sábado, 28 de novembro de 2009

A CARTA



A deputada estadual Ana Paula Lima (PT) enviou para o jornalista Moacir Pereira, do Grupo RBS, um relato de sua visita aos alojamentos das vítimas das enchentes em Blumenau.
Leia na íntegra o que a deputada escreveu.

Caro Moacir Pereira,
A situação nos seis abrigos de Blumenau, onde ainda vivem 350 famílias que perderam tudo na catástrofe de novembro de 2008, é desesperadora. O uso da água é controlado, o calor passa dos 40 graus e o espaço é mínimo. Os banheiros são poucos e em condições precárias. Para cozinhar, cada família dispõe de um simples fogareiro. Há buracos no teto e a fiação elétrica está exposta, trazendo risco para os moradores. Sem exagero, parece um campo de concentração.Relatos do desespero dessas famílias que estão nos abrigos nos chegam diariamente, tanto no escritório regional em Blumenau, por telefone, em agendas que faço na região e até na minha casa. Como mãe e como mulher, não posso me calar diante desta situação.
Visitei hoje à tarde um abrigo, onde vivem 35 famílias, com idosos, crianças, homens e mulheres lutando contra a depressão e a humilhação de passar o segundo Natal sem casa. Uma vergonha para Blumenau, cidade rica e que se orgulha da sua capacidade de reconstrução.
Neste abrigo, conforme fotos anexas, há buracos no forro, de eternit, e a fiação elétrica está exposta. O calor é sufocante e passa dos 40 graus. Com a chuva de ontem à noite, os corredores foram alagados, trazendo ainda mais transtornos para estas famílias, que emocionaram o país logo após o desastre, mas que hoje, assim como as demais que estão nos outros abrigos, estão esquecidas.Moacir, aproveito este desabafo para te fazer um convite e vir a Blumenau ver de perto a situação dos abrigos.

Uma abraço. Ana Paula Lima

O CASO DA TORTURA

Desde que o Ministério Público começou a investigar o caso de tortura no Presídio de São Pedro de Alcântara, em Florianópolis, muitas autoridades começaram a se esconderem atrás das benesses da lei para evitarem dar explicações sobre o assunto. A pessoa que enviou o vídeo que mostra a tortura no presídio já havia dito que essa mesma gravação teria sido enviada, em 2008, para o Secretário de Justiça e Cidadania, Justiniano Pedroso, mas o secretário, agora, diz que só falará quando for intimado pela justiça.
Ou seja, quando a coisa aperta, eles saem pela tangente como se o povo catarinense não merecesse uma explicação.
O mesmo acontece com o Secretário de Segurança Pública, Ronaldo Benedet, que prefere fazer de conta que nada está acontecendo nos presídios do estado.


UM BOM FIM DE SEMANA PARA TODOS.




Sérgio Eduardo de Oliveira – 28/11/2009




sexta-feira, 27 de novembro de 2009

REBATEU 1

Na sessão de ontem a tarde na Câmara de Blumenau, o presidente da casa, vereador Jens Mantau (PSDB), usou a tribuna para desmentir o uso do dinheiro público para viagens à outras cidades. Segundo Mantau, o e-mail sem identificação que circula pela Internet, fala que vereadores da base de João Paulo Kleinübing (DEM) passeiam às custas do contribuinte, enquanto Blumenau continua sem construir nenhuma casa, sem realizar cirurgias de cataratas, sem vagas em creches, sem auxiliar a quem precisa e que alguns vereadores se dão ao direito de fazer viagens muito bem pagas, com a benevolência da mesa diretora.
Jens classifica essa informação de mentiroso e disse o seguinte:
“Eu não fui a Chapecó. Quem viajou, foram os vereadores João José Marçal, Antônio Veneza e Beto Tribess”. Disse também que “o e-mail diz que fui a Florianópolis e gastei 300 reais, o que é outra mentira, pois não pernoitei e devolvi a diária aos cofres da Câmara, no valor de 215 reais”.

REBATEU 2

Sobre a viagem que fez ao Rio de Janeiro, ele disse que “em outubro do próximo ano, Blumenau será sede por dois dias de encontro do Instituto Biosfera”.
Já sobre a afirmação de que o presidente não perde um passeio, também, segundo Mantau, é caluniosa. Para Jens, a sua preocupação é não deixar de participar das sessões da Câmara. “Estamos divulgando a cidade e trazendo divisas. As viagens resultam em projetos importantes”, asseverou o chefe do Legislativo. Também frisou que o poder não lhe subiu à cabeça e que a única preocupação é administrar bem o dinheiro público à frente da mesa diretora.
Esse negócio de e-mails sem identificação eu não dou muita bola, pois se não há um autor, não há informação confiável.

DIFERENTE

O vereador Vanderlei de Oliveira (PT), de Blumenau, realmente está diferente nessa legislatura. Aparenta estar mais calmo, mais observador e um pouco cansado dessa maratona do legislativo. Ontem, no seu pronunciamento, usou muito mais a emoção do que a conhecida braveza para falar de um assunto que dificilmente paramos para pensar na correria do dia-a-dia.
Falou das mortes no trânsito, que acontecem quase sempre depois de uma imprudência e de um desrespeito a lei. Fez todos refletirem que, as mortes por causas naturais, na maioria das vezes não podem ser evitadas, mas as mortes por conta de acidentes de trânsito sim.
A frase mais marcante do pronunciamento foi a seguinte:
“Além de chorar as perdas naturais, nós temos chorado perdas idiotas, de entes caros, por acidente de trânsito”.
Ele tem toda a razão.

VAI FECHAR

E o vereador Jovino Cardoso Neto (DEM) prometeu, na manhã de hoje, fechar a passagem do trevo da Mafisa por conta dos muitos acidentes que ocorrem naquele local.
“Chega de brincar com este parlamento e com o cidadão”. Essa foi a frase que o vereador usou para mostrar seu descontentamento com a interminável obra de um trevo que ta demorando para ficar pronto e falou também que há mais de quatro meses está pedindo para que seja aberta as passagens próximas a obra para que se melhore o fluxo de veículos na região.
Essa é realmente uma obra que causa muito espanto e muita desconfiança. Passa dia após dia e a coisa não sai do lugar.
Mas será que essa é realmente a melhor solução? O problema é que o fechamento só vai atrapalhar o blumenauense, pois os políticos que se gabam da interminável obra sequer passam por ali.




Sérgio Eduardo de Oliveira – 27/11/2009




quinta-feira, 26 de novembro de 2009

ATÉ MARÇO

O Ministro Guido Mantega, da Fazenda, anunciou ontem que não haverá incidência de IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados) para o setor de móveis até 31 de março de 2010. A reivindicação da indústria moveleira foi levada ao Ministério da Fazenda pela Senadora Ideli Salvatti (PT). De acordo com o ministro, a medida do Governo Federal determina que a alíquota de 10% caia para zero e beneficiará além dos móveis produzidos com madeira, aqueles que são fabricados com plástico, aço e ratan. Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul são os maiores produtores de móveis do país. Segundo a Senadora, a medida irá aquecer a economia da Região Sul e vai gerar novos empregos, principalmente no Planalto Norte, Serrano e no Oeste de Santa Catarina.
Mantega também anunciou que a prorrogação do IPI menor para os materiais de construção foi estendida até junho de 2012. A medida vale para os principais itens do setor. Entre eles: cimentos, tintas, vernizes, argamassas, banheiros, boxes, ladrilhos, revestimentos e vergalhões.
Em tempos de eleição, vale tudo para cativar o eleitor.

RECEBI 1

Recebi uma mensagem da minha amiga jornalista Ilze Moreira, de Joinville, e sou obrigado a compartilhar com todos os leitores do Blog do NEURôNIO. Até porque, por tudo que estamos vendo nos últimos anos, vale a pena repensar tudo que fizemos e que queremos fazer daqui para frente.

É Tempo!
Sim, existe tempo para todas as coisas e é chegado o tempo de nos confraternizarmos para agradecer a DEUS por mais um que está no fim e por um Natal que chega.Não vamos nos preocupar tanto com o que devemos ou iremos ter que comprar, fazer ou acontecer. Vamos nos preparar para fazer algo importante para Deus, como por exemplo, nos aproximar mais dele e assim estaremos com o coração mais aberto e sensível para nos doar as pessoas, as causas, aos doentes, os necessitados. Isso sim vale a pena, as demais coisas, são passageiras, nada permanece, tudo passa e vai embora. O que fica são as boas obras e a nossa fé em Deus.
Feliz Natal,
Feliz Ano Novo,
Feliz atitude de olhar para cima e dizer: Deus, obrigado por tudo.

RECEBI 2

Recebi o seguinte comentário do Assessor de Comunicação da Fundação de desportos de Blumenau, Giovani Vitória, por conta da nota que publiquei ontem sobre os Jogos Abertos. Segue na íntegra.
“Infeliz a colocação do blogueiro para definir a atual situação do esporte amador de Blumenau. Esqueceu de mencionar o extraordinário trabalho na revelação de novos talentos esportivos, com seu Programa de Iniciação Esportiva. Optamos por manter uma base com pratas da casa, ao invés de importar ”chineses". Qual é o preço dessa conquista. Com uma hegemonia de 39 conquistas em 49 edições de JASC, 12 Joguinhos em 21 edições da competição, o trabalho de Blumenau só pode ser questionado quando alguém alcançar esse feito. Do contrário, sugiro aos articulistas que venham conhecer in loco o trabalho desenvolvido pela FMD antes de tecer qualquer comentário”.

COMENTANDO

Concordo que ao longo dos anos Blumenau conquistou a maioria dos títulos do Jasc e dos Joguinhos Abertos de SC. Mas lembro ao Giovani que essas conquistas não vieram por conta de cortes no orçamento da FMD e nem pelo desleixo das administrações dos dois últimos prefeitos de Blumenau.
Antes de articulista, era atleta da antiga CME e sei muito bem o que é disputar um Joguinhos Abertos com e sem investimentos.
O grande problema é que só leva a sério o esporte amador dessa cidade aquelas pessoas que realmente sabem o quanto vale ganhar um título do Jasc. As cidades que contrataram “chineses”, como mencionou o Giovani, não descumpriram a regra e nem desmotivaram os atletas da base. Pelo contrário, trouxeram pessoas que servirão de exemplo para aqueles atletas que um dia almejam chegar aonde esses “chineses” já chegaram.
E só para lembrar ao Giovani que Blumenau também, em outras épocas, já contratou “chineses” para vencer algumas modalidades no Jasc e também nos Joguinhos Abertos.

