Amin, é ou não pré-candidata à vaga. Primeiro que, segundo Esperidião, o PP tem a obrigação de oferecer uma proposta de mudança em SC. Segundo que o partido pretende chegar a um critério para essa escolha e intenção de voto, rejeição e capacidade de aglutinar apoios, no 1º e 2º turnos, são fatores importantes.
Amin questiona que, se o PMDB fechar com o PT nacionalmente, a tríplice aliança irá resistir, seria mantida?
Enfim, Esperidião afirmou que se Ângela for candidata do partido, ele não sairá para o senado, pois na visão dele, dois Amins na majoritária seria inadequado e possivelmente sairia candidato a deputado federal.
Mas se a Dona Ângela, como ele mesmo a chama, tentar a reeleição, ele se colocou a disposição do partido para ser o candidato ao senado.
Apesar das últimas derrotas, Amin ainda é, hoje, o nome mais forte para bater de frente com Luiz Henrique.

NAATZ NO COMANDO DO PV

Conversei também com o advogado Ivan Naatz sobre o futuro do PV em Santa Catarina. Segundo ele, os presidentes municipais do PV do estado, por unanimidade, pediram o afastamento de Gerson Basso do comando da sigla.
O clima dele, Gerson Basso, já não era bom, e quando ele assumiu a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Florianópolis, levantando a mão do prefeito Dário e dizendo que "ele seria o novo governador do Estado", o caldo entronou de vez, explicou Naatz.
E como a política ambiental do PMDB (leia-se Código Ambiental de SC) afronta os princípios do PV, Ivan Naatz não vê motivos para que seu partido se aproxime do PMDB. Segundo ele, qualquer aproximação com os peemedebistas seria no mínimo "constrangedor" para a legenda.
No dia 11 de agosto, em Gaspar, os presidentes municipais referendaram o nome do empresário Cláudio Fischer e do suplente de deputado estadual Ivan Naatz para assumirem os destinos do PV em SC, na condição de presidente e vice respectivamente.
Formou-se, então, uma nova executiva estadual que foi remetida para Brasília e que agora aguarda a nomeação da executiva nacional, coisa que deve acontecer nos próximos dias.
Então se espera que, depois da confirmação da nova diretoria, o PV catarinense possa dar um suporte firme para a provável candidata a presidente Marina Silva, coisa que ainda não tem condição.

TRÊS PROJETOS



Depois que publiquei a nota que informava que o projeto de lei, que proíbe o fumo em lugares fechados, de autoria do deputado Giancarlo Tomelin (PSDB), estava parado na CCJ da Assembléia, recebi um e-mail da assessoria do deputado Jean Kuhlmann (DEM) fazendo algumas correções. Segue abaixo o texto na íntegra.

“Acho muito importante a aprovação do projeto contra fumo, mas quero esclarecer que na verdade o deputado Tomelin foi o terceiro a apresentar a idéia. O primeiro foi o deputado Antônio Aguiar (PMDB), em 2005. O segundo foi o deputado Jean Kuhlmann (DEM), que entrou com o projeto 271/2008, prevendo o fim dos "fumódromos" e por último, o deputado Tomelin (PSDB), com o projeto 273/2008. Como prevê o regimento da Casa, os três projetos, por tratarem de assuntos semelhantes, foram apensados e deverão ser substituídos por uma emenda substitutiva e ainda não foram aprovados pela Comissão de Constituição e Justiça”.

REAÇÃO 1



O Senador Flávio Arns (PT-PR) disse estar envergonhado por ser filiado ao Partido dos trabalhadores. Para ele, o PT rasgou a sua principal bandeira, que era a ética, depois de ter votado favorável ao arquivamento das denúncias contra José Sarney (PMDB-AP).
“O PT tem de buscar outra bandeira, porque a ética deixou de existir, foi jogada no lixo”, disse Arns.
O Senador petista também criticou a nota divulgada por Ricardo Berzoini, presidente nacional do PT, que pediu para que os membros do PT no Conselho de Ética do Senado votassem pelo arquivamento das denúncias.
Na nota, Berzoini diz que a crise pela qual passa a instituição, neste caso o Senado, é fruto da disputa sobre a eleição do ano que vem e isenta Sarney de responsabilidades.

REAÇÃO 2

“Eu me envergonho de estar no PT, com esse direcionamento que o partido está fazendo. Quero dizer isso de maneira muito clara para todos os meus eleitores. Houve um equívoco. Quando entrei no partido, achava que bandeiras eram pra valer, não eram de mentira”. Esse é mais um trecho do discurso do senador Flávio Arns (PT-PR) sobre o seu partido.
Logo depois de falar durante a reunião do conselho, Arns deu entrevista à imprensa admitindo que possa até deixar o partido. Ele disse, no entanto, que espera fazer isso com o reconhecimento da Justiça, uma vez que, a seu ver, o PT teria se afastado de seus princípios.

TUCANO CRITICA IDELI

O deputado estadual Giancarlo Tomelin (PSDB) criticou de forma incisiva, no seu pronunciamento de quarta-feira na Assembléia, a postura da senadora Ideli Salvatti (PT), que votou pela absolvição de Sarney. “O que aconteceu no Senado envergonha o país e a classe política. A ética jogada de lado com o apoio da senadora Ideli. Mais uma vez ela se posicionou ao lado de figuras como Sarney, Fernando Collor de Mello (PTB-AL) e Renan Calheiros (PMDB-AL)”, afirmou. Tomelin disse ainda que a população poderá dar uma resposta nas eleições de 2010.
Depois das críticas de Tomelin, o também deputado estadual Décio Góes (PT) subiu na tribuna para retrucar. “Querem paralisar o país com esta crise do Senado. O que acontece lá é um problema estrutural, que não se resolve com a troca de comando, como ficou evidente com as saídas de seus últimos quatro presidentes. O Senado tem 15 mil funcionários e consome milhões de reais a cada ano. É preciso uma profunda mudança para que se corrijam estes absurdos”, argumentou.
Já o deputado Dirceu Dresch, também do PT, fez a seguinte pergunta: “Será que de fato precisa existir um Senado Federal?”.
O povo que responda nas urnas!

PINTURA


Quero reforçar aqui o pedido que a vereadora Norma Dickmann (DEM) fez ontem na tribuna da Câmara de Vereadores de Blumenau, onde ela solicita a pintura da divisão de vagas para estacionamento em todas as vagas da área azul, em Blumenau.
Em espaços onde cabem 4 veículos, tem gente que estaciona no meio de duas vagas, impedindo o melhor aproveitamento do espaço e diminuindo o número de vagas naquela via.
Uma simples pintura no chão pode resolver esse problema, fazendo com que também os guardas de trânsito possam chamar a atenção de motoristas que não sabem dividir os espaços públicos com os outros motoristas.
Parabéns vereadora.

MARINA SILVA



Depois que a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva divulgou sua saída do PT, rumando para o PV para ser a candidata do partido a presidência da república, o cantor e também ex-ministro da Cultura, Gilberto Gil, já afirmou que pode aceitar ser o vice de Marina se for convidado.
"Uai, claro que existe possibilidade de dizer sim. Existe possibilidade de dizer não, existe possibilidade de tudo. Mas só quero dizer a ela, se ela me convidar", disse Gilberto Gil durante aula magna aos alunos da Universidade Estácio de Sá, no Rio de Janeiro.

PISO SALARIAL

Em virtude de um pedido de vista do deputado Kennedy Nunes (PP), o parecer do Projeto de Lei Complementar que institui o salário mínimo regional para Santa Catarina, ficou para ser votado na reunião da Comissão de Finanças e Tributação da próxima quarta-feira.
Ele ainda vai passar por outras comissões na Assembléia de SC para somente mais tarde ir a plenário para ser aprovado, ou não, pelos deputados estaduais.
Na sessão da manhã de ontem, o clima estava pesado na Assembléia. Todos os 40 deputados estão com a espada sobre suas cabeças, pois se aprovarem esse projeto de lei, ficam mal vistos pelos empresários, que sempre ajudam financeiramente nas campanhas. Mas se não aprovarem, perdem prestígio com o eleitor.



Sérgio Eduardo de Oliveira – 21/08/2009

6 comentários:

  1. Interessante o esclarecimento da primeira nota. Até mesmo porque em toda coluna tem algo do sr. Giancarlo ou do PSDB. Em sua primeira coluna'depois de contratao por ele, foram três notas de interesse do PSDB. Interessante que isso não lhe influencia, não?

    ResponderExcluir
  2. não da bola Sérgio, esse aí deve ser do PT, o mesmo pessoal que salvou o Sarney. provavelmente ta sendo pago pela família Lima, não aquele que tem talento pra tocar e cantar, mas sim aquela que tem talento pra enganar.

    ResponderExcluir
  3. É isso aí meu amigo, ou esse aí é de um outro blog com ciúmes ou é mais um cara de pau que tenta salvar a pele daquele pessoalzinho do PT, partido dos tanso.

    ResponderExcluir
  4. tenho certeza que o primeiro comenta´rio é coisa de alguém do psdb que ta com medo do tomelin. Coisa de fogo amigo. tem gente dedntro do partido que pela frente é uma coisa e por tras te mete a faca.

    ResponderExcluir
  5. chega perto da eleição e os babacas começam aparecer. não liga não sérgio, esse tipinho de gente sempre quer destruir os outros, só porque não valem nada.

    ResponderExcluir
  6. amei a ideia da norma
    isso ai
    devemos unirmos para conseguirmos melhorar nossa cidade, todos os dias, deixem a neura para quem gosta
    bjusol

    ResponderExcluir