quinta-feira, 27 de agosto de 2009

PONTES DE BLUMENAU

Digo para os leitores do Blog do NEURôNIO que em breve teremos novidades no caso das pontes de Blumenau. Vale a pena esperar.

AMIN EM BLUMENAU 1



Ontem de meio dia tive a oportunidade de encontrar com o ex-governador Esperidião Amin, que passou por Blumenau apenas para uma conversa com esse blogueiro e alguns correligionários e amigos.
A pauta foi, como já era previsto, política estadual. Amin não fez grandes declarações, mas disse defender a escolha do candidato do PP para as eleições de 2010 até o fim de outubro, o que não acredita que aconteça.
Quem também apareceu foi o Secretário de Articulação Política de Blumenau, Edson Brunsfeld, que já garantiu que será candidato a deputado estadual pelo partido. Disse que se não for referendado pelo PP blumenauense, será pelo PP estadual, podendo assim apoiar qualquer candidato a deputado federal do seu partido.
Essa observação foi um recado direto para o deputado federal João Pizzolatti, que hoje comanda o partido na cidade.

AMIN EM BLUMENAU 2



Amin não quis falar muito sobre a sua candidatura, mas deixou entender que deve mesmo sair como o postulante a Câmara Federal.
“Do jeito que ta o Senado, prefiro ser chamado de ex-governador”, brincou.
Na análise de Amin, hoje a senadora Ideli Salvatti (PT) não tem chances de vitória para o governo estadual. Ele acredita que Ideli sucumbirá a vontade do governo federal, tentando novamente a vaga para o senado, deixando a brecha para uma possível aliança entre o PT e o PMDB, onde provavelmente teria a dupla Eduardo Pinho Moreira e Cláudio Vignatti como candidatos ao cargo do governador Luiz Henrique.
Com isso, Amin tem quase certeza que Luiz Henrique não cumpre a promessa de deixar a chave do cofre do estado nas mãos dos tucanos a partir de janeiro de 2010. Por conta dessas e de outras possibilidades é que aconselha o PP catarinense a esperar um pouquinho mais para definir seus candidatos ao governo e ao senado.
Depois da nossa conversa, Esperidião rumou para Rio do Sul, onde foi dar uma palestra da Unidavi.

PORTO DE ITAJAÍ

O Tribunal de Contas da União determinou que a Secretaria Especial de Portos adote o mais rápido possível as medidas cabíveis para o início das obras no Porto de Itajaí. Com isso, a Secretaria tem que fazer as correções e garantir os recursos para a aprovação dos projetos dessas obras.
A enchente de 2008 destruiu 500 metros de cais do Complexo Portuário do Rio Itajaí-Açu, incluindo dois berços de atracação de navios e sua retroárea, causando ainda o assoreamento do canal de acesso, fazendo com que apenas pequenas embarcações pudessem operar no local.
No seu parecer, o TCU também apontou as falhas dos contratos emergenciais feitos em caráter excepcional, como projeto básico deficiente e contratos firmados por tempo superior ao permitido por lei. Embora seja recomendável nova contratação emergencial, são possíveis as prorrogações dos contratos emergenciais em caráter excepcional. Caso a administração decida pela contratação de novas empresas, terá que evitar as falhas e inconsistências vistas nos contratos anteriores.
A assessoria do deputado federal João Pizzolatti (PP) enviou cópia de todos os documentos despachados pelo TCU sobre o caso.
Parabéns!

IRRITAÇÃO DE COLOMBO



Com relação ao parecer do TCU no caso do Porto de Itajaí, o Senador Raimundo Colombo (DEM) criticou o Presidente Lula (PT) por ter culpado o Tribunal de Contas da União pelo atraso nas obras do PAC. Segundo Colombo, apenas 0,2%, ou seja, apenas 5 obras do Plano de Aceleração do Crescimento estão paralisadas por indícios de irregularidades constatadas pelo órgão.
O senador também destacou que, em 2007, 80% das obras paralisadas pelo TCU aconteceram por problemas decorrentes do fluxo orçamentário financeiro da obra, ou seja, por culpa do governo, que pagou mais do que deveria.
“Quem tem 80% de culpa na paralisação das obras culpa quem tem 0,2% da responsabilidade pelas obras paralisadas”, destacou Colombo. Ele também acrescentou que a investigação do TCU possibilitou uma economia de R$ 6 bilhões no custo das obras averiguadas.
O senador afirmou que não pode aceitar a ação irresponsável do governo federal, que joga para o TCU a culpa de sua incompetência e da falta de resultados.

NOVO SECRETÁRIO



Hoje o Secretário de Articulação Política da PMB, Edson Brunsfeld (PP), assume interinamente a Secretaria de Defesa Civil. Ele vai acumular as duas funções, depois da saída do General Jairo César Nass, até que o Coronel Carlos Olímpio Menestrina, que já fez parte do governo Kleinubing como Presidente do Seterb, e que atualmente ocupa o cargo de diretor operacional do Corpo de Bombeiros de Blumenau, receba a liberação do Governo do Estado para assumir a função. Menestrina acumulará as duas funções, sendo que o cargo de secretário não terá ônus para o município.
O convite partiu do próprio Brunsfeld, com o aval de João Paulo Kleinubing, que lembraram do nome de Menestrina por conta do trabalho realizado na enchente de 2008.