FRASE

“A política é a arte de tirar dinheiro de ricos e pobres com a promessa de proteger ambos um do outro”.





Sérgio Eduardo de Oliveira – 26/11/2009

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

QUER SABER

No seu pronunciamento de ontem a tarde na Câmara de Vereadores de Blumenau, o vereador Deusdith de Souza (PP) quer saber quem disse que o plano Diretor do Município não será votado em 2009 porque os vereadores Vanderlei (PT) e o próprio Deusdith não querem.
De acordo com Deusdith, essa frase foi dita por alguém que trabalha no Gabinete do Prefeito João Paulo Kleinubing (DEM), mas que ele, Deusdith, vai descobrir.
Ta mais do que na cara que Deusdith é vereador de oposição e não de situação. Talvez esteja prevendo a implosão da coligação que elegeu Kleinubing em 2008.
É só esperar 2010 para ver o que acontece. Pelo menos é o que se fala nos corredores da Câmara de Vereadores.

PENSANDO NO FUTURO

Segundo informação do Valter Galina, Secretário de Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis, no próximo dia 30 serão abertos os envelopes das empresas que concorrem na licitação para a construção do primeiro metrô de superfície da cidade.
Essa obra já vem sendo cogitada há anos em Florianópolis, mas com o empenho do governador Luiz Henrique, ela deve sair do papel já em 2010.
Então pergunto eu: porque Blumenau não começa a planejar o seu sistema viário pensando no caos que este mesmo trânsito se transformará num futuro próximo?
Planejar como se até o IPUUB já foi extinto pelo prefeito João Paulo (DEM). Afinal de contas ele nem deve continuar morando em Blumenau depois do seu mandato, como fez também o ex-prefeito Décio Lima (PT).
A casa no city figueiras existe, mas Décio só aparece para dormir.

O VERDADEIRO VEREADOR

Não é de hoje que o vereador mirim de Blumenau, Anthony Louis Azevedo, vem se mostrando um menino acima da média. Depois de conseguir levar toda a turma da Câmara para Brasília, ele vai encarar uma sessão de autógrafos para a apresentação dos seus seis livros. O evento vai acontecer na quinta-feira, às 19:00 horas, na Livraria Catarinense do Shopping Neumarkt.
Não só para incentivar, mas principalmente para conhecer um garoto que vai ter um futuro brilhante, principalmente se tentar ser um vereador adulto. Provavelmente será bem melhor do que muitos que já passaram pela Câmara de Blumenau.

JOGOS ABERTOS

Parece que o planejamento feito pelo prefeito para a Fundação de Desportos de Blumenau acabou dando o resultado esperado. Depois do corte no orçamento de quase 30% em 2009, João Paulo conseguiu fazer com que Florianópolis se tornasse campeã dos Jogos Abertos de SC.
Já pode voltar para casa como o maior incentivador do esporte amador da capital de todos os catarinenses.
Vamos ver o que a Prefeitura vai inventar para 2010.
E o pior é que se escondem atrás de Sérgio Galdino, um dos maiores atletas olímpicos do Brasil, para não precisarem dar nenhuma explicação para a falta de investimentos.
E a pontuação de Blumenau parece ser bem sugestiva para o atual momento do esporte amador da cidade: 171.

APOIO

Através da assessoria do PSDB de SC, o vice-governador Leonel Pavan está pedindo o apoio de peessedebistas e simpatizantes para se engajarem nas campanhas a prefeito e vice das cidades de Maracajá, Cunha Porã e Timbé, que vai acontecer no próximo dia 6 de dezembro.
O problema é que nesse dia também acontece o Enem e o fim do Campeonato Brasileiro de Futebol.
Será que alguém vai preferir as eleições municipais?

ELEIÇÕES DE 2012

Conversando com um grupo de peemedebistas, fiquei sabendo que a maior preocupação do partido para as eleições de 2012, na sucessão do prefeito João Paulo, é justamente a possível rasteira que o vice-prefeito Rufinus Seibt pode levar do DEM. Todo mundo sabe que o candidato natural do prefeito para as eleições municipais de 2012 é o Deputado Estadual Jean Kuhlmann (DEM) e que sequer se fala no nome de Rufinus para suceder João Paulo.
Obviamente que as eleições para prefeito estão um pouco distantes e que primeiro se pensa nas eleições de 2010, mas já há, pelo menos, uns seis candidatos a prefeito em Blumenau.
Além de Kuhlmann no DEM e Rufinus pelo PMDB, tem-se Napoleão Bernardes e o Deputado Tomelin pelo PSDB, Ivan Naatz pelo PV ou PP, João Pizzolatti pelo PP e Décio Lima pelo PT.

QUEM SOMOS

Cerca de 9 milhões de pessoas acessam e lêem blogs diariamente, o que representa 46% do número de internautas ativos.
15 milhões de usuários residenciais navegaram em comunidades como blogs, redes sociais, bate-papos, e fóruns.
Os blogueiros são responsáveis por 28% da disseminação de todas as informações na internet e os blogs segmentados estabelecem uma forte relação de formação de opinião com seus leitores.
É por isso que tantos políticos já começam a se preocuparem com o que nós publicamos e opinamos.
Até que enfim!

ENVIOU

O Presidente da Fiesc, Alcantaro Corrêa, enviou para todos os deputados estaduais de Santa Catarina o ofício nº 1387/2009 solicitando o apoio para a aprovação do projeto de lei 458/2009 que dispões sobre o financiamento de programas de apoio a inclusão social, ampliando o percentual de recursos destinados às Fundações de Ensino Superior Privados, incluindo também o ensino técnico, o que aumentaria o número de vagas no ensino superior de SC para alunos que dependem de bolsas de estudos custeadas pelo governo estadual.
Vamos ver no que vai dar.

FRAUDE NO RS 1 (Fonte: ABC Digital)

A maior fraude com dinheiro público da história do Rio Grande do Sul carrega nos ombros o sobrenome ilustre de Germano Rigotto. O irmão do ex-governador gaúcho, Lindomar, brilha como o principal implicado entre as 22 pessoas e 11 empresas denunciadas pelo Ministério Público e arroladas na CPI da Assembléia gaúcha que investigou há 14 anos uma milionária falcatrua na construção de 11 subestações da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE). Foi uma tungada, em valores corrigidos, de aproximadamente 800 milhões de reais – quase 15 vezes o valor do mensalão do governo Lula, três vezes o valor dos desvios atribuídos ao clã Maluf em São Paulo, cerca de 20 vezes o valor apurado no escândalo do Detran que expôs a governadora gaúcha Yeda Crusius a um pedido de impeachment.

FRAUDE NO RS 2 (Fonte: ABC Digital)

Esta história foi contada em detalhes, em 2001, por um pequeno jornal de Porto Alegre, com tiragem de apenas cinco mil exemplares numa capital com quase 1,5 milhão de habitantes – e está recontada, a partir desta semana, numa edição extra do JÁ que chega às bancas e no seu site.
O JÁ (http://www.jornalja.com.br/) é um bravo mensário que sobrevive há 24 anos pela teimosa resistência de seu editor, Elmar Bones da Costa, nascido há 65 anos em Santana do Livramento, cidade gaúcha no limite com o Uruguai, de onde ele trouxe a rebeldia indomável do fronteiriço. Ao longo de 40 anos de carreira, Bones construiu com talento uma sólida e reconhecida biografia na imprensa nacional que passa pelas redações de Veja, Gazeta Mercantil, Jornal do Brasil, O Estado de S.Paulo, IstoÉ e Folha da Manhã.






Sérgio Eduardo de Oliveira – 25/11/2009



segunda-feira, 23 de novembro de 2009

EM BREVE

DESDE O INÍCIO DA SEMANA PASSADA COMEÇAMOS UM PERÍODO DE REESTRUTURAÇÃO E AJUSTES DO BLOG DO NEURôNIO PARA O ANO DE 2010. VOLTAREMOS COM MAIS INFORMAÇÕES A PARTIR DA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA.
PEDIMOS DESCUPAS PELA FALTA DE ATUALIZAÇÃO E AGRADECEMOS A COMPEENSÃO.

Blog do NEURôNIO

sábado, 14 de novembro de 2009

A NOVA EPIDEMIA

Hoje é o dia mundial do Diabetes, doença que já preocupa a classe médica do mundo inteiro, principalmente naqueles países com um crescimento econômico constante, como o Brasil.
Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, a má alimentação, sedentarismo e conseqüentemente a obesidade já estão provocando o surgimento do Diabetes em crianças, coisa que estava acontecendo, até alguns anos atrás, somente em adultos com idade superior aos 22 anos.
Outra coisa que ninguém esperava é que, por conta da obesidade e do diabetes, pela primeira vez podemos ter a diminuição da expectativa de vida da população mundial. Antes morriam de fome. Agora podemos morrer de tanto comer.
O tema para a campanha deste ano é “Educar para prevenir”.
Se você quer mais informações sobre essa doença, acesse a página abaixo.
http://www.diamundialdodiabetes.org.br/

MESMICE


Depois que começou a Oktoberfest 2009 parece que Blumenau entrou num estado de transe, onde tudo que acontecia antes deixou de existir.
Claro, a própria festa trouxe mais alegria para a cidade, o blumenauense ficou menos estressado com 17 dias de folia, alguns feriados ajudaram para que o todos dessem um tempo nos problemas e o Natal passou a ser a preocupação da maioria.
Para nós, jornalistas, radialistas, blogueiros e todos que precisamos da informação para sobreviver, ficou um pouco sem graça.
As informações de agora são mais comuns, sem muitos escândalos, sem muita repercussão, coisas do dia a dia.
Enfim, até o fim do Carnaval provavelmente nada de muito bombástico deverá acontecer. Mas depois a coisa vai esquentar de verdade e vocês terão muita notícia para comentar, e nós para publicar.
A coisa é assim mesmo.

A FALTA D´AGUA


Como acontece todo ano, a falta d´agua aflige muitos blumenauenses, principalmente nas partes mais altas da cidade. Mas o Samae trata isso como se fosse uma coisa normal. Desde a administração de Renato Vianna (PMDB), lá em 1993, a coisa é do mesmo jeito. Aconteceram algumas melhoras aqui e ali, mas a falta d´agua, de novembro a fevereiro, é sagrada.
Será que no Samae não tem ninguém capacitado para fazer um estudo aprofundado da causa disso e traçar um plano para que isso não mais ocorra?
Acho que isso ainda não foi resolvido porque, desde 1993, ainda não faltou água na Ponta Aguda, no Cuty Figueiras e na Alameda.
Mas quando faltar, todo o problema será resolvido.


