quinta-feira, 6 de agosto de 2009

UMA VOZ DIFERENTE



O deputado estadual Renato Hinning, do PMDB, é o único parlamentar a se colocar contra o projeto que institui o salário mínimo regional em Santa Catarina, enviado para a Assembléia de SC pelo governador Luiz Henrique, do mesmo partido.
No encontro na Associação Comercial e Industrial de Florianópolis, o deputado Renato Hinning, que é da base aliada do governo, mostrou os seus motivos pela decisão.
Segundo Hinning, “os acordos coletivos têm funcionado adequadamente, não sendo necessária a implantação do salário mínimo regional”.

A VOTAÇÃO

Como informei ontem, o projeto do vereador blumenauense Fábio Fiedler (DEM), que proíbe o consumo de bebidas alcoólicas em praças e parques da cidade, foi aprovado na sessão de terça-feira da Câmara de Vereadores de Blumenau.
Agora o projeto de lei vai para sanção ou não do prefeito João Paulo Kleinubing. Segundo pessoas ligadas ao prefeito, a intenção é não sancionar e deixar que os próprios vereadores decidam se ela entrará em vigor ou não.
João Paulo não quer ser o pai da criança.
Abaixo segue o placar da votação.

Favoráveis
Antonio Veneza de Souza (DEM)
Fábio Fiedler (DEM)
Jovino Cardoso Neto (DEM)
Helenice Luchetta (PSDB)
Marco Antônio Wanrowsky (PSDB)
Napoleão Bernardes (PSDB)
João José Marçal (PP)
Zeca Bombeiro (PDT)

Contrários
Marcelo Schrubbe (DEM)
Roberto Tribess (PMDB)
Vanderlei de Oliveira (PT)

Abstenções
Ailton dos Santos (PP)
Arnaldo Zimmermann (PT)
Norma Dickmann (DEM)

(*) o presidente Jens Juergen Mantau (PSDB) só votaria em caso de empate.

O PLACAR

Não posso criticar ou elogiar os vereadores que votaram contra ou favorável a esse projeto. Mas ainda não consigo aceitar qualquer legislador, seja ele vereador ou deputado, se abster de uma votação de qualquer projeto de lei. Mesmo que entre as três abstenções tenhamos apenas suplentes. Tenho a absoluta certeza que todos sabiam do que se tratava a matéria.
Se for para decidir pela abstenção, é melhor não votar ou entregar o boné.
Ficaria mais honroso.

LEMBRAM DELE?



O procurador de Justiça Anselmo Jerônimo de Oliveira emitiu parecer negando o recurso para a ação popular que pede a desconstituição da pensão de ex-governador paga a Eduardo Pinho Moreira, ou seja, o ex-vice governador poderá continuar a receber o salário de governador pelos 6 meses que esteve a frente do estado.
Anselmo de Oliveira é aquele promotor da moralidade pública que fez história na cidade de Blumenau, mas por conta de um rumo diferente na sua carreira, acabou recebendo uma promoção e indo para Florianópolis.
Se deu bem. Só ainda não sabemos o desfecho daqueles processos que Anselmo estava estudando quando estava em Blumenau.

EXTINÇÃO DOS CORREIOS 1

O Hélio Costa, das Comunicações, disse na terça-feira que, caso os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidissem que os Correios não teriam mais o direito ao monopólio da entrega de encomendas, a estatal poderia ter sido extinta.
Hélio acabou fazendo um apelo aos ministros para que a questão seja vista de uma forma especial durante o julgamento da matéria.
Se os Correios perderem esse direito, estamos próximos a um desastre. São milhares de funcionários que serão demitidos, centenas de serviços paralisados, centenas de agências fechadas. Os Correios não sobrevivem, estão quase a ser extintos com essa decisão”, disse Hélio Costa.
O ministro informou que atualmente é o serviço de entrega de encomendas que possibilita que os Correios possam realizar o serviço de entrega de cartas no interior do país, que não tem lucratividade. “Será que as empresas particulares vão fazer isso, sem dar lucro? A questão do monopólio é essa, uma coisa compensa a outra, como se fosse um subsídio cruzado. A empresa tem o direito de explorar o serviço nas grandes cidades e fica com a obrigação de levar o serviço a todo o resto do Brasil”, avaliou.