OUVI DIZER

Por conta de alguns problemas políticos com o PMDB, comenta-se na Prefeitura de Blumenau que o prefeito João Paulo Kleinubing (DEM) só trata de assuntos políticos com os peemedebistas através do seu vice, Rufinus Seibt.
Segundo alguns membros ligados a administração municipal, João Paulo sequer recebe o presidente do PMDB, César Botelho.
Este não é visto com bons olhos por muitos que compõe a coligação que elegeu Kleinubing em 2008.
Na verdade, sabe-se há muito tempo que César Botelho , que é genro de Renato Vianna, não causa suspiros ma maioria do pessoal da imprensa local.
Contatos com ele, só por obrigação.
É o que dizem!

SEGURANÇA PÚBLICA 1

Ontem, no plenário da Assembléia Legislativa de SC, o deputado Joares Ponticelli (PP) disse que foi enviado para a Justiça Eleitoral cópia das informações divulgadas pela imprensa dando conta de que o secretário de Segurança Pública do Estado, Ronaldo Benedet (PMDB), estaria usando as solenidades de entrega de viaturas em todo o estado como campanha eleitoral, pois Benedet já avisou que é candidato em 2010, ou a deputado federal ou tentará a reeleição para a Assembléia de SC.
“Trata-se de campanha eleitoral antecipada e uso da máquina do estado”, alertou Ponticelli. Disse ainda que “se existem 36 secretarias regionais, por que o secretário tem de pessoalmente distribuir as viaturas? “.
Os números do Fórum Brasileiro da Segurança Pública, revelando que Santa Catarina foi o estado que teve a maior redução em investimentos nas ações de combate à criminalidade, reforçaram a indignação do deputado.
“O comparativo entre os anos de 2007 e 2008 mostra que o estado teve uma redução de 83,4%, a maior do Brasil. Também outro recorde negativo em termos de Brasil: aparece com o aumento de 12% no número de homicídios, superando outros estados como Goiás e o Rio Grande do Sul”, acrescentou.

SEGURANÇA PÚBLICA 2



Outro aspecto negativo, segundo Joares Ponticelli, foi a postura escandalosa do promotor de Justiça de Rio do Sul, Ernani Dutra, quando da visita da comissão especial de parlamentares para verificar as condições do novo presídio regional daquele município. A visita de inspeção foi motivada pelas denúncias, divulgadas amplamente pela imprensa, de que aquele presídio não tinha as mínimas condições de ser operacionalizado.
Para o deputado estadual, mesmo com todas essas evidências, o promotor Ernani Dutra adotou uma postura totalmente partidária em defesa do governo do PMDB, partido pelo qual ele concorreu a um cargo eletivo. A postura partidária do promotor foi tão explícita, conforme as declarações de Ponticelli, que chegou a acusá-lo de coisas inverídicas, como a de que o deputado teria participado da inauguração, em 2002, do presídio de São Pedro de Alcântara. “Uma deslavada mentira”, rebateu Ponticelli, que anunciou que irá recorrer à Corregedoria do Ministério Público e ao Conselho Nacional do Ministério Público, representando contra o promotor.

RECURSOS GARANTIDOS

Conforme divulgou a assessoria da Senadora Ideli Salvatti (PT), os recursos para viabilizar a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) estão assegurados. Apesar de parte do valor destinado à UFFS figurar na lista de cortes de emendas parlamentares no orçamento da União para Santa Catarina, sua implantação já estava prevista pelo ministério da Educação. Com isso a instituição não será afetada pela revisão orçamentária. As aulas na UFFS devem começar em março de 2010.
Ideli também apurou as razões do cancelamento dos R$ 50 milhões propostos pela bancada catarinense no Congresso para apoio a obras preventivas de desastres (equipamentos e serviços) no Estado. A justificativa da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização é de que tal montante está incluído na Medida Provisória (MP) 448, editada em dezembro de 2008 para ajudar as vítimas e recuperar a infraestrutura atingida pelas enchentes ocorridas no mês anterior.

BAIXARIA NA TV

A Coordenação Executiva da campanha "Quem Financia a Baixaria é Contra a Cidadania" divulga hoje o 16º ranking da baixaria na TV, em audiência pública promovida pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados.
Do último ranking, divulgado em outubro de 2008, até o presente, foram recebidas 874 denúncias de telespectadores através do site da campanha (www.eticanatv.org.br) e do Disque Câmara (0800 619 619).
Apelo sexual, incitação à violência, apologia ao crime, desrespeito aos valores éticos da família e horário impróprio são as principais reclamações dos telespectadores que nortearam a elaboração do 16º Ranking da Baixaria na TV.Dentre os cinco programas mais denunciados, dois são reincidentes: o Super Pop, da RedeTV, que já havia figurado nos rankings de 2006 e 2008, e o Pânico na TV, da mesma emissora, que esteve presente no ranking de 2008.
O novo campeão de reclamações é o Jogo Aberto, programa esportivo da TV Bandeirantes, alvo de oitenta e oito denúncias fundamentadas e analisadas pelos membros que dão os pareceres da campanha.




Sérgio Eduardo de Oliveira – 27/08/2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário