terça-feira, 1 de setembro de 2009

HOJE É O DIA

No dia 1º de setembro de 1994, numa conversa em off, o então ministro da Fazenda, Rubens Ricupero, disse ao jornalista Carlos Monforte, da Rede Globo, que suas entrevistas sobre o Plano Real ajudavam Fernando Henrique Cardoso. Disse também que “o que é bom a gente fatura, o que é ruim a gente esconde”.
Hoje também, segundo pedido do prefeito João Paulo Kleinubing (DEM) feito na semana passada, os vereadores deveriam usar uma bicicleta para irem até a Câmara de Vereadores, por conta de hoje ser o dia oficial sem carro.
Prometo conferir o estacionamento da prefeitura para ver quem aderiu.

FOLGADA



Ontem, por volta das 18:00 horas, o veículo Charade (Daiatsu) placa LXX 2882, que era conduzido por uma moça, estacionou num dos lados da rua XV de novembro, ao invés de colocá-lo na área de estacionamento, só porque, segundo ela, um outro veículo roubou-lhe a vaga na área azul.
Como disse o policial militar para a senhora, “não dá para consertar um erro com outro”.
São os abusos e a falta de educação do trânsito em Blumenau.
O pior de tudo é que ela acabou sendo liberada pela polícia militar sem qualquer tipo de punição.

DITO E FEITO



Como já havia divulgado na semana passada, o DEM escolheu os vereadores Jovino Cardoso Neto e Marcelo Schrube para serem seus candidatos a deputado federal em 2010 pela região de Blumenau.
Os nomes foram referendados ontem pela direção do partido, já que a escolha tinha sido definida na última quinta-feira.
Jovino entrou por conta da pressão da Igreja Assembléia de Deus. Schrube foi o escolhido por ser o nome preferido do prefeito João Paulo e também de Nelson Santiago, que o vêem com maior chance de aglutinar forças dentro do partido.
O único que poderia ter tirado a vaga de Schrube para concorrer no ano que vem, seria o também vereador Fábio Fiedler, que inclusive fez mais votos em 2008 do que o próprio Schrube.
Mas ele preferiu não ser o candidato e ajudar o amigo Democrata nesta empreitada.
Mas ainda assim, ficou uma pontinha de vontade de ser o escolhido, o que seria quase impossível por conta da vontade do prefeito e da direção do partido.

A LISTA DE SCHINDLER

Como comentei ontem no blog, recebi por e-mail do vereador Vanderlei de Oliveira (PT) a lista com alguns nomes de candidatos a vereador de 2008, dos partidos que elegeram João Paulo Kleinubing, que hoje, segundo o próprio vereador, estão trabalhando na administração municipal.
Conforme a Lista de Vanderlei, são 39 nomes, entre comissionados e gratificados, que foram agraciados com um cargo na prefeitura.
Como já disse anteriormente, isso não é ilegal nem imoral, desde que essas pessoas tenham capacidade e conhecimento para fazerem o serviço.
Caso contrário, é apenas favorecimento.
Segue abaixo a lista com os nomes divulgados pelo vereador petista.

Ademir Manoel Gonçalves (DEM)
Ailton de Souza (PP)
Airton Maçaneiro (PMDB)
Almir de Souza (DEM)
Almir Vieira (DEM)
Altamir de Souza (PSL)
Altemar José Nogueira (DEM)
Álvaro Pinheiro (PMDB)
Arnoldo Pahl (DEM)
Braz Roncáglio (PTB)
Caleb Zaniz (DEM)
Célia Vicente Maçaneiro (PMDB)
Célio Dias (PP)
Claudete de Lourdes Graf Kloppel (PSL)
Ejair Ribeiro Luiz (PMDB)
Eliomar Russi (PMDB)
Evandro Jefferson Stein (PP)
Mozard Badia (PMDB)
Iremar Blum (DEM)
Jairo Vieira dos Santos (DEM)
João Francisco Beltrame (PSL)
José Luís Gaspar Clerici (PMDB)
Lairto Leite (PSDB)
Marcelito Pão e Vinho (PRB)
Maria Bernardete Lombardi Moreira (DEM)
Mario Hildebrandt (DEM)
Marlene Félix Schlindwein (PMDB)
Mauricio Goll (PSDB)
Orivaldo Gazaniga (DEM)
Rogério Pires (PRB)
Sérgio Vieira Galdino (PSDB)
Silvio Uliano (PSL)
Otacílio Kruscinski (Tata) (PMDB)
Tuca (PP)
Valcenir Isidoro da Cunha (Tutu) (PP)
Udo Teske (PSDB)
Vilsio Postingue (PSL)
Vinícius da Cunha Wolff (DEM)
Volmar Luiz Rodrigues (DEM)

NOTA OFICIAL

Recebi na tarde de ontem um comunicado oficial da assessoria de comunicação do governador Luiz Henrique da Silveira. Segue abaixo o texto na íntegra.
“O governador Luiz Henrique, reunido na manhã desta segunda-feira, dia 31 de agosto, com o presidente de honra do PMDB, Casildo Maldaner, o presidente do PMDB, Eduardo Pinho Moreira, o senador Neuto de Conto e cinco deputados da bancada federal do partido (PMDB), manifestou que:
1) Defende como prioridade a manutenção da polialiança partidária;
2) Para isso entende que deva ser respaldada a candidatura que tiver melhor chance de vitória no pleito de 2010;
3) Entende como especulação, sem nenhum fundamento, sua candidatura a vice-presidente da República. Entende, ainda, que as especulações neste sentido têm o propósito de confundir e dividir os partidos da polialiança;
4) Agendou para o próximo dia 18, às 17 horas, a nova reunião dos partidos da polialiança”.
Depois da nota, vê-se que as investidas de Pinho Moreira para cima do PT estão causando estragos dentro do governo estadual e podem estar atrapalhando as negociações de Luiz Henrique com os partidos da polialiança.
Teremos novidades mais para frente.