UM BOM FIM DE SEMANA A TODOS E ATÉ SEMANA QUE VEM.




Sérgio Eduardo de Oliveira – 14/11/2009

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

PADRE JOÃO BENZE O RIO

Na tarde de ontem, por volta das 15:00 horas, o Padre João Bachmann organizou uma procissão para benzer o Rio Itajaí Açu, de cima da ponte Adolfo Konder, que liga a Beira Rio ao bairro Ponta Aguda. O Padre João quis benzer o rio por conta da tragédia de 2008, que causou grande estrado na cidade de Blumenau.
Se os governantes não fazem nada para prevenir uma tragédia como a que ocorreu no ano passado, cabe ao Padre recorrer aos céus para tentar evitar mais uma tragédia.
Quem sabe depois de benzido, o rio Itajaí fique mais calmo por longos anos.

CCJ APROVA O DIPLOMA

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara Federal aprovou a da Proposta de Emenda Constitucional 386/09 (PEC), do deputado Paulo Pimenta (PT-RS), que exige diploma de curso superior de jornalismo para o exercício da profissão. O relator Maurício Rands (PT-PE) votou pela admissibilidade da proposta e também de todos os seus anexos.
Em junho, o Supremo Tribunal Federal decidiu que o diploma não poderia ser exigível para o exercício do jornalismo, por entender que isso constituiria ofensa ao princípio da liberdade expressão e informação. Segundo Rands, não há nenhuma ofensa ao principio constitucional da liberdade de informação.
O Ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, já havia dito que "o jornalista deve ter uma formação básica, que viabilize a atividade profissional, que repercute na vida dos cidadãos em geral". A proposta será analisada agora por comissão especial a ser constituída. Se aprovada pela comissão, será votada pelo Plenário em dois turnos, com quorum mínimo para aprovação de 308 deputados.

MAURÍCIO GOLL É EMPOSSADO

O suplente de vereador Maurício Goll, sétimo suplente da coligação PMDB/PSDB, tomou posse na tarde de ontem na Câmara de Vereadores de Blumenau. Ele substituiu a vereadora Helenice Luchetta (PSDB) que se licenciou por 30 dias para resolver problemas particulares. Maurício obteve 1.493 votos nas eleições de 2008 e é tido dentro do PSDB como um nome forte também para as eleições a vereador em 2012. Na sua primeira fala como vereador de Blumenau, ele garantiu que vai trabalhar pela cidade, em especial pelos bairros Garcia e Progresso. Além de propor a descentralização de cartórios na cidade, Goll prometeu trabalhar pela agilidade na construção da ponte da rua Capinzal e na reurbanização da rua Amazonas.
O grande incentivador de Maurício Goll, Deputado Estadual Giancarlo Tomelin (PSDB), também fez questão de prestigiar a posse, dizendo-se feliz por ver uma liderança comunitária tendo essa oportunidade.

PRESÍDIO NÃO TEM SEGURANÇA

Mais uma vez o vereador Nagel Marinho (DEM) fez seu pronunciamento em cima de problemas na segurança pública. Agora ele contou que recebeu a resposta do Corpo de Bombeiros, depois de ter enviado um requerimento solicitando uma vistoria no Presídio de Blumenau, que constatou que “o presídio não atende às normas de segurança quanto a incêndios de incêndio”. Segundo Nagel, mesmo com um número elevado de presos, o laudo diz que não tem hidrante naquela Instituição.
“Não tem segurança, se pegar fogo, todos serão devorados pelas chamas”, alertou o democrata.
Quando usou da tribuna para dar boas vindas ao suplente Maurício Goll (PSDB), Nagel disse o seguinte: “Ser vereador numa metrópole como Blumenau é uma honra. Não é qualquer um que consegue. Você vai levar muita alegria e tristeza desta casa”.
O que será que ele quis dizer com isso?

BLACK OUT NA CELESC

Ontem, durante o dia, funcionários da Celesc paralisaram os serviços por duas vezes na sede da empresa, em Florianópolis. A primeira aconteceu pela manha, quando o Comitê Gestor se reuniu. A tarde aconteceu a segunda, onde eles protestaram contra a interferência político-partidária no comando da empresa.
É que o Conselho de Administração se reunido para aprovar as indicações de Alfredo Felipe da Luz Sobrinho para a presidência da Celesc Distribuição e a do ex-prefeito de Imbituba, Osny de Souza Filho (PMDB), na foto acima, para a Diretoria Técnica da Celesc Geração.
Souza Filho foi indicado pelo deputado federal Edinho Bez (PMDB), que na reunião anterior do Conselho teve o nome rejeitado. Na reunião de ontem, o nome dele, agora com o aval do Governador Luiz Henrique, foi colocado em pauta novamente, mas o Centro Administrativo do Governo de SC preferiu recuar por conta das ameaças de greve dos funcionários e da contrariedade da bancada governista da Assembléia.
Depois disso, Luiz Henrique deve colocar Osny de Souza Filho na Casan.

RESISTÊNCIAS

As resistências contra o nome de Osny Souza Filho não se resumem a Celesc. Dentro do próprio PMDB e também na bancada governista da Assembléia Legislativa ele não é visto com bons olhos por não ter nenhuma experiência em geração de energia e sua indicação representar uma contradição na política de profissionalização da Celesc.
Mas os funcionários de carreira da Celesc também não aprovam a intenção do Governo do Estado de contratar uma nova empresa de consultoria para definir um modelo de gestão, pois na gestão de Eduardo Pinho Moreira, presidente do PMDB estadual, a Celesc já desembolsou a quantia de R$ 4 milhões para que fosse feito o mesmo serviço. A segunda resistência dos funcionários cai sobre a contratação de uma seguradora para garantir imunidade aos conselheiros.
Se essas medidas forem implantadas, o Sindicato promete um apagão nos serviços da estatal.

O APAGÃO NAS ELEIÇÕES

Já o apagão nacional, que aconteceu no início desta semana, ta rendendo muito ibope para os políticos de oposição ao Governo Lula. O deputado Paulo Bornhausen (DEM) apresentou requerimento de convocação da ministra Dilma Rousseff (PT) para que ela vá até a Câmara explicar o apagão de terça-feira.
"Dilma Rousseff foi a primeira ministra das Minas e Energia do primeiro mandato de Lula. E eles vivem falando que, na Casa Civil, ela é responsável por tudo no governo. Assim, a ministra tem a obrigação de vir na comissão explicar esse desastre", disparou Bornhausen.
O deputado federal Ronaldo Caiado (DEM-GO) também aproveitou o momento para cutucar a ministra de Lula. "Dizem que Lula elege até poste. Será que elege poste apagado?", brincou.
A partir de agora, tanto situação quanto oposição usarão todas as armas para atacarem os opositores. Isso é eleição, pelo menos para eles.

MAIS 5 CEDUPS

Paulo Bauer, Secretário de Educação do estado, foi recebido ontem pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, para tentar viabilizar a liberação de R$ 8 milhões para a instalação dos Centros de Educação Profissional (Cedups) em Abdon Batista, Guaramirim, Curitibanos, Mafra e Rio do Sul.
As unidades vão oferecer cursos técnicos profissionalizantes de nível médio voltados às necessidades de cada uma das cinco regiões catarinenses. Além dos representantes dos municípios, Bauer já sabe que deve contar com o apoio dos senadores e de boa parte dos deputados federais, além dos secretários de desenvolvimento regional e deputados estaduais que representam as cidades.
Segundo Bauer, cada Cedup poderá atender não só as sedes das escolas, mas todas as respectivas regiões. “Além de ampliarmos o número de vagas para o ensino médio, ainda vamos disponibilizar formação de mão-de-obra de qualidade, algo que Santa Catarina necessita para se manter em desenvolvimento constante e permanente”, concluiu.

AGORA SAI

O governador Luiz Henrique recebeu da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, a afirmativa de que será aberta brevemente a licitação para as obras que irão aprofundar de 12 para 14 metros o calado do Porto de Itajaí, com recursos suplementares de R$ 60 milhões que serão somados aos R$ 22 milhões já definidos anteriormente pelo PAC. Luiz Henrique acredita que essa obra vai viabilizar e potencializar a competitividade não só da região, mas também do Estado. E lembrou que o Porto de Itajaí é um desaguadouro de grande parte da produção industrial da região com o embarque de toneladas de carnes, frutas e motores para exportação.
A ministra afirmou que está convencida da necessidade da obra para manter a operacionalidade e viabilidade econômica da região, tendo em vista que todos os outros Portos da região Sul estão com 14 metros de profundidade. De acordo com a ministra, o assunto será levado aos ministros da Fazenda e do Planejamento para uma reunião definitiva sobre o assunto. Mas adiantou que a licitação será aberta imediatamente e a expectativa é para que as obras sejam iniciadas até abril de 2010.
Eu só acredito vendo.





Sérgio Eduardo de Oliveira – 13/11/2009




quinta-feira, 12 de novembro de 2009

ESTRAGA PRAZER


César Botelho, Diretor Geral da Câmara de Vereadores de Blumenau, tentou barrar a posse do suplente de vereador Maurício Goll (PSDB), que vai acontecer hoje a tarde. César explicou a Goll que, por conta de um acordo não cumprido pelo presidente do PSDB de Blumenau, Valdair Mathias, quem assumiria a vaga da vereadora Helenice Luchetta (PSDB) seria o também suplente Aírton Maçaneiro (PMDB).
Como Maurício Goll recebeu a notícia inesperada na manhã de ontem, foi conversar com Valdair e Dalírio Beber para saber o que aconteceu. Mais tarde tanto Valdair Mathias quanto Dalírio Beber ligaram para o suplente peessedebista e informaram que ele irá assumir a vaga.

CONCLUSÃO

Desse imbróglio tira-se duas coisas: primeiro que o casamento do PSDB com o PMDB, tanto no estado quanto em Blumenau, não é tão sólido assim; e segundo que César Botelho, mesmo tendo Renato Vianna (PMDB) como genro, terá que engolir Maurício Goll por 30 dias.
O perigo para o PSDB agora é barrar outras investidas de Botelho, que parece não ter digerido com tanta facilidade a interferência tucana nesse caso.