EXTINÇÃO DOS CORREIOS 2

A questão começou a ser discutida depois que Associação Brasileira de Empresas de Distribuição (Abraed), por meio de uma ação, questionou a constitucionalidade da lei que regulamenta esse tipo de serviço no país.
Mas não teve jeito. Os ministros do Supremo decidiram, por 9 votos a 1 que os Correios continuam com a exclusividade na entrega de cartas sociais. Já na entrega de boletos de cartão de créditos e mala direta, os ministros confirmaram, por 6 votos a 4, que os Correios vão continuar sendo a única empresa do país com a autorização para fazer esse tipo de serviço.
Na retomada do julgamento nesta tarde, após ampla discussão em plenário, os ministros chegaram ao consenso de que o monopólio definido por lei só se aplica às cartas, cartões postais e malotes, o que exclui encomendas e impressos. Assim, a interpretação da própria lei já tiraria a possibilidade de monopólio dos Correios sobre a distribuição produtos como jornais ou encomendas comerciais.

IMPUNIDADE
Essa foi publicada na coluna do jornalista Cláudio Humberto
Fonte: www.claudiohumberto.com.br
Após autorizar o deputado Jader Barbalho (PMDB-PA) a transferir a concessão da sua TV RBA, atolada em dívidas, para uma nova empresa criada pela família, o presidente Lula vai presentear seu aliado, nesta terça, com autorização para digitalizar o sinal de transmissão da tevê. A regalia é reservada só para emissoras em dia com o Fisco, mas fonte da Receita estima o débito da emissora dele em mais de R$ 80 milhões”.
Mais um absurdo entre tantos outros que já vimos e ainda vamos ver.
O eleitor tem que começar a se indignar e ir para as ruas lutar contra esses roubos públicos e legalizados.

LEI SANCIONADA



O Governador Luiz Henrique sancionou ontem as leis que tratam do quadro de carreira do Sistema de Segurança Pública. A lei contempla, entre outros benefícios, que o policial receba um abono de R$ 300,00 em três parcelas de R$ 100,00 e também uma indenização, caso ele venha a morrer no cumprimento do dever, de R$ 100.000,00.
Ou seja, com cenzinho por mês a mais no salário ele até pode comprar uma cesta básica por mês e dar comida para toda a família, mas apenas por três meses.
Já com a indenização, ele sequer vai saber quanto tempo a sua esposa vai perder correndo as repartições para provar que ele morreu em horário de trabalho.
É por essas e outras que os bandidos sempre saem na frente. Eles recebem um bom salário e tem total apoio da chefia para fazer o seu trabalho.
Já o policial...

AUMENTO DE VEREADORES

Foi instalada na última terça-feira, na Câmara dos Deputados em Brasília, a comissão especial para analisar a proposta de emenda à Constituição 336/09 que eleva a quantidade de vereadores dos atuais 51.748 para até 59.791, a chamada de PEC dos Vereadores.
O deputado Fernando Ferro (PT-PE) foi eleito presidente e o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) será o relator.
A partir da instalação da comissão, os parlamentares terão o prazo de dez sessões do plenário para apresentar emendas à proposta. A próxima reunião está prevista para semana que vem, quando deverão ser eleitos os três vice-presidentes da comissão.

PRÉ-VESTIBULAR GRATUITO



Através de um requerimento feito pelo vereador Laudelino Lamin (PMDB), os jovens da cidade de Itajaí agora podem usufruir de um curso pré-vestibular totalmente gratuito. Por meio de parceria entre a Secretaria de Estado da Educação e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a Escola Estadual Nilton Kucker, de Itajaí, poderá atender até 200 alunos no cursinho pré-vestibular gratuito.
As inscrições já podem ser feitas até o próximo dia 12 de agosto e os interessados deverão acessar o site www.prevestibular.ufsc.br e seguir as instruções.
Podem se inscrever alunos que tenham concluído, ou que estejam cursando o terceiro ano do Ensino Médio em escola pública; que não estejam cursando ou tenha concluído curso superior; e que tenham disponibilidade de frequentar as aulas de 2ª a 6ª feira, no respectivo horário de aula da unidade do Pré-Vestibular da UFSC escolhida pelo candidato.



Sérgio Eduardo de Oliveira – 06/08/2009

2 comentários:

  1. promotor da moralidade pública...sim...lembro mas então que aconteceu com ele? não é mais? srsr e pode?
    bjusol
    http://solmaba.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
    abstençãoooooooooooooooooooo
    como podem ignorar nosso voto assim? foram votados p votar p nós, como podem? tenho horror!
    bjusol
    http://solmaba.blogspot.com/

    ResponderExcluir