quarta-feira, 26 de agosto de 2009

MENGARDA DISPARA CONTRA DÉCIO



No programa Passando a Limpo de ontem, da Rádio Blumenau, o professor Valdecir Mengarda, hoje no PMDB, afirmou que a candidatura dos partidos de esquerda, entre eles o PDT, PV, PSol e PTB, para a prefeitura de Blumenau nas eleições de 2008, teve interferências decisiva das executivas estadual e nacional para o desmanche de uma proposta alternativa em Blumenau.
Mengarda disse que os grandes responsáveis do desmanche desse movimento foram o presidente estadual do PDT, Manoel Dias, e do deputado e candidato do PT naquela ocasião, Décio Nery de Lima.
Do dia para a noite, segundo Mengarda, Amauri Cadore (PDT) passou de candidato do partido para vice de Décio.
Segundo ele, se esse grupo tivesse se mantido, eles teriam o tempo de televisão maior do que o PT e provavelmente estariam no segundo turno com o prefeito João Paulo Kleinubing (DEM).
Por conta de tudo isso, segundo o professor, Décio ágil rápido para desmanchar um grupo que tinha força política, mas não tinha dinheiro e nem o apoio das executivas estaduais.

CHAMA A POLÍCIA



Os deputados estaduais que integram a Comissão de segurança Pública da Assembléia vistoriaram o Presídio Regional de Rio do Sul. Segundo o relatório feito, há falta de água, ausência de comunicação via telefone e Internet, falta de mais guaritas de segurança, baixa visibilidade e mau posicionamento das guaritas existentes, não há tratamento de esgoto, não há muro de segurança e não conta com gerador próprio de energia.
O Presídio foi inaugurado no dia 25 de maio deste ano sem mesmo ter suas obras terminadas, mas mesmo assim está sendo utilizado pela Secretaria de Segurança Pública Estadual.
Já fugiram de lá dez detentos e outras tentativas de fuga já ocorreram. Nas celas com espaço para no máximo oito presos, já abrigam de 10 a 14 apenados.
Na minha opinião, a mesma justiça que prende o bandido, deve responsabilizar o governador Luiz Henrique (PMDB), o vice Leonel Pavan (PSDB) e principalmente o secretário de Segurança Pública do Estado, o senhor Ronaldo Benedet (PMDB), que autorizaram o uso dessa instituição sem ter a devida condição.
Esse tipo de irresponsabilidade administrativa deve ter punição, caso contrário corremos o risco de vermos, daqui para frente, coisa muito pior.
Só para lembrar, ano que vem tem eleição.

CORTES

O governo Lula anunciou ontem a tarde o corte de R$ 160,98 milhões dos R$ 302,050 milhões de emendas parlamentares para Santa Catarina. Segundo o deputado federal Paulo Bornhausen (DEM), o corte promovido pelo Governo nas emendas dos parlamentares catarinenses é superior a 50%. Ele considera "uma demonstração de descaso e de perseguição a Santa Catarina”.
Bornhausen cobrou do presidente Lula, da senadora Ideli e da bancada do PT de Santa Catarina uma explicação sobre o que está acontecendo, pois, segundo ele, "isso é o mínimo que se pode fazer por Santa Catarina”.
Mas essa notícia também não agradou nada a senadora Ideli Salvatti (PT), pois atinge em cheio a sua pré-candidatura ao governo do estado.
Ideli tem amargado muitas críticas por defender com unhas e dentes o governo Lula. Esse corte atingiu até mesmo a Universidade Federal da Fronteira do Sul, localizada em Chapecó, que foi aprovada pela Comissão de Educação do Senado e que irá à sanção do presidente da República.

CARTÃO PARA OS COMISSIONADOS

O suplente de vereador do PP, Aílton de Souza, que está na sua última semana de exercício, encaminhou uma proposta pra lá de polêmica. Ele apresentou, na tarde de ontem na Câmara de Blumenau, um projeto de lei que obriga os ocupantes de cargos em comissão, os chamados comissionados, a também baterem cartão como os demais funcionários públicos da cidade.
"Hoje temos cerca de 300 comissionados e cerca de 6 mil funcionários públicos que batem o cartão ponto. Essas pessoas devem ser valorizadas", justificou Ito.
Para ele, tal medida servirá para acabar com as críticas contra a administração municipal sobre comissionados que supostamente não estão no seu local de trabalho.
Mas o vereador disse também que, após ter concedido uma entrevista dizendo que iria apresentar o projeto, sofreu ameaças por telefone, o que não o impediu de levar adiante a proposta. Quanto à aprovação da matéria, mostrou-se otimista: "Há uns tempos os vereadores afirmaram não ter cargos comissionados no Executivo, por isso, não irão se opor".
Essa eu quero ver se realmente vai passar.