A CPI

Quem vai decidir se a CPI da Segurança Pública sai ou não na Assembléia de Sc é a Comissão de Constituição e Justiça da casa. Ela analisará se a retirada das assinaturas dos deputados Narciso Parizotto (PTB) e Odete de Jesus (PRB) do projeto, mesmo depois do pedido ter sido protocolado no legislativo, tem validade.
Se sim, a CPI ta sepultada de vez, mas se as retiradas das assinaturas não puderem acontecer depois do protocolo, a CPI será instalada e as investigações na Secretaria de Ronaldo Benedet (PMDB) começam a todo vapor em 2010, ano de eleição estadual.
Será um prato cheio para a oposição.

AUMENTO

Ontem a tarde, na Assembléia Legislativa de SC, foi aprovada o PLC (Projeto de Lei Complementar) 0159, que permite que o Governo do Estado reajuste as taxas cobradas pela Secretaria de Segurança Pública de SC.
Segundo a bancada governista da Assembléia, desde 2007 não há aumento dessas taxas, mas sim somente a reposição da inflação.
A oposição votou contrário porque o Governo Luiz Henrique mandou um projeto para aumentar as taxas nos mesmos índices da inflação, mas não quer aumentar o salário dos servidores com o mesmo índice.
Segundo o deputado Joares Ponticelli (PP), o governo estadual deu, desde 2007, um aumento de 1% para os servidores aposentados da educação e paga o pior salário de delegado de todos os estados da federação.

ESTRANHO

O ponto estranho do projeto de aumento das taxas da Segurança Pública é que na primeira versão, enviada para a Assembléia, o governo estadual também tinha contemplado aumentos nas taxas de funcionamentos de casas de bingos e também nas taxas que permitiam o funcionamento das videoloterias, as chamadas máquinas caça-níqueis.
Como se sabe, tanto bingos quanto as videoloterias são proibidas por lei, tanto que a policia civil do estado vem tentando combater essa prática há algum tempo. Ou será que não?
Mas na segunda versão, essas taxas foram retiradas do projeto.

OUTRA SUPOSTA TORTURA

O promotor Elleston Canali, de Tubarão, requereu a instauração do inquérito e esclarecimentos sobre denúncia de atos de violência dos agentes prisionais durante a operação Pente Fino, no último dia 28, no Presídio Regional de Tubarão. O juiz determinou o afastamento de um dos 17 agentes prisionais, que já se apresentou ao Departamento Estadual de Administração Prisional (DEAP) ontem, em Florianópolis, e recebeu licença temporária.
Além dos 17 agentes do presídio, quatro policiais militares trabalham no auxílio à segurança. Fabrício Buss de Medeiros, Diretor do Presídio, explica que, durante a operação Pente Fino, nenhum agente da unidade tubaronense acompanhou a revista. Segundo o diretor, a operação foi executada por 32 agentes prisionais da Penitenciária Sul, de Criciúma, e do Cadeião do Estreito, de Florianópolis, além de mais 18 profissionais da Gerência de Escolta e Segurança. “Tenho certeza que todos os agentes que atuaram na operação, executaram o trabalho conforme o protocolo. A investigação mostrará resultados positivos”, destacou Buss.

PROMESSA É DÍVIDA

O Secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Gilmar Knaesel, prometeu ao Secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Luiz Polidoro, para o Prefeito Laércio Demerval Schuster Júnior, de Timbó, e aos vereadores da cidade empenho especial para a viabilização da reforma do Cine Teatro.
Knaesel passou também alguns dados iniciais para demonstrar a importância do Cine Teatro Municipal para a cidade de Timbó. “Nosso Estado é composto por 293 municípios, sendo que apenas 20 possuem teatros. Ao todo temos 25 teatros em funcionamento em Santa Catarina. Nos últimos anos o governo do Estado participou diretamente na construção de 8 novos teatros. Foram reformados 4 teatros e ainda estão pendentes 3, sendo que um deles é o de Cine Teatro de Timbó”, contou.
Serão necessários R$ 2 milhões para a reforma, mas Knaesel informou que quer encontrar, junto com as lideranças municipais, recursos para que em 2010 a obra seja iniciada.

AS CONTEMPLADAS

A senadora Ideli Salvatti (PT) participou em Brasília do anúncio dos projetos selecionados para receberem recursos do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS). De Santa Catarina foram incluídos os municípios de Joinville (R$ 10 milhões), São Bento do Sul (R$ 5 milhões), Rio Negrinho (R$ 1,3 milhão), São José (R$ 5 milhões) e Palhoça (R$ 2 milhões). O anúncio dos projetos selecionados foi feito pelo presidente Lula e pelos ministros das Cidades, Márcio Fortes, e da Casa Civil, Dilma Rousseff.
Foram escolhidos 109 projetos de doze estados e 19 capitais nas áreas de urbanização, regularização e integração de assentamentos precários. Desse total, 62 são novos projetos com verba de R$ 649,47 milhões, e 47 complementam projetos já inseridos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), somando R$ 550,26 milhões. O total de repasse dessa seleção do FNHIS é de R$ 1,2 bilhão e beneficia 50 mil famílias.

ACORDO FECHADO

O governo federal cedeu e os estados produtores terão a direito a uma parcela maior de royalties sobre a exploração de petróleo na camada pré-sal. O acordo foi selado, na noite desta terça-feira, após mais de quatro horas de reunião entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva; os ministros de Minas e Energia, Edison Lobão, e de Relações Institucionais, Alexandre Padilha; os governadores do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e do Espírito Santo, Paulo Hartung; e o comando da comissão especial que analisa o Projeto de Lei 5938/09, que estabelece o regime de partilha na exploração da camada.Segundo a nova proposta, 7% dos 30% que estavam destinados à União no parecer do relator, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), serão destinados aos estados produtores de petróleo. Portanto, Rio, Espírito Santo e São Paulo terão a direito a 25% dos royalties, em vez dos 18% previstos inicialmente no texto do relator.

FIM DA REGALIA

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5314/09, do Senado Federal, que extingue a concessão automática de prisão especial para as pessoas com curso superior que forem detidas. A proposta, composta por apenas dois artigos, modifica o Código de Processo Penal (Decreto-Lei 3.689/41) e o Código de Processo Penal Militar (Decreto-Lei 1.002/69).
Se o texto for aprovado, esse tipo de benefício continuará podendo ser conferido, mas apenas a critério do Judiciário e nos casos em que for constatado risco de morte ou ameaça à integridade física de quem cometeu crimes. Algumas autoridades também continuarão a contar com prisões especiais, como promotores, procuradores e magistrados.
O projeto tramita em caráter conclusivo e, como já passou pelo Senado, se for aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, seguirá para sanção presidencial.




Sérgio Eduardo de Oliveira – 12/11/2009

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

UNIDOS

O PSDB, o DEM e o PPS, partidos que já firmaram aliança para as próximas eleições presidenciais, farão uma Conferencia Conjunta para iniciar o processo de discussão do programa de governo do candidato que vai representar esses partidos na disputa de 2010. Com isso, as três siglas dão início ao projeto “E agora, Brasil? O país que somos e o que queremos ser”, que consiste em um ciclo de conferências interativas pela internet para debater questões centrais para o futuro do país.
Até o final do ano, serão realizados doze encontros com especialistas sobre os temas fundamentais para o país. Os encontros estão agendados para as segundas e quintas-feiras, das 19h às 21h e a primeira sessão está marcada para a próxima segunda-feira, dia 9 de novembro. Já o último está agendado para o dia 17 de dezembro.

MAIS RECURSOS

O Congresso Nacional vai promulgar hoje a Proposta de Emenda Constitucional, da senadora Ideli Salvatti (PT), que assegura já a partir deste ano cerca de R$ 4 bilhões a mais no orçamento anual da educação. Em 2010 serão cerca de R$ 7 bilhões a mais. A promulgação acontecerá às 10h30, no Plenário da Câmara dos Deputados, em ato que contará com a presença do ministro da Educação, Fernando Haddad, do presidente do Congresso Nacional, senador José Sarney, de entidades sindicais da área da educação como a CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) e de estudantes, como a UNE.
A PEC acaba com o mecanismo, criado em 1994, que retirava cerca de 20% do dinheiro aplicado no setor pelo Governo Federal. Com isto, desde 1996, a educação perdeu cerca de R$ 100 bilhões, segundo a senadora. Pela proposta que será promulgada, o desconto cairá gradativamente de 20% para 12,5% já em 2009 e 5% em 2010. Em 2011, não haverá mais a incidência da DRU na educação.

CCJ É CONTRA

Como já era esperado, a Comissão de Constituição, Legislação e Justiça da Câmara de Blumenau emitiu parecer contrário ao projeto do vereador suplente, Eliomar Russi (PMDB), que institui a cobrança por tempo fracionado nos estacionamentos particulares da cidade. A matéria obrigava os estacionamentos a adotar o sistema de cobrança por tempo fracionado, em parcelas de 10 minutos, durante o período de permanência dos veículos. O sistema teria o valor de cada parcela estipulado pela divisão do valor cobrado pelo período de uma hora por seis.
Eliomar Russi também teve outra proposta de sua autoria que foi considerado inconstitucional. O projeto de Lei nº 5843 que dispunha sobre o estacionamento de bicicletas nos locais que especifica também foi remetido ao arquivo. Esse segunda projeto obrigava a destinação de área exclusiva para bicicletas nos estacionamentos para veículos automotores certos espaços.

OS SUPLENTES

Com isso, Eliomar é mais um suplente que vê seus projetos sendo mandados para a lata do lixo. Temos agora o vereador Nagel Marinho, que ainda não teve esse desgosto e o próximo será Maurício Goll (PSDB), que assume na próxima quinta e também vai tentar passar transpor essa barreira chamada CCJ.
Com a vinda de Nagel, já são 19 os suplentes que marcaram presença no legislativo blumenauense. Como não há mais tempo para ceder espaços para os suplentes, pois durante o mês de dezembro será discutido o orçamento da cidade, os titulares vão terminar o ano como começaram. Todos em seus devidos lugares.
Até que enfim.

LAMIN QUER PLC APROVADA

O vereador Laudelino Lamim (PMDB), de Itajaí, enviou requerimento para o Governador Luiz Henrique solicitando que o PLC 0056/09 seja votado em caráter de urgência na Assembléia Legislativa de SC.
Esse Projeto de Lei Complementar institui um plano de carreira, cargos e salários para os funcionários da Secretaria de Segurança Pública do estado, em especial para os agentes prisionais.
Os funcionários públicos estaduais, segundo o próprio vereador, já anunciaram que se o projeto não for votado até o próximo dia 17, entrarão em greve.
O requerimento de Lamim será enviado para o presidente da Assembléia, deputado Jorginho Mello, ao líder do governo, deputado Elizeu de Mattos e para toda a bancada de oposição do governo Luiz Henrique.
É o chamado fogo amigo.

