sábado, 5 de setembro de 2009

SEGURANÇA PÚBLICA





Na quinta-feira, na rua XV de novembro, em Blumenau, por volta das 14:00 horas, três viaturas da polícia civil abordaram um rapaz com uma moto Honta Titan azul trafegando em atitude suspeita. Esse moço já tem passagem pela polícia, segundo Gonzaga, policial civil responsável pela operação. O que chamou a atenção dos policiais foi a placa da moto, que estava levantada, impedindo a visualização do registro. Segundo o policial, geralmente quem levanta a placa é porque pretende cometer algum crime e depois fugir com a moto, dificultando a identificação e facilitando a fuga.
Desde o dia 27 de agosto a policia civil da cidade vem intensificando as rondas para tentar prender alguns bandidos que estão roubando e furtando estabelecimentos comerciais pela cidade e esse tipo de operação, como a que aconteceu na rua XV de novembro, tem colocado a bandidagem em alerta.
Polícia só resolve se estiver na rua. É só o governo estadual ajudar um pouquinho que a coisa funciona.

PAC DO SANEAMENTO



A senadora Ideli Salvatti (PT-SC) informou para o blog que o Ministério das Cidades irá investir cerca de R$ 4,5 bilhões em projetos de abastecimento de água e esgotamento sanitário. Do PAC Saneamento, R$ 267 milhões irão para Santa Catarina.
Florianópolis, São José, Balneário Camboriú, Itajaí, Laguna e Joinville serão as cidades beneficiadas com os recursos. “São investimentos que irão inclusive prevenir novas enchentes, isto porque quando se investe em saneamento se investe em obras estruturantes nas cidades. São recursos que irão beneficiar milhares de catarinenses”, disse a senadora.
Do montante de R$ 4,5 bilhões, R$ 3 bilhões são destinados a projetos de esgoto e R$ 1,5 bilhão a projetos de água. Os recursos são oriundos do FGTS e Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), sendo que R$ 800 milhões referem-se a contrapartidas de estados, municípios e companhias de saneamento. Conforme anunciou o Ministro Márcio Fortes, são direcionados mais recursos para sistemas de esgoto sanitário para ampliar a cobertura de coleta e tratamento de esgoto.
Espera-se, depois dessas verbas destinadas para o saneamento básico, que o Samae repense a concessão do esgoto sanitário de Blumenau.
Dá para fazer com dinheiro público sim! É só querer.

SEGURANÇA TERCEIRIZADA

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados aprovou na última quarta-feira o projeto de lei do deputado Sandro Mabel (PR-GO) que autoriza a terceirização de serviços nas penitenciárias com o objetivo de gestão mista do sistema carcerário brasileiro.
A proposta foi aprovada na forma do substitutivo apresentado pelo relator, deputado Alexandre Silveira (PPS-MG). O texto aprovado restringe a terceirização e dá aos Estados mecanismos de controle desse processo.
As empresas serão escolhidas por meio de licitação e seus profissionais passarão por treinamento especializado. Além disso, elas deverão elaborar anualmente relatórios das atividades realizadas e do comportamento dos detentos.

APROVARAM MAIS CARGOS



A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara aprovou no dia 26 de agosto o Projeto de Lei 3956/08, do Poder Executivo, que cria 24 cargos comissionados no Ministério da Fazenda. Parte das vagas é destinada aos futuros gestores do Fundo Soberano do Brasil, cuja criação foi aprovada pelos deputados federais em novembro, e agora será analisada pelos Senadores.
De acordo com o governo, os novos cargos vão custar aos cofres públicos R$ 1,8 milhão por ano.
O relator da matéria na comissão, deputado Cláudio Vignatti (PT), de Santa Catarina, considerou que a proposta obedece aos requisitos de adequação financeira e orçamentária. Vignatti lembrou que a lei orçamentária para 2009 prevê a criação de 400 cargos para a área de Gestão e Diplomacia, na qual os cargos criados pelo projeto foram enquadrados.
O projeto, que já havia sido aprovado pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público, tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Será que esses R$ 1,8 milhões não poderia ser destinado para a construção de casas para aqueles que estão nos abrigos provisórios?


Abraços e até terça-feira. Um bom feriado para todos.



Sérgio Eduardo de Oliveira – 05/09/2009

2 comentários:

  1. E dos 4,5 bilhões vem quanto pra blumenau? Pelo visto nenhum centavo. Então como fazer com dinheiro público, meu amigo? Acorda.

    ResponderExcluir
  2. qual é o investimento que o governo gasta com a segurança pública em Blumenau?

    ResponderExcluir