PINHO MOREIRA EM BRASÍLIA



Durante todo o dia de ontem o presidente estadual do PMDB, Eduardo Pinho Moreira, esteve em Brasília para tratar da aliança do seu partido com o PT. De manhã esteve com o presidente da Câmara, Michel Temer. Comenta-se que no período da tarde, Pinho Moreira passou pelos gabinetes dos petistas Cláudio Vignatti e Décio Lima e que também já teria agendado com a senadora Ideli Salvatti uma conversa na semana que vem.
A noite, ele se reuniu com os deputados federais e senador do PMDB catarinense para costurar a aliança que pode colocá-lo numa chapa com o PT em 2010. Temer também já manifestou seu interesse pela aliança com o PT. Quer a vaga de vice na chapa da ministra Dilma Rousseff.
Nessa engenharia de Eduardo, tem um problema chamado Luiz Henrique da Silveira.

INDECISÃO DE DALÍRIO

O presidente do Badesc, Dalírio Beber (PSDB), não tem tanta certeza se vai mesmo concorrer a uma vaga na Câmara Federal. O que mais assusta Dalírio é o custo da campanha. Segundo ele, para percorrer o estado necessitaria de no mínimo R$ 2 milhões. Também, segundo sua análise, precisaria arrancar com um bom número de votos aqui dentro de Blumenau, para completar o total com votos que buscaria fora.
O problema é que, mesmo com maior visibilidade, ele sabe que ainda não conseguiria obter a quantidade suficiente para garantir a vitória.
Com isso, o PSDB de Blumenau pode ter que estudar outro nome que estaria disposto a se aventurar nessa empreitada.

UTILIDADE PÚBLICA

A partir desta quinta-feira, a Farmácia Popular vai reabrir suas portas após ser totalmente reformada pela Prefeitura por conta da tragédia de 2008. São 100 tipos de medicamentos disponibilizados a preço de custo para a comunidade, bastando a pessoa apresentar a receita médica proveniente do SUS ou particular. A Farmácia Popular fica na rua Antônio da Veiga, 140, no Campus I da Universidade Regional de Blumenau (Furb), defronte à biblioteca. O horário de funcionamento será, das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, sem intervalo para almoço, e nos sábados, das 8h às 12h. A Farmácia Popular conta com uma equipe de 7 pessoas para atendimento. O telefone para contato é 3222-3271.

ESTATUTO DA JUVENTUDE

A Câmara lançou ontem uma nova comunidade virtual para discutir o Estatuto da Juventude (Projeto de Lei 4529/04). A comunidade ficará hospedada no portal e-Democracia - www.edemocracia.camara.gov.br.
Por meio do site, é possível fazer comentários e sugestões nos fóruns temáticos, participar de salas de bate-papo, acessar os documentos e apresentar sugestões para texto do projeto de lei.
Para participar da nova comunidade, é preciso acessar o portal e-Democracia, cadastrar-se como usuário e clicar no ícone do Estatuto. Qualquer pessoa pode contribuir para o debate.
Todo o projeto será debatido no e-Democracia, segundo a relatora do Estatuto, deputada Manuela D'Ávila (PCdoB-RS). Os temas iniciais para debate incluem a capacitação para o trabalho, a obrigatoriedade ou não do ensino médio, os programas de planejamento familiar e de prevenção a doenças sexualmente transmissíveis e medidas que beneficiem a população jovem que cumpre alguma pena judicial.
Elaborado pela Comissão Especial da Juventude, instalada em 2003, o PL 4529/04 regulamenta os direitos das pessoas com idade entre 15 e 29 anos.
O Estatuto define como obrigações da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público assegurar aos jovens a efetivação de diversos direitos.
Então quem quiser, é só acessar e participar.




Sérgio Eduardo de Oliveira – 26/08/2009



Nenhum comentário:

Postar um comentário