INFORMAÇÃO DO AZEVEDO

Segundo o jornalista Roberto Azevedo, técnicos da Fazenda e da Administração do Governo de SC quebram a cabeça para estabelecer de onde sairão os valores para pagar o novo teto salarial do governador Luiz Henrique, que tem efeito cascata entre os vencimentos dos servidores. O salário aumentará de R$ 10 mil para R$ 15 mil.
A decisão será política e não técnica, de acordo com o secretário da Fazenda, Antônio Gavazzoni.
Se não há dinheiro para dar aumento para os servidores da segurança do estado, como o Governador quer aumentar seu teto salarial?

NO ESCURO (fonte DC on line)

Um blecaute atingiu várias regiões do País na noite desta terça-feira. Por volta das 22h15, o fornecimento de energia elétrica foi interrompido em pelo menos quatro Estados (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Mato Grosso), além do Distrito Federal. Há informações de que Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraná e Pernambuco também estariam sem luz.
Segundo informações do canal Globonews, as primeiras informações da assessoria de imprensa do Operador Nacional do Sistema dão conta de que houve um problema na Usina de Itaipu. A interrupção na transmissão de energia foi de 17 mil megawatts, o equivalente à energia necessária para abastecer a cidade de São Paulo. Como o sistema opera em rede, a queda de energia teria provocado um efeito cascata que atingiu vários Estados.


Sérgio Eduardo de Oliveira – 11/11/2009

terça-feira, 10 de novembro de 2009

MAIS UM SUPLENTE

Na próxima quinta-feira o suplente de vereador do PSDB, Maurício Goll, assume a vaga da vereadora Helenice Luchetta, que ficará de licença por 30 dias para resolver assuntos particulares.
Ele assume a vaga às 15:00 horas, junto com o início dos trabalhos da sessão daquele dia.
Com a posse de Maurício, chegamos ao número de 20 suplentes que assumiram por 30 dias uma vaga na Câmara de Blumenau.
Essa será a primeira vez que de Goll terá a oportunidade de saber como funcionam os trabalhos do legislativo blumenauense.
Segundo ele, dessa vez vai assumir como suplente, mas a partir de janeiro de 2013 voltará como titular.
Isso é que é confiança no próprio taco. Essa eu vou guardar para cobrar dele.

CPI NÃO SAI

Os deputados estaduais de oposição ao governo de Luiz Henrique (PMDB) não conseguiram a 14ª assinatura para instaurar uma CPI que investigaria o sistema prisional de SC. Tudo porque os deputados Narciso Parizotto (PTB) e Odete de Jesus (PRB) decidiram retirar, no início da tarde de ontem, seus nomes da lista do requerimento que a bancada do PT havia protocolado na manhã do mesmo dia.
Com isso, eles inviabilizaram a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito. Parizotto disse que assinou porque achava que a investigação deveria acontecer, mas mudou de idéia e disse que, como o Ministério Público e a polícia já estão investigando, na há a necessidade de uma CPI. Já Odete de Jesus disse que assinou pensando se tratar de um documento para a realização de uma reunião conjunta das comissões de direitos humanos e direito das mulheres.

A DÚVIDA

Mas a incógnita que paira na Assembléia é para saber se a retirada das duas assinaturas é válida depois que o documento foi protocolado na Assembléia. Se essa retirada de assinaturas não for válida, este documento entra na pauta do dia e terá que ser lido pela mesa diretora da Assembléia na sessão de hoje.
Se for válido, a CPI está sepultada e ninguém saberá o que aconteceu de verdade no sistema prisional do estado.
Ou seja, nem Odete de Jesus e nem Narciso Parizotto são marinheiros de primeira viagem para assinarem um documento e depois voltarem atrás.
É mais do que óbvio que a mão forte de Luiz Henrique pesou sobre as cabeças dos dois “representantes do povo catarinense”.

MEGA SENA EXTRA

Muita gente ficou feliz quando o Senador Raimundo Colombo (DEM) anunciou que a Comissão de Finanças e Tributação da Câmara aprovou o projeto de lei 4659/09, de sua autoria, que autoriza a Caixa Econômica Federal a realizar concurso extra da Mega Sena para destinar parte da arrecadação ao socorro das vítimas das enchentes em Santa Catarina.
A proposta prevê que o prêmio para o apostador seja de 44,02% do total apurado, que 8,61% sejam destinados para a remuneração das lotéricas e 47,37% encaminhados para o Governo de Santa Catarina.
O grande problema é que, para que esse concurso ocorra, é necessário que haja a aprovação dos senadores.
Outro ponto importante é que esse projeto apenas autoriza a CEF a realizar o concurso, mas não tem nenhuma obrigação de fazê-lo.
Ou seja, a coisa só vai acontecer se os Senadores e a Caixa Econômica quiserem.
Até lá, continuaremos de pires na mão.

UNIVERSIDADE FEDERAL

Na reunião sobre a federalização da Furb, que aconteceu na Câmara de Vereadores de Blumenau na tarde de ontem, a Senadora Ideli Salvatti (PT) assumiu o compromisso de destinar uma emenda no orçamento de 2011, no valor de R$ 10 milhões a R$ 15 milhões, para a Universidade Federal do Vale do Itajaí, que seria, no caso da federalização, o novo nome da Furb.
Além de anunciar a emenda para 2011, a senadora adiantou sua posição favorável ao projeto da universidade federal e que irá propor que os servidores da Furb sejam cedidos à nova instituição.
Confesso que ainda não tenho uma opinião formada sobre esse assunto, mas que é necessário a Furb dar uma enxugada no quadro de professores que ganham sem trabalhar, isso não podemos negar.
Tem muita gente mamando nessa teta também.

CCJ VAI ANALISAR

Na tarde de hoje a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Blumenau vai analisar a constitucionalidade do Projeto de Lei nº 5842, de autoria do vereador Eliomar Russi (PMDB), que institui a cobrança por tempo fracionado nos estacionamentos particulares do município. A proposta obriga os estacionamentos a adotar o sistema de cobrança por tempo fracionado, em parcelas de 10 minutos, durante o período de permanência dos veículos.
Os primeiros 20 minutos seriam isentos de cobrança de estacionamento nos estabelecimentos com mais de 200 vagas e que não disponham de manobristas. O projeto também trás que, em caso de descumprimento dessa regra, o órgão fiscalizador será o Procon.
Se passar pela CCJ e o plenário aprovar, pelo menos saberemos que a coisa vai andar dentro da lei.
Caso contrário, chamamos o Erivaldo para fechar as portas dos estacionamentos.

JUSTA HOMENAGEM

Na segunda-feira que vem o Padre João Bachmann vai ser homenageado na Assembléia Legislativa de SC com a Comenda do Legislativo Catarinense. Essa comenda e dada somente para aquelas pessoas ou empresas que tiveram ações relevantes e de destaque no Estado de SC.
A indicação para que o Padre João recebesse essa homenagem foi do Deputado Giancarlo Tomelin (PSDB), pois cada deputado poderia indicar apenas uma pessoa para receber tal prêmio.
A solenidade vai acontecer no Plenário Osni Régis, no próximo dia 16 de novembro de 2009, a partir das 19 horas, em Florianópolis.
Essa é uma justa homenagem para um homem que dedicou a sua vida em prol daqueles que precisam. Só quem conhece o Padre João sabe o quanto ele é merecedor dessa e de muitas outras comendas. Seria bom também que o Governo do Estado e os Deputados encontrassem uma forma para ajudar o Abrigo Bom Pastor, que é administrado pelo Padre.

ÓLEO DE COZINHA VIRA COMBUSTÍVEL 1

Dentro de pouco tempo a Prefeitura de São Bento do Sul deverá reutilizar o óleo de cozinha para abastecer veículos da frota municipal movidos a diesel. Isso vai acontecer por conta da parceria com o Consórcio Ambiental Quiriri, que já possuiu todos os equipamentos necessários para a filtragem do óleo usado para que ele possa ser utilizado no dia-a-dia dos veículos.
Segundo Marcelo Hübel, Diretor de Meio Ambiente da Prefeitura, o projeto de reuso do óleo de cozinha é um acordo que as prefeituras de São Bento do Sul, Rio Negrinho, Corupá e Campo Alegre tem com a Quiriri, mas a primeira cidade a receber essa inovação será São Bento do Sul.
Já foi iniciada a coleta do óleo usado com apoio das escolas durante a gincana de meio ambiente, mas para que se inicie o uso como combustível, falta apenas à legalização perante os órgãos ambientais.

ÓLEO DE COZINHA VIRA COMBUSTÍVEL 2

Hübel conta que inicialmente será utilizado o óleo vegetal em caminhões da Secretaria de Obras e no veículo da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de São Bento do Sul, que será a responsável pela coleta do óleo nos pontos específicos que serão montados no município. Ele explica que o óleo de cozinha pode ser usado puro, mas aí são necessárias alterações no motor dos veículos. Por conta disso a Prefeitura de São Bento do Sul optou pela diluição de 35% junto ao diesel, fazendo que não haja a necessidade de qualquer alteração nos veículos.

OS BENEFÍCIOS

Em termos de economia, se a cada 100 litros de diesel for acrescentado 35% de óleo de cozinha, haverá uma economia de R$ 71,00 que, somados aos R$ 49,70 dos impostos embutidos no óleo vegetal, dá um total de R$ 120,70 da redução de gastos em cada 100 litros utilizado.
Além da economia com o combustível fóssil, o reuso do óleo vegetal nos veículos da frota municipal visa despertar a consciência ambiental, já que um litro de óleo é capaz de poluir dez mil litros de água. Ele também faz um mal enorme ao meio ambiente se jogado pelo ralo da pia, pois provoca o entupimento das tubulações nas redes de esgoto, aumentando em até 45% os custos de tratamento.



Sérgio Eduardo de Oliveira – 10/11/2009




segunda-feira, 9 de novembro de 2009

DESAPEGO 1

Neste mês de novembro completa um ano o desafio do economista inglês, Mark Boyle, de viver sem usar dinheiro algum para sobreviver.
Em um artigo do jornal Guardian, Mark contou que escova os dentes com uma pasta feita de conchas e sementes de erva doce, trocou papel higiênico por jornal velho, planta a própria comida e usa energia solar para carregar o notebook e o celular (que só atende ligações) trazidos da época em que ainda ia às compras. Ele estacionou seu trailer em uma fazenda inglesa de orgânicos (em troca de dias de trabalho) e resolveu ficar sem gastar nem um centavo por um ano para chamar atenção para questões ambientais. Mark diz que o dinheiro é uma ferramenta que distancia o consumidor dos produtos, ocultando o impacto de cada compra.

