terça-feira, 25 de outubro de 2016



RECEITA INDIGESTA

“Pagamos o preço pelos oportunistas, da falta de entendimento sobre o esporte. Para o atleta ter alto rendimento ele precisa de uma estrutura profissional.
No Brasil, hoje, você tem que provar que é inocente”.

Frase de Guga Kuerten na audiência no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF), onde corre um processo sobre cobrança de impostos, questionado pela Receita Federal, sobre pagamentos de patrocínios e de torneios entre os anos de 1999 e 2002.

Guga pode ter que pagar multa que ultrapassa R$ 5 milhões. 

   

Nenhum comentário:

Postar um comentário