AUMENTO DO SALÁRIO MÍNIMO

O projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2010 foi entregue no início da noite de ontem para o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), pelo ministro Paulo Bernardo, do Planejamento, Orçamento e Gestão. A proposta prevê aumento do salário mínimo dos atuais R$ 465,00 para R$ 505,90, ou seja, 8,79% de aumento.
A proposta também prevê um crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) de 4,5%, já contemplando a retomada da economia depois da crise iniciada no segundo semestre de 2008. O PIB do ano passado ficou em 5,1%, mas a crise prejudicou as exportações e o mercado interno desacelerando a atividade econômica. Os analistas estão prevendo um PIB na casa dos 3% em 2009.
Como estaremos em ano de eleições, eu tenho quase certeza que vai sair.
Alguém duvida?

HOJE NA CCJ

Hoje vai ser analisado na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara de Vereadores de Blumenau o projeto de lei nº 1.040, de autoria do agora suplente de vereador Aílton de Souza (PP), que determina o controle e registro de frequência dos servidores públicos lotados em cargos de provimento em comissão. Segundo o projeto, a prefeitura fica obrigada a fazer com que os comissionados da administração municipal direta e indireta também tenham que bater o ponto. Com isso, ficará cadastrado o horário de chegada e de saída ao trabalho e eventuais afastamentos no horário de expediente para resolver assuntos de interesse próprio.
O problema é que essa proposta não se aplica aos servidores da Câmara Municipal, o que é um erro.
Se valer para o executivo, porque não incluir o legislativo também?

SE LIVROU

O deputado federal Décio Lima (PT), que foi candidato à prefeitura de Blumenau em 2008, não vai ter mais que pagar a multa de R$ 4.000,00 por veiculação de propaganda eleitoral em bem público. Cartazes com a foto dele e do candidato a vereador Jefferson Forest, também do PT, foram expostos em uma barraca na rua XV de novembro durante o período eleitoral, mas Décio conseguiu comprovar no TRE-SC que “não tinha prévio conhecimento da propaganda irregular e tampouco recebeu qualquer notificação para que ela fosse retirada”. A barraca servia também para distribuição de santinhos e outros impressos de campanha.
"Apesar das alegações de que a barraca servia para proteger o candidato das intempéries da natureza, esse fato não retira o caráter imóvel da propaganda", afirmou o juiz-relator, Samir Oséas Saad. Samir esclareceu que, de acordo com o parágrafo 4º do artigo 13º da Resolução TSE n.22.719/2008, é permitida apenas a colocação de bonecos e cartazes móveis ao longo das vias públicas.
Com isso, ficou evidenciado no processo que Forest era usuário da barraca e responsável pela propaganda, além de ter sido comprovado a sua notificação a respeito da irregularidade por duas vezes.
Então os magistrados do TRE decidiram não multar Décio Lima, mas mantiveram a multa no mesmo valor para Forest.

ARTICULANDO



E por falar em Décio Lima, ele foi o único representante do PT na reunião do Fórum Parlamentar Catarinense que aconteceu no Palácio da Agronômica com o governador Luiz Henrique da Silveira para tentar reverter o corte das emendas de parlamentares de SC.
A intenção do governo do estado é pressionar o governo federal para, pelo menos, tentar conseguir aprovar os R$ 50 milhões destinados às obras emergenciais, e também os R$ 5 milhões da área da saúde, destinados à UTI do Hospital de Caridade.
Com isso, Décio, pela proximidade que tem com Lula, está encarregado de convencer o presidente a colocar novamente no orçamento os valores.
É uma estratégia inteligente de Luiz Henrique, pois além de tentar buscar a verba retirada, dará a Décio a oportunidade de uma maior visibilidade por conta da manobra e também poderá enfraquecer a candidatura da senadora Ideli Salvatti (PT), em caso de êxito.
Mata dois coelhos com uma cajadada só.

ENCHENDO A KOMBI



Francisco Manoel Lopes, mais conhecido como Chico Lopes, é o mais novo filiado do PMDB de Blumenau. A ficha do novo peemedebista foi assinada pelos presidentes estadual e municipal do partido, Eduardo Pinho Moreira e Lúcio César Dib Botelho.
Chico Lopes concorreu nas eleições de 2008 a uma vaga na Câmara de Vereadores de Blumenau em 2008 pelo Democratas, quando conseguiu obter 989 votos. Ele é o 9º suplente da coligação DEM/PSC.
Além de Lopes, o PMDB de Blumenau já levou para suas fileiras Valdecir Mengarda, que estava no PDT, mas disputou as eleições de 2008 pelo PT; Claudemir Chiarappi, empresário do ramo têxtil; Carlos Alberto Lovizotto, ex-diretor do Presídio de Blumenau; Estevão José da Cunha, líder comunitário do Bairro Fortaleza; Pastor Vilmar Floriano, presidente da Omeblu e Gilson Motta, presidente da Liga dos Gincaneiros de Blumenau.




Sérgio Eduardo de Oliveira – 01/09/2009






Nenhum comentário:

Postar um comentário