DESAPEGO 2

Mal sabe ele que muitos brasileiros vivem da mesma maneira há muito tempo. Se ele fizesse esse desafio no Brasil, poderia pelo menos ganhar um troco com o Bolsa Família, o Vale Gás e outras formas que o governo federal encontrou para manter vivos aqueles que não escolheram viver como Mark.
Mas como disse o Tonel na sua coluna do Jornal folha de Blumenau, é muito melhor manter uma favela do que perder os votos dos pobres, e se tem uma coisa que pobre tem mais que rico é voto dentro de casa.
Então, viva o assistencialismo.

DROGAS, NEM PENSAR

Li que o governo Lula promete liberar R$ 77 milhões até o fim de 2010 para a abertura de mais 92 Centros de Atenção Psicossocial (CAPs) e para a criação de mais 2.325 leitos psiquiátricos em hospitais gerais para ajudar as pessoas dependentes de drogas.
Mas o foco principal para o aumento do consumo de drogas no Brasil não são os viciados, mas é a facilidade com que os traficantes entram com grandes carregamentos desses entorpecentes sem que nenhuma polícia de fronteira os perturbe.
O Brasil não planta e nem fabrica drogas de nenhuma espécie e é considerado um dos grandes exportadores para a Europa e Estados Unidos.
Não condeno os investimentos para recuperar viciado, mas tem-se que melhorar a vigília de quem entra ou sai do Brasil. Daqui a pouco seremos também a rota fácil de armamentos e terroristas contra os americanos e europeus.
E aí o bicho vai pegar.

PIRIQUITO MARCA TERRITÓRIO

Para mostrar para os tucanos de Balneário Camboriú, em especial para o vice-governador Leonel Pavan, que o PMDB manda realmente na cidade, o prefeito Edson Piriquito inaugurou no último sábado um busto de Ulisses Guimrães.
O busto, confeccionado em fibra de vidro pelo artista plástico Werner, de Treze Tílias, tem mais de um metro de altura e foi colocado junto ao complexo Cristo Luz. Estiveram presentes o governador Luiz Henrique, o presidente estadual do PMDB, Eduardo Pinho Moreira,e várias lideranças do partido.
Mas o assunto principal nos discursos não foi Ulisses Guimarães, mas sim o apoio à candidatura de Moreira ao cargo de governador em 2010.
Exceto Luiz Henrique, todos defendem que o PMDB tem que ter candidato nas eleições do ano que vem. Seja como cabeça de chapa da tríplice ou com candidatura própria.
Pelo que parece, em Balneário Camboriú peemedebistas saem na frente dos tucanos nessa corrida eleitoral.



Sérgio Eduardo de Oliveira – 09/11/2009

sábado, 7 de novembro de 2009

GREVE ILEGAL

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina decretou na noite de ontem a greve dos servidores da saúde do estado ilegal e aplicou multa de R$ 20 mil por dia caso a determinação de voltar ao trabalho for desrespeitada pelo Sindicato. O TJ exige que a população seja atendida imediatamente e também autorizou o uso de reforço policial para que a decisão seja cumprida na íntegra.
A justificativa do Desembargador Ricardo Roesler é que esses serviços são considerados essenciais e não podem ter paralisação total.
Já o Sindicato dos Servidores da Saúde de SC informou que ainda não tem conhecimento da decisão e por isso a greve vai continuar.
Essa é uma queda de braço onde quem sempre perde é o funcionário.
Ultimamente todas as greves do serviço público estão sendo consideradas ilegais por algum motivo. Com isso ferem a Constituição Federal, que diz que é um direito de todas as categorias fazer greve.
Os magistrados não entendem assim.

TUDO IGUAL

Todos os dias escuto o programa do Amauri Pereira, na Rádio Blumenau AM. E quando o assunto é o Metropolitano, fica visível que somente alguns abnegados é que pensam com o coração e defendem o time, enquanto outros expressam suas opiniões com a razão. O consenso entre todos é que os dirigentes têm que se conscientizarem que não entendem nada de futebol e precisam trazer um parceiro que saiba tocar esse departamento com mais competência e que tenha prestígio para trazer também jogadores com um mínimo de qualidade.
Caso contrário, continuaremos assistindo a Chapecoense, o Joinville e o Brusque conseguindo chegar a algum lugar, e nós, por mais um ano, vamos mendigar a ajuda daqueles que sequer sabem que existe um time de futebol na cidade.
Acorda Metropolitano!

A VÍRGULA

http://www.abi.org.br/

Assista no link acima o vídeo de comemoração dos 100 anos da Associação Brasileira de Imprensa. Abaixo você pode ler o texto desse mesmo vídeo.
Quem teve a idéia desse vídeo, estava verdadeiramente iluminado.
Muito bom. Abaixo segue o texto.

Campanha dos 100 anos da Associação Brasileira de Imprensa – ABI

Sobre a vírgula

Vírgula pode ser uma pausa... ou não.
Não, espere.
Não espere.

Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4. 2,34.

Pode criar heróis.
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.

Ela pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.

A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber.
Não, queremos saber.

A vírgula pode condenar ou salvar.
Não tenha clemência!
Não, tenha clemência!

Uma vírgula muda tudo.
ABI: 100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua informação.

Olhe só como uma vírgula muda tudo:
· Se você for homem, vai colocá-la depois de TEM...
· Se você for mulher, certamente vai colocar a vírgula depois de MULHER.

SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE QUATRO À SUA PROCURA.

PREFEITURA ECONOMIZA R$ 84 MIL TODO MÊS

Medidas simples como corte das horas extras, diminuição em participação em cursos e seminários, mudança do horário de atendimento e redução das cotas de combustível de todas as secretarias fizeram com que a Prefeitura de São Bento do Sul economizasse R$ 84 mil por mês.
O prefeito Magno Bollmann (foto) determinou que fosse criada uma comissão para definir onde e como a prefeitura poderia diminuir os gastos mensais.
A única coisa que nunca vejo ser cortada é o número de cargos comissionados. Talvez não seja o caso de São Bento do Sul, mas tem cidade no Vale do Itajaí que deveria repensar seu gasto com pessoal.

OS VALORES ECONOMIZADOS

Com o fim das horas extras, a prefeitura economiza R$ 40 mil todos os meses e o secretário de finanças, Célio Silva, diz que pretende reduzir ainda mais.
A cota de combustível das secretarias foi reduzida em 25%, exceto as máquinas e veículos da secretaria de obras. Essa redução representou uma economia de 27% do gasto, o que representou 12.677 litros a menos que a prefeitura não precisou comprar.
E o melhor de tudo, segundo o próprio prefeito, é que nenhuma redução comprometeu os serviços da prefeitura.
Veja abaixo a tabela que mostra a redução de gastos em outros itens.

Redução (Economia em %)

Energia Elétrica – 17%
Água – 9%
Telefones Convencionais – 2%
Telefones Celulares – 17%
Fotocópias – 42%
Combustível – 27%
Refeição – 60%

E POR AQUI?

E por falar em economia, a Prefeitura de Blumenau diz para todo mundo ouvir que não há dinheiro para pagar os aluguéis dos galpões onde estão os desabrigados, que não há dinheiro para as obras de recuperação, que não há verba para a compra de terrenos e por aí vai. Então porque não fazer um estudo para começar a economizar com os gastos supérfulos, como os comissionados, por exemplo?
Segundo o prefeito João Paulo, hoje a prefeitura tem 398 cargos em comissão, fora os gratificados. Suponhamos que a média salarial deles seja de R$ 2 mil. Se cortarem apenas 100 cargos, teremos uma economia mensal de pelo menos R$ 200 mil, fora a economia com luz, água e telefone.
Então porque não fazer? Porque eles são essenciais para a governabilidade da atual administração. Se forem mandados embora, os partidos da base somem e os vereadores poderão se rebelar.
Então como fica a população nessa hora?

IDELI E VIGNATTI DENOVO EM BLUMENAU

A Senadora Ideli Salvatti e o deputado federal Cláudio Vignatti, ambos do PT, estarão novamente em Blumenau na próxima segunda-feira. Eles vão cumprir uma extensa agenda de compromissos e tratarão de diversos temas. Entre elas está a audiência pública sobre a federalização da FURB, que acontece às 14:00 horas na Câmara de Vereadores de Blumenau.
A peregrinação começa às 9:00 horas com a reunião com o presidente da AMPE (Associação das Micro e Pequenas Empresas). Às 10:00 passam pela Associação dos Engenheiros e Arquitetos do Médio Vale do Itajaí; e às 10:30 no Sindicato dos Trabalhadores Têxteis e às 12:00 horas no Plaza Blumenau Hotel, onde se reúnem com representantes do Secovi (Sindicato que representa as empresas de compra, venda, locação e administração de imóveis), com quem discutirão a nova lei do inquilinato, que recentemente foi aprovada no Senado.



VOLTO NA SEGUNDA-FEIRA COM MAIS INFORMAÇÕES.
UM BOM FIM DE SEMANA PARA TODOS OS LEITORES DO BLOG.



Sérgio Eduardo de Oliveira – 07/11/2009


sexta-feira, 6 de novembro de 2009

ELE VOLTOU 1

Como sempre fez nos tempos em que era o titular da vaga de vereador, Nagel Marinho (DEM) disparou sua metralhadora contra tudo e contra todos que não fazem o que deveriam. No seu pronunciamento na tarde de ontem na Câmara de Blumenau, ele começou a criticar o governo do estado no quesito que mais entende: segurança pública.
Seu primeiro alvo foi à falta de responsabilidade dos policiais que perderam uma caixa de granada. “Não admito um policial perder uma caixa de granada. Isso não pode acontecer. É pra vocês verem como a segurança está precária. E está todo mundo rindo disso!”. Segundo Nagel Marinho, Blumenau registra diariamente quatro ou cinco assaltos à mão armada. “Tem dias que dá sete assaltos. Eles escondem, mas eu vou falar”.

ELE VOLTOU 2

Nagel também contou que, ao pedir um revólver, recebeu um de segunda mão recondicionado. Por conta disso ele também criticou a forma com que os vereadores realizam debates sobre segurança em Blumenau. “Vocês estão enganados. Ao invés de falar comigo, falam com pessoas que vem aqui pra dizer mentira. Eles vêm aqui, dão um discurso bonito e sai todo mundo enganado”, acrescentou o vereador.
E pra não esquecer ninguém, disse que vai encaminhar ao Executivo Municipal um pedido de reajuste aos funcionários com infecções contagiosas por causa da atividade, como os lixeiros. “Eles estão doentes porque ninguém olha. Porque são lixeiros?”, criticou.
E pra terminar e não deixar nada passar em branco, também desferiu críticas à situação em que se encontra a rua José Reuter.
“É vergonhoso como está. Para entrar na minha rua é catastrófico, todo dia tem acidente”.
Às vezes fico com saudades dos vereadores de outras legislaturas, como Nagel Marinho. E olha que eles não eram tão bons assim.

NOVOS RUMOS

Apesar das denúncias de tortura no presídio de São Pedro de Alcântara e de todos os bate bocas entre membros do governo, o secretário de Segurança Pública, Ronaldo Benedet (PMDB), ainda está firme e forte no comando da segurança estadual. Cogitava-se que ele também, a pedido do governador Luiz Henrique, pudesse colocar o cargo a disposição, mas como não surgiram fatos novos, ele continua.
No sul do estado já dizem que, por conta da sua secretaria ser uma máquina de votos, ele pode até ser o candidato campeão de votos em SC.
Mas quem não está nada satisfeito com os rumos do governo é o vice Leonel Pavan.
Já há rumores de que em 31 de dezembro, antes de Pavan assumir o comando, todos os secretários pedirão a exoneração. Mas fala-se também que o mentor dessa idéia é o próprio Leonel Pavan. Segundo fontes do executivo estadual, ele quer total liberdade para escolher seus comandados.

BENEDET PODE SAIR ANTES

Essa mesma fonte revelou que Benedet pode deixar o cargo antes do fim do ano, mas quer colocar alguém de sua confiança na Secretaria de Segurança Pública até o fim de 2010 para poder continuar mandando, mesmo à distância.
Com o suporte da secretaria, Ronaldo Benedet teria o que precisa para garantir uma cadeira na Câmara Federal e rumaria junto com Luiz Henrique, se esse se eleger senador, para Brasília.
Outro trunfo do secretário Benedet é o apoio que recebe do presidente do PMDB de SC, Eduardo Pinho Moreira.
Ronaldo pode ser peça chave para convencer Luiz Henrique a aceitar a candidatura do PMDB em 2010. Benedet e outros nomes fortes do PMDB só aceitam duas possibilidades: a cabeça de chapa da tríplice aliança ou uma eventual candidatura própria, com possivelmente o apoio do PT. A segunda opção Luiz Henrique não quer nem ouvir falar.

NOME COGITADO

E por falar em Secretaria de Segurança Pública, cogita-se dentro do PSDB catarinense que o novo comandante da pasta a partir de 5 de janeiro de 2010, quando Pavan assume o governo, será o Desembargador Aposentado Francisco de Oliveira Filho. Ele é carioca e foi presidente do Tribunal de Justiça de SC de fevereiro de 2008 a fevereiro de 2009, quando se aposentou.
Como não tem filiação partidária, poderia ser o antídoto para acalmar os policiais civis e militares.
Vamos ver se tudo se confirma.

AS CLASSES 1

Foi divulgada uma pesquisa do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) em diversos jornais do Brasil dizendo que muitas pessoas subiram da classe média para a alta de 2005 até 2008. O Ipea considera classe baixa aquelas pessoas que tem rendimento individual de até R$ 188,00. De classe média são aquelas pessoas que ganham de R$ 188,00 até R$ 465,00 e de classe alta as pessoas com renda individual acima de R$ 465,00.
A matéria informa também que o Sul é a segunda região do país que teve o maior número de pessoas que subiram da classe média para a alta.

AS CLASSES 2

Ou seja, as pessoas tiveram ganhos reais em seus rendimentos de 2005 a 2008, mas mesmo assim não podemos chamar aquelas pessoas que ganham, por exemplo, R$ 500,00 de classe alta. Mesmo que essa renda seja calculada individualmente. Se uma família de três pessoas tiver um rendimento mensal de R$ 1.500,00, eles, segundo o Ipea, são classe alta.
Imagina aqueles políticos que ganham acima de R$ 10 mil.
Classificaremos esses pobres mortais de milionários, super valorizados ou privilegiados economicamente?
Assim é fácil dizer que o país ta melhorando. O que não levam em conta é que, mesmo com o aumento da renda, o preço da comida, do transporte e de muitos outros serviços vem aumentando acima da inflação.
É só ir ao mercado para conferir.

QUEM NÃO SE COMUNICA, SE TRUNBICA 1

Esse é o lema da administração municipal de Joinville quando o assunto é gasto com comunicação. O Prefeito Carlito Mers (PT) enviou o orçamento de 2010 para a Câmara Municipal e lá estava orçado um valor de R$ 15 milhões só para gastos com a comunicação da prefeitura. De acordo com vereadores de oposição, a verba de 2009, enviada pelo ex-prefeito Tebaldi (PSDB) e aprovada pelo legislativo, foi de R$ 7,4 milhões.
Ontem a prefeitura lançou o edital para a contratação de uma agencia empresa de publicidade com um valor de custo de R$ 10 milhões só para o ano de 2010.

QUEM NÃO SE COMUNICA, SE TRUNBICA 2

Esse edital foi dividido em três lotes: o primeiro, com R$ 6,4 milhões, é destinado ao Gabinete do Prefeito, às Secretarias de Comunicação, de Administração, da Fazenda, de Infraestrutura Urbana, de Assistência Social, da Habitação e de Integração e Desenvolvimento Econômico. O segundo, com R$ 1,9 milhões, são para as fundações e o terceiro, com R$ 1,6 milhões, destina-se a outras 5 secretarias.
Consta no edital que esse valor de publicidade servirá para incrementar o diálogo entre o poder executivo e a população. O edital explica ainda que isso faz parte de uma nova forma de governo.
O nome da empresa vencedora será divulgado no próximo dia 23 de novembro.

SAIU NO NOBLAT

O jornalista Ricardo Noblat publicou no seu blog a informação de que a Senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) tem em seu gabinete uma funcionária que mora há quase dois anos na cidade de Bethesda, cidade satélite de Washington, e continua recebendo salário.
Solange Amorelli (foto) foi contratada como servidora do Senado em 1988. Casou-se mais tarde com um diretor do Banco Mundial e se mudou para os Estados Unidos. Recebe cerca de R$ 12 mil por mês mesmo sem aparecer para trabalhar. A moça não foi autorizada pelo Senado a morar no exterior e quando senadores visitam Washington, ela costuma ciceroneá-los a pedido de Serys. A cada três ou quatro meses, Solange visita o Brasil e passa alguns dias em Brasília.

NO NOBLAT

Noblat informa também que a Senadora Serys (foto) deu entrevista para o site Olhar Direto, do Mato Grosso. Quando comenta sobre os escândalos que abalam o Senado, Serys disse o seguinte:
– Defendo transparência em todos os atos internos, porque só assim poderemos dar uma resposta à sociedade. E temos que apurar tudo também e revelar o que foi investigado.
Mais tarde o blogueiro conversou com a Senadora e veja as respostas que ela deu às suas perguntas.
A senhora tem uma funcionária que mora há quase dois anos nos Estados Unidos...
– Ela não mora propriamente lá, e está sempre por aqui prestando serviços.
Como não mora? Ela é casada com um diretor do Banco Mundial, tem casa numa cidade satélite de Washington e filho matriculado em escola de lá. E, no entanto, continua recebendo salário do Senado e tem direito até a horas extras.
– No momento ela está de licença.
Não está mais, senadora. Ela entrou de licença de 60 dias em 16 de março último. O prazo da licença venceu e não foi renovado.
– Pois é, mas ela chegará ao Brasil na próxima segunda-feira e entrará com um pedido de férias.
Sim, e daí?
Você sabe que eu sou muito atenta a essas coisas...
– É, eu sei.

TRATOU DE CORRER 1

Depois de falar com Noblat, a senadora telefonou para um repórter do site Olhar Direto, tentando passar a informação do jeito que lhe convém.
Com isso, o site publicou a seguinte matéria:
A servidora pública federal Solange Amaroli, que estaria lotada no gabinete da senadora Serys Slhessarenko (PT), é acusada de morar em uma cidade dos Estados Unidos e receber remunerações do Senado, conforme informações daquela Casa de Leis ao site Olhar Direto. Solange Amaroli, de acordo com as mesmas fontes, pode ser uma das servidoras contratadas através do esquema dos ex-diretores do Senado, que funcionava para contratar parentes, amigos e cabos eleitorais.

TRATOU DE CORRER 2

E a notícia terminava assim:
Provocada pela reportagem do site Olhar Direto, a parlamentar petista confirmou que Solange é, de fato, servidora de seu gabinete. Contudo, rechaçou a hipótese de a funcionária ter sido nomeada por atos secretos da Mesa diretora do Senado nos últimos 10 anos. "As minhas contratações não são atos secretos. Esta servidora realmente trabalha e muito para mim. Pelo o que eu sei, ela estava de licença em Washington e chegou segunda-feira. Depois, entrou com requerimento de férias. É isso o que eu sei", declarou a senadora Serys Slhessarenko (PT).
Fico pensando quantos casos como esse ainda acontecem Brasil afora.
Plagiando Boris Casoy, isso é apenas mais uma vergonha.

DEPUTADOS INOCENTADOS

A comissão de sindicância da Câmara que investigou o episódio da venda de passagens aéreas das cotas parlamentares aprovou, nesta quarta-feira, os relatórios que inocentam os deputados Eugênio Rabelo (PP-CE) e Paulo Roberto Pereira (PTB-RS) de suposto envolvimento na venda dos bilhetes aéreos da cota parlamentar. Os relatores dos dois casos não encontraram indícios de envolvimento dos parlamentares.
No entanto, o relator do caso do deputado Paulo Roberto Pereira, deputado Marcelo Ortiz (PV-SP), recomendou a cassação do mandato de Pereira por contratação irregular de servidor público. Ortiz viu indícios de que Paulo Roberto empregou em seu gabinete dois funcionários-fantasmas que recebiam vencimentos sem efetivamente trabalhar.
A Mesa Diretora da Câmara vai decidir se arquiva os casos ou os encaminha ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.
Segundo o corregedor da Câmara, deputado Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA), a investigação continua. "A comissão não vai encerrar os trabalhos, porque possivelmente outros parlamentares podem ser ainda objeto de investigação nesse episódio", afirmou.







Sérgio Eduardo de Oliveira – 06/11/2009




quinta-feira, 5 de novembro de 2009

FALECEU

O presidente estadual do PSDB de Santa Catarina, vice-governador Leonel Pavan, informou no fim da tarde de ontem que o presidente da JPSDB de Tubarão, André Vargas, de 24 anos, faleceu por volta das 18:00 horas de quarta-feira em acidente de carro, quando se dirigia para a casa da namorada, na cidade de São Ludgero. Ele perdeu o controle da direção e colidiu com um veiculo que vinha em direção contrária em uma ponte na localidade de Travessão.
André era o coordenador da JPSDB para o sul do estado e vinha sendo muito elogiado pelos caciques tucanos por conta do trabalho que fazia na JPSDB.
André era visto como uma futura liderança na região e já estava sendo preparado para as eleições de 2012.
O seu sepultamento será às 16:30 horas no Cemitério de São Martinho, em Tubarão, e contará com a presença de Leonel Pavan e outras autoridades tucanas.

BRIGA NO COMANDO 1

O fato de suposta tortura de presos no Presídio de São Pedro de Alcântara, em Florianópolis, em fevereiro de 2008, traz a tona uma briga pelo comando nas polícias em Santa Catarina e até dentro da própria Polícia Civil do estado.
Numa reunião que aconteceu na Assembléia, Hudson Queiroz, Diretor do Deap (Departamento de Administração Prisional), disse que queria proteção policial para sua vida porque estava sendo ameaçado pelo delegado Renato Hendges, da Deic.
O Delegado Geral da Secretaria de Segurança Pública de SC, Maurício Eskudlark, chegou a dizer que, se Hudson falasse naquela reunião, ele também falaria. Eskudlark disse também que Hudson não estava preparado e não tem competência para exercer o cargo no Deap.
O governador Luiz Henrique já afastou Hudson Queiroz das suas funções.
Depois disso, teve-se a certeza que há muita coisa ainda para ser dita sobre a secretaria comandada por Ronaldo Benedet (PMDB).

BRIGA NO COMANDO 2

As imagens mostradas na RBS TV foram fornecidas pela própria polícia civil e a partir daí, depois de ter visto o vídeo com mais atenção, o delegado Renato Hendges passou a afirmar que aquela agressão aos presos teve a participação, ou pelo menos o comando, do Senhor Hudson Queiroz.
Vê-se que, nesse primeiro momento, há uma grande falta de comando na polícia do estado. Que há também o uso da secretaria para fazer política com vistas às eleições de 2010. Vê-se também que as duas polícias, militar e civil, não trabalham juntas de jeito nenhum.
É o governo do estado alimentando um monstro que, daqui a pouco, vai se manifestar. O que eu gostaria de saber é porque esse assunto só veio à tona agora, depois de um ano e nove meses depois, e a Secretaria de Segurança Pública do Estado não tomou nenhuma providência, já que sabiam de tudo.
O problema é que a população é quem ta pagando o pato, literalmente.

DENÚNCIAS

Segundo entrevista de Hudson Queiroz, na tarde de ontem, ele afirma que “o Deap não tem dinheiro para comprar nem uma caixa de fósforos, quanto mais algemas e outros equipamentos para a segurança nas penitenciárias”.
Disse também que a Secretaria de Segurança Pública age contra os agentes prisionais e quem deve saber quem fez as gravações na operação no Presídio de São Pedro de Alcântara é o Delegado Renatão, referindo-se ao delegado Renato Hendges.
Disse que sente-se ameaçado pela polícia civil de SC. “Se um delegado quiser, ele fura meu carro com uma bala ou coloca maconha no carro do meu filho”, declarou Queiroz.

PONTICELLI ATIRA

Já o deputado estadual Joares Ponticelli (PP) aproveitou a presença da cúpula da segurança pública estadual para pedir a instalação da CPI da Segurança Pública na Assembléia e lembrou a promessa do governo de investigar o ex-consultor do governador Luiz Henrique, Aldo Hey Neto, que em 2006 foi preso com R$ 2 milhões em sua residência. Segundo Hey Neto, esse dinheiro era do conhecimento dos seus superiores diretos, no caso o Governador e o Secretário Ivo Carminatti.

MOBILIZAÇÃO

O governo do estado mobilizou vários funcionários da Secretaria de Segurança Pública para participarem da sessão ordinária da Assembléia Legislativa de SC na tarde de ontem. Estiveram por lá também o ex-Diretor do Deap, Hudson Queiroz, e os Secretários Justiniano Pedroso e Ronaldo Benedet.
A intenção do governador Luiz Henrique é não deixar que a oposição cole no atual governo estadual a figura de uma administração que compactua com a tortura e que não tem comando no que se refere Segurança Pública.

ESGOTO SANITÁRIO

O Samae de Blumenau já informou que vai divulgar a empresa vencedora da concessão do Esgoto Sanitário da cidade no dia 18 de dezembro deste ano. As empresas interessadas terão 45 dias para protocolarem sua participação junto a autarquia. Quando o primeiro edital foi lançado, cerca de dois meses arás, dizia-se que esse processo estava com as cartas marcadas e que já havia uma empresa que, supostamente, venceria a tal licitação. Alguns gritaram contra o processo e o TCE interviu.
Agora começa tudo novamente. O Samae vai lançar novo edital e vai haver muita discussão sobre o assunto. O ponto chave é o tempo da concessão, o valor que a empresa vencedora irá pagar ao município e o que ela leva para lucrar com o serviço.

PAI E FILHO

De certo mesmo é que no ano que vem Blumenau entrega mais um serviço público para a iniciativa privada. O mais perigoso é que a Área Azul, a Rodoviária e muitos outros serviços hoje administrados pelo poder público municipal poderão ter o mesmo destino.
Não podemos esquecer que em 1989 o então prefeito Vilson Kleinubing (PFL) inventou de privatizar a coleta de lixo de Blumenau. A coisa degringolou e estamos com essa espada sobre nossas cabeças até hoje.
Lembram do caso da empresa Cavo?
Pois é, daqui a alguns anos poderemos ter não só problemas com essas empresas, mas também alguns boletos bancários com valores acima do esperado.

CONSENSO

Na manhã de ontem o Procon de Blumenau e a OI Brasil Telecom, depois de uma reunião de mais de uma hora, chagaram a um consenso sobre os problemas causados para o consumidor e os dez postos de vendas da empresa foram reabertas na tarde desta quarta-feira.
Com isso, a empresa se comprometeu em resolver todas as queixas registradas no Procon, de melhorar os serviços na cidade de Blumenau e de pagar a multa de R$ 470 mil. Também vai colocar um agente da empresa de telefonia para receber todas as futuras reclamações contra a Oi Brasil Telecom.
Isso prova que quando há intervenção séria da administração pública contra empresas que não respeitam as leis, a coisa funciona.
Agora vamos esperar mais 30 dias para ver se a coisa começa a andar dentro dos trilhos.

PROCON

Por conta do fechamento dos postos de vendas da Oi Brasil Telecom, o nome do Procon de Blumenau ecoou por todo o Brasil. Segundo Erivaldo Caetano Junior, Diretor do PROCON de Blumenau, cerca de 500 reclamações por mês chega ao órgão contra a empresa. Pelo menos se vê que o diretor Erivaldo Caetano vem fazendo um trabalho além do esperado. Enquanto outras diretorias do Procon sempre procuraram sempre se beneficiar daqueles que buscavam ajuda, Erivaldo tratou se arregaçar as mangas e lutar contra as empresas que não respeitam seus clientes, como a Oi Brasil Telecom, a NET e muitas outras empresas que pensam que o consumidor é bobo e não tem quem os defenda.
Pelo menos em Blumenau, parece que isso é coisa do passado.

PAC SANEAMENTO

A senadora Ideli Salvatti (PT) anunciou, através da sua assessoria, que mais 10 cidades catarinenses estão na lista para receber recursos do chamado PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da Funasa. As verbas são para a recuperação e expansão da rede de esgoto dos municípios, tratamento de água e construção de sistemas de abastecimento.
O PAC da Funasa atende municípios com menos de 50 mil habitantes. A distribuição dos recursos obedece ainda critérios como o atendimento a cidades com altos índices de mortalidade infantil, incidência de malária e doença de Chagas. Também tiveram prioridade as comunidades indígenas e quilombolas. Desde a criação do PAC Funasa, em 2007, 51 cidades de Santa Catarina já foram beneficiadas com investimentos em saneamento básico e receberam cerca de R$ 48 milhões.
Veja abaixo as cidades contempladas.

Abelardo Luz – R$ 2.562.000,00
Anchieta – R$ 1.900.000,00
Capão Alto – R$ 1.500.000,00
Dionísio Cerqueira – R$ 2.500.000,00
Itapiranga – R$ 2.500.000,00
Presidente Getúlio – R$ 3.050.000,00
Santa Helena – R$ 554.000,00
Sombrio – R$ 3.600.000,00
Urubici – R$ 2.200.000,00
Urupema – R$ 1.136.000,00

APOSENTADOS 1

“O governo Lula promove uma verdadeira enganação contra os aposentados brasileiros, lhes nega um aumento digno e, por outro lado, entope com dinheiro público os cofres de banqueiros e especuladores financeiros". Essas foram as palavras usadas pelo deputado federal Fernando Coruja (PPS) para mostrar a sua indignação por conta da não votação do projeto que equipara o aumento dos benefícios dos aposentados com o do salário mínimo.
Segundo o deputado “o Governo Lula mais uma vez deixou 17 milhões de aposentados brasileiros desolados, ao se negar a votar a proposta, dando uma demonstração da enganação que esse governo está fazendo com os aposentados brasileiros".

APOSENTADOS 2

Para impedir a votação, conforme informou Coruja, o governo Lula usou de um artifício regimental, deixou de votar uma medida provisória, e forçou a trancamento da pauta, o que impediu a análise do Projeto de Lei 1/07, que aumenta os benefícios dos aposentados.
Coruja também não poupou entidades sindicais que, segundo ele, se entregaram ao governo federal e deixaram os trabalhadores de lado. “É evidente que precisa de diálogo, mas esse diálogo não pode ser feito por algumas centrais sindicais brasileiras pelegas que estão entregando os aposentados”, acrescentou.





Sérgio Eduardo de Oliveira – 05/